Por sugestão de Moro, Bolsonaro defende decreto para flexibilizar posse de armas

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 30 dez 2018

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner-candeias-premium.gif

Reprodução do Bahia.ba

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O futuro ministro da Justiça, Sérgio Moro, sugeriu que o governo Bolsonaro edite nos 100 primeiros dias de gestão um decreto que flexibilize a posse de armas, afirmaram aliados do presidente eleito à coluna Painel, da Folha.

A ideia, de acordo com a publicação, é tirar o debate do Congresso. A sugestão foi feita, conforme os interlocutores de Bolsonaro, na última quinta-feira (27), em reunião dos futuros ministros.

Neste sábado (29), o presidente eleito confirmou o plano no Twitter. “Por decreto pretendemos garantir a posse de arma de fogo para o cidadão sem antecedentes criminais, bem como tornar seu registro definitivo”, escreveu Bolsonaro.

No começo de novembro, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) defendeu a adoção da medida agora encampada por Moro.

Em 2016, o presidente Michel Temer baixou um decreto que aumentou a validade do registro de armas de três para cinco anos.

Os comentários estão encerrados.