O PT não pagou rescisões e os vereadores petistas reclamam da atual administração

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 05 mar 2018

Tags:, ,

Editorial

Agressores da vice prefeita Irma Lemos foram recebidos por secretários municipais, um equívoco

Os servidores que ingressaram no quadro da Prefeitura Municipal por meio de uma seleção para contratação temporária receberam normalmente as rescisões com pagamento referente ao ano de 2017. Portando o prefeito Herzem Gusmão (MDB) cumpriu o dever e quitou todas as rescisões do seu primeiro ano de governo.

Ocorre que de 2013 a 2016, o ex-prefeito Guilherme Menezes (PT) não pagava as rescisões – possivelmente para que os pagamentos não incidissem no cálculo que norteia a LRF – Lei de Responsabilidade Fiscal.

A atual administração está promovendo criterioso levantamento para iniciar gradativamente o pagamento das rescisões que não foram honradas pelo governo passado.

A Secretária de Administração está checando nos contratos de trabalho assinados para verificar de fato quem não recebeu para verificar a legalidade.

Vereadores petistas resolveram empunhar a bandeira em defesa do pagamento das rescisões. Curioso que não fizeram quando o PT governava a cidade e deixou de pagar as tais rescisões. Estranho!

Os insultos proferidos por ex-professores contra a vice-prefeita Irma Lemos, no interior do prédio da Prefeitura, contou com aval de vereadores petistas. Os agressores foram deseducados e inconvenientes.

O nosso editorial é apenas um simples relato dos fatos, e lamentar que secretários tenham recebido agressores da vice-prefeita. A desordem e e o desrespeito não podem e não devem prevalecer.

Os comentários estão encerrados.