Prefeito, ex-prefeito e prefeita eleita de Malhada de Pedras são acusados de desvio de verbas

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Polícia | Data: 25 nov 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

img_1214O prefeito Valdecir ‘Ceará’ (foto), o ex-prefeito Ramon dos Santos e a sua esposa e prefeita eleita, Terezinha Baleeiro, participaram ativamente dos desvios de verbas.

A Operação Vigilante, deflagrada pela Polícia Federal e Controladoria-Geral da União (CGU), cumpriu vário mandados de prisão contra membros da Administração Municipal de Malhada de Pedras. Entre os que foram presos ou conduzidos coercitivamente estão o prefeito, ex-prefeito e prefeita eleita do município. O esquema de desviou pelo menos R$ 3 milhões em recursos destinados ao transporte escolar no município.

O mandado de prisão preventiva foi cumprido contra o atual prefeito, Valdecir Bezerra, conhecido como Ceará, o vice-prefeito eleito, Adriano Paca, que se encontra foragido, além de servidores da Secretaria de Transportes. Também foram conduzidos coercitivamente o ex-prefeito, Ramon dos Santos, a prefeita eleita, Terezinha Baleeiro, o atual vice-prefeito, Paulo César Paca.

“A gente está falando de um ex-prefeito, que já tem condenação por inelegibilidade, da sua esposa, que foi eleita prefeita; do atual vice-prefeito e seu irmão, que foi eleito vice-prefeito, além de empresários e servidores da prefeitura. É o que a gente chama de um conúbio espúrio, que é um grupo político que se une no propósito de desviar recurso público em beneficio próprio, para custear gastos de campanha e empresários”, declarou o delegado Rodrigo Kolbe.

Os detidos na operação foram transferidos para o Conjunto Penal de Vitória da Conquista, onde estão custodiados outros dois prefeitos da região presos este ano.

Os comentários estão encerrados.