Obra em que pedreiro morreu, após desabamento de laje, não tinha autorização para ser realizada

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 19 jul 2017

Tags:, ,

Da Redação


A reforma do imóvel, onde um pedreiro morreu e outro ficou ferido após o desabamento de parte da estrutura, nesta terça (18), em Vitória da Conquista não tinha autorização da Prefeitura da cidade e do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia da Bahia (Crea-BA) para ser realizada. Conforme a Defesa Civil ao G1, além de não ter liberação, a obra não era acompanhada por um engenheiro civil e os operários que trabalhavam no local não usavam Equipamento de Proteção Individual (EPI).

Na tarde desta terça, os pedreiros trabalhavam dentro do imóvel, quando, por volta das 16 horas, parte da laje desabou. Agentes do Corpo de Bombeiros Militar estiveram no local e removeram as vítimas do interior do imóvel, no entanto, com a fatalidade, um dos pedreiros, identificado como Maxuel Costa Pacheco, não resistiu as ferimentos, vindo a óbito.

O outro homem, chamado Tiago Matos Oliveira, foi encaminhado para o Hospital Geral de Vitória da Conquista (HGVC) por uma equipe do Samu 192. Na manhã desta quarta (19), ele passou por uma avaliação ortopédica e permanece internado. Segundo a unidade, o estado de saúde dele é estável. O corpo do outro pedreiro será levado para a cidade de Itapetinga, onde será enterrado.

Ainda não há informações sobre o que causou o desabamento, mas a Defesa Civil acredita que as falhas na segurança tenham colaborado para o incidente. O imóvel está interditado.

Os comentários estão encerrados.