Número de candidaturas femininas ainda é baixo na Bahia, conforme TRE

0

Publicado por Editor | Colocado em Política | Data: 11 set 2016

Tags:,

Tribuna da Bahia

Eleições 2016Embora os partidos estejam cumprindo o número mínimo de candidaturas exigido por lei, ainda é tímida a participação feminina nas eleições deste ano em todo o país. E na Bahia não é diferente.

Em comparação com as eleições de 2014, cresceu apenas 0,8% o número de candidatas a cargos eletivos no pleito deste ano em todo o estado. A participação de mulheres como candidatas nas eleições municipais deste ano ficou em 32% na Bahia.

Ao todo, 11.525 mulheres disputam cargos de prefeito, vice-prefeito e vereador no estado. Já 68% do total de candidaturas são formadas por homens, com mais de 25 mil na disputa. De acordo com os dados atualizados disponíveis no DivulgaCand (site oficial do Tribunal Superior Eleitoral para informações dos candidatos), o Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) contabilizou 36.538 registros de candidatos.

Desse total, 178 (14,47%) mulheres concorrem às eleições majoritárias (prefeito) na Bahia. Na disputa para os cargos de vereador (eleições proporcionais), 11.140 (32,7%) são candidatas. Apesar do baixo número de candidaturas, o eleitorado baiano continua sendo composto por mulheres em sua maioria.

O percentual corresponde a 52%, somando 5.509.991 mulheres contra 5.053.946 homens, que representam 48% do eleitorado. A Lei das Eleições (Lei nº 9.504/1997) estabelece que nas eleições proporcionais (este ano para vereadores) cada partido ou coligação deve preencher o mínimo de 30% e o máximo de 70% de candidaturas de cada sexo.

Na prática, a regulamentação prevê que cada partido ou coligação deverá lançar candidatas ao cargo de vereador no percentual mínimo de 30%.

Os comentários estão encerrados.