Ocupação força Uesb a realizar Vestibular fora do prédio da universidade

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 06 jan 2017

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

Pela primeira vez em sua história a Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) não realizará as provas do seu vestibular dentro do prédio da instituição. O que a impede é a continuidade da ocupação realizada por um grupo de estudantes do movimento ‘Ocupa Uesb’, que impede o acesso ao campus da universidade em Vitória da Conquista há mais de dois meses.

Devido a ocupação, as provas, que ocorrem nos dias 15 e16 de janeiro, serão realizadas em salas de escolas das Redes estadual e municipal, além de colégios particulares e faculdades parceiras. Segundo apurou o BLOG DA RESENHA GERAL, mais de 20 locais de provas serão utilizados em Conquista para a realização do certame. Destes, pelo menos 10 terão a função de suprir a demanda de candidatos que realizariam as provas no campus da Uesb.

Os números ainda não foram confirmados pela Universidade, que divulgará ainda nesta semana os cartões com os locais de prova. No entanto, é sabido que esta mudança causará uma despesa financeira inesperada à Uesb.

Adiamento

Além de causar a mudança nos locais de prova, a ocupação ao prédio da Uesb já havia forçado o adiamento do vestibular – agendado inicialmente para os dias 4 e 5 de dezembro – e do Enem.

Vagas

Ao todo, 17.795 candidatos concorrerão as 1.186 vagas para os 47 cursos que a Universidade dispõe – sendo 727 vagas para o primeiro semestre letivo e 459 para o segundo período. As vagas são distribuídas entre os três campi da Instituição: Itapetinga, Jequié e Vitória da Conquista.

Mais informações sobre o Vestibular Uesb 2017 podem ser conferidas no Edital, que rege o processo seletivo, e no Manual do Candidato.

Ocupação

O campus da Uesb, em Vitória da Conquista, está ocupado pelo movimento estudantil “OcupaUesb”, desde o dia 21 de outubro. A causa inicial apresentada pelo movimento era oposição à aprovação da PEC 55.

Após a aprovação da PEC 55 no Senado Federal, no dia 13 de dezembro de 2016, escolas e universidades públicas do Brasil, que também estavam ocupadas pela mesma motivação, foram sendo desocupadas paulatinamente. O campus da Uesb em Itapetinga foi desocupado antes da aprovação em segundo turno, no dia 8 de dezembro, já o campus de Jequié foi desocupado no dia 14 de dezembro. Entretanto, o campus de Vitória da Conquista permanece ocupado, com a justificativa da necessidade de resolver a pauta interna.

No entanto, o processo de negociação com os estudantes, segundo comunicado da reitoria da Uesb, foi interrompido pelos ocupantes no dia 13 de dezembro. Desde então, a Administração da Uesb ingressou com uma ação de reintegração de posse do campus de Vitória da Conquista. A ação ocorreu no dia 19 de dezembro.

Os comentários estão encerrados.