Nilo no Senado

0

Publicado por Editor | Colocado em Política, Vit. da Conquista | Data: 26 fev 2018

Tags:, ,

Por Ubirajara Brito
Foto: Revista Caro Gestor

Às vezes, ponho-me a pensar sobre os destinos dos povos, das comunidades, e até dos pequenos burgos e aglomerações humanas. Que seria da Rússia sem Catarina e Pedro, o Grande? Sem Lenine e Stalin, na experiência socialista. Que seria da Alemanha, sem Frederico II, Bismarck e Hitler? Da Inglaterra, sem Cromwell, Churchill e a Rainha Vitória? Da França, sem Napoleão I e Charles de Gaulle? Que seria do Brasil, sem Getúlio Vargas, Juscelino Kubitscheck e os Ditadores de 64?

Com efeito, os homens também fazem a história. Torcem, retorcem, fazem avançar ou regredir as civilizações, levando-as para um destino maior ou menor, para o bem ou para o mal.

Reduzindo minhas reflexões a alguns Municípios de nossa Província, eu me pergunto também:

Que seria de Jequié, sem Vicente Grillo e Lomanto Júnior?

Que seria de Itapetinga, sem Juvino Oliveira, José Espinheira e Michel Hagge?

Que seria de Conquista, sem Zeferino Correia e José Pedral?

Que seria de Guanambi, sem Pedro Moraes, o Velho, e o ex-governador Nilo Coelho?

Repito: Que seria de Guanambi sem Nilo Coelho?

Chegou a hora de os Guanambienses juntarem-se a nós, pois que Nilo possui todos os requisitos para representar nossa Região no Senado da República.

Os comentários estão encerrados.