Ônibus que tombou em MG não tinha autorização para viajar, diz ANTT; conquistense é uma das vítimas

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 14 nov 2017

Tags:,

Da Redação


A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) informou que o ônibus que sofreu acidente em Brumadinho, na Grande BH, não tem autorização para fazer a viagem. O veículo de turismo saiu de Itabuna (BA) e seguia para São Paulo, quando tombou na BR-381. Sete pessoas morreram, entre elas o pastor conquistense Elquisson Jardim.

Elquisson era um dos motoristas do ônibus. Ele estava em seu momento de descanso, quando o acidente aconteceu. Um bebê de oito meses, identificado como Weslei Silva Ribeiro, Leandro Rodrigues Santana, de 33 anos, que moravam em Camacan, Vantinei Ferreira Souza, de 43 anos, de Itabuna, e Gleice Elma dos Santos, de 36 anos, que morava em Ilhéus são as outras vítimas fatais do trágico acidente.

De acordo com a informações divulgadas, havia neblina no momento do acidente. A principal suspeita da polícia é que o ônibus tenha perdido os freios. A ANTT disse que os fiscais estão acompanhando, junto à Polícia Rodoviária Federal (PRF), os desdobramentos do acidente e tomando as medidas cabíveis.

Ainda segundo o órgão, sempre que um cidadão quiser saber, antes de fretar um ônibus, se ele é regularizado na ANTT, é necessário acessar o espaço do passageiro no site da ANTT. O cidadão que observar qualquer irregularidade pode fazer uma denúncia à Ouvidoria do órgão pelo telefone 166 ou pelo e-mail ouvidoria@antt.gov.br

 

 

 

Os comentários estão encerrados.