Prefeito, secretários e Presidente da Câmara fazem recadastramento biométrico

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 06 jun 2017

Tags:, ,

da Redação
Conteúdo Ascom / Prefeitura

Até o dia 31 de janeiro de 2018, os 240 mil eleitores conquistenses precisam efetuar o seu recadastramento biométrico, promovido pelo Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA). A fim de incentivar a população a não deixar essa tarefa para última hora, o prefeito Herzem Gusmão compareceu ao órgão para fazer o seu recadastramento na manhã desta segunda-feira, 5. O gestor estava acompanhado por membros do secretariado municipal, pelo Presidente da Câmara de Vereadores, Hermínio Oliveira, e comitiva  do poder legislativo.

Recentemente, a Prefeitura firmou um convênio com o TRE-BA para auxiliá-lo nesse processo. Além dos 23 servidores municipais que já estão cedidos ao órgão, o Governo Mais Perto de Você vai ceder mais 40 funcionários para trabalhar no recadastramento biométrico. Além disso, uma estrutura de apoio também será montada no Centro Glauber Rocha – Educação e Cultura. Lá, a população terá acesso ao serviço por meio de distribuição de senhas, enquanto que o atendimento na Justiça Eleitoral passará a se dar através de agendamento prévio.

“A meta é recadastrar mil eleitores por dia. Mesmo assim, nós podemos perder 30% dos eleitores, que representam 70 mil pessoas”, revela o prefeito Herzem Gusmão, demonstrando a sua preocupação. Com isso, ele justifica o apoio da Prefeitura Municipal: “Nós abraçamos essa campanha para que todos possam buscar a Justiça Eleitoral, porque o título de eleitor é um dos documentos mais importantes para o cidadão.”

O presidente da Câmara Municipal de Vereadores, Hermínio Oliveira, também lembrou a importância de inspirar a população a buscar a regularização perante a Justiça Eleitoral o mais rápido possível. “Nós esperamos que os eleitores, com esse exemplo também que a gente está dando, compareçam, até janeiro de 2018, para fazer a sua biometria. Porque a obrigação nossa é motivar, incentivar e estimular as pessoas para virem fazer isso aí”, afirma.

Cancelamento do título de eleitor – Quem não realizar o cadastramento biométrico dentro do prazo terá o seu título de eleitor cancelado. “Significa que o eleitor que não buscar a Justiça Eleitoral, ele não vai perder apenas o direito de votar, perde também direitos sociais”, lembra o prefeito. Dentre esses direitos, estão a perda de benefícios sociais, como o Bolsa Família; a não-obtenção de passaporte ou carteira de identidade; a impossibilidade de se inscrever para concursos públicos ou empossar cargo público; não receber vencimentos, remuneração, salário ou proventos de função ou emprego público; proibição de receber empréstimos de instituições financeiras mantidas ou administradas pelo governo; dentre outras.

Os comentários estão encerrados.