Oposição avança entre os maiores colégios eleitorais do interior baiano

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia | Data: 03 out 2016

Tags:,

Correio

rtemagicc_interior1-jpg
A renovação entre os prefeitos é de 90% nos dez maiores colégios eleitorais do interior da Bahia. Com a mudança significativa entre os nomes eleitos, a oposição avançou em importantes cidades que fazem parte da base de apoio do governador Rui Costa.

Em Feira de Santana, maior colégio eleitoral da Bahia, a eleição ocorreu sem grandes surpresas. O atual prefeito José Ronaldo (DEM) foi reeleito por 71,12% dos eleitores, uma diferença de 165.496 votos em relação ao segundo lugar, o deputado estadual Zé Neto (PT), que ficou 15,71% do total. Jhonatas Monteiro (PSOL) foi o terceiro lugar, com 9,21% dos votos.

“As pesquisas já apontavam essa diferença e, aqui em Feira, elas não costumam errar. Pelo que a gente sentia nas ruas, esperávamos esse resultado”, afirmou o candidato democrata, agora reeleito. Para o seu segundo mandato, José Ronaldo promete continuar trabalhando pela cidade, focando principalmente nas áreas de mobilidade urbana, educação e saúde.

Já em Vitória da Conquista, o resultado definitivo das urnas só será conhecido no próximo dia 30, durante a votação do 2º turno. O município, que tem em seu histórico o comando do PT por duas décadas, está sendo disputado pelos deputados estaduais Herzem Gusmão (PMDB), que teve 78.455 votos (47,82%), e Zé Raimundo (PT), que obteve 51.989 votos (31,69%). Arlindo Rebouças (PSDB) ficou com 7,57% dos votos.

Através de sua página em uma rede social, Gusmão comemorou com seus eleitores os votos recebidos. “Queremos agradecer a todos que nos apoiaram e estiveram ao nosso lado nessa jornada. Mas o trabalho continua! O desejo de mudança bate forte em nossos corações”, comentou.

O candidato do PT também celebrou a ida ao segundo turno. “Estamos comemorando os quase 52 mil votos que recebemos. A partir de amanhã [hoje], além dos partidos que compuseram a coligação, vamos dialogar com as legendas que historicamente caminham com o PT, assim como todos aqueles que se indispõem com o candidato peemedebista”, pontuou Zé Raimundo.

Em Itabuna, o candidato Dr Mangabeira (PDT) foi eleito com 26,41% dos votos, em uma disputa acirrada com Augusto Castro (PSDB), com 25,13% e Capitão Azevedo (PTB) com 24,22%. O candidato do DEM e atual prefeito Fernando Gomes teria recebido a quantidade de votos suficiente para ser reelenger, mas a candidatura do democrata foi indeferida pelo Tribunal Superior Eleitoral. A situação ainda pode ter alteração.

Depois de uma campanha acirrada pela prefeitura de Camaçari, o candidato do Democratas, Elinado foi eleito prefeito do maior colégio eleitoral da região metropolitana. Com 60,84% dos votos válidos, derrotando o ex-prefeito Luiz Caetano (PT), que ficou com 36,49%. Jailce Andrade (PCdoB) teve 2,24% dos votos válidos. “Temos propostas como o Morar melhor, a construção de um hospital maternidade para melhorar a saúde pública e várias outras ações. A nossa principal missão é ordenar a máquina pública para que os serviços públicos cheguem a população”, afirmou.

Já em Lauro de Freitas, no sétimo maior colégio eleitoral do interior do estado, o resultado das urnas levou novamente a prefeitura a deputada federal Moema Gramacho (PT). Ela foi eleita com 52,34% dos votos. Mateus Reis (PSDB) ficou com 40,68% dos votos e Chico Franco (DEM) teve 6,98%.

Moema comemorou a vitória: “Temos uma bancada forte de vereadores que caminharam com a gente durante toda a campanha. O nosso programa de governo foi feito a várias mãos a partir de treze audiências públicas que realizamos em vários bairros da cidade. Eu e Mirela (vice-prefeita) estamos com muito gás e força para trabalhar”, afirmou. Entre as bandeiras defendidas durante a campanha estão as melhorias na área de saúde, educação e mobilidade. “Será um governo de participação social”, completou.

Em Juazeiro, o candidato Paulo Bomfim (PCdoB) se elegeu prefeito com 46.183 votos (40,29%). Ele teve o apoio do atual prefeito do município, Isaac Carvalho, da mesma legenda. Por uma diferença de 2.449 votos, Joseph Bandeira (SD) foi o segundo lugar na disputa com 38,15%. A terceira colocação ficou Charles Leão (PPS), que teve 20,25%.

O candidato Mário Alexandre (PSD), o Marão foi eleito em Ilhéus com 41,83% dos votos. O segundo lugar ficou com o candidato do Caca Colchões, vice do atual prefeito Jabes Rbeiro (PP), que ficou com 17,5%. Bebeto, do PSB, ficou em terceiro com 14,35%

Em Jequié, o candidato Sérgio da Gameleira (PSB) ganhou a disputa com 44,50% dos votos. Dr. Fernando (PV) ficou com o segundo lugar. Tadeu Cafezeiro, candidato apoiado pelo governador Rui Costa terminou a disputa me terceiro lugar.

Os comentários estão encerrados.