Pit bull é adotado por protetora dos animais para evitar ser sacrificado

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 20 dez 2016

Tags:, ,

Da Redação

 

No último domingo (18), um Pit bull que atacou duas pessoas após escapar de uma residência no Bairro Brasil, foi adotado por Débora Almeida, protetora dos animais que está à frente do grupo Quatro Patas.

Sob pressão dos moradores que ameaçaram matar o cachorro caso ele voltasse para casa, a dona optou por sacrificá-lo em uma clínica para onde os Bombeiros o tinham levado. Ao saber disso, Débora entrou em contato com a clínica, e junto com um adestrador, buscou o animal que agora está em uma hospedagem. 

O cão será avaliado pelo especialista Bruno Maurício Nogueira, que fará uma avaliação a fim de saber se o cão tem agressividade excessiva a ponto de não ser indicado para a adoção.

Além disso, o Pit bull, que atende por Bruttus, será castrado e vai passar por um processo de relocalização, para enfim ser adotado por Débora, que já cuida de 30 cães resgatados das ruas por ela.

Débora afirma que agiu com o coração ao tomar a decisão de adotar o Pit bull, que é uma raça que sofre muito preconceito e, na maioria das vezes, é sentenciado a morte. “Agi com amor e como ser humano que reconhece o valor da vida independente da raça. Deus me colocou nessa causa e pretendo honrar este dom de amar e cuidar dos animais até o dia que ele permitir”, defende a protetora.

Os comentários estão encerrados.