Prefeitura promete mesmo empenho para execução dos novos trechos da J. Pedral

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 12 jul 2018

Tags:, ,

da Redação
Por Fábio Sena / Siga.News

 

A Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista entrega no próximo sábado (14) uma das mais importantes obras viárias do município, a primeira etapa da Avenida J. Pedral. Marco na mobilidade urbana, a obra foi executada pela Empresa Municipal de Urbanização (Emurc), com o apoio de diversas secretarias municipais.

A primeira etapa tem 2,2 quilômetros de comprimento, conta com ciclovia e calçadas em toda a sua extensão e vai ligar a Avenida Olívia Flores à Avenida Gilenilda Alves, no trecho do Bairro Vila América. A J. Pedral vai desafogar o trânsito do centro da cidade e das avenidas Luis Eduardo Magalhães e Olívia Flores.

Motoristas, motociclistas, ciclistas, usuários de transporte coletivo e pedestres – todos ganharão com a mudança. Especialmente estudantes da UESB que moram nas zonas sul e que terão facilidade até mesmo para usar a bicicleta para chegar à faculdade. Por outro lado, encurta a distância entre a zona leste e a rodoviária e o aeroporto.

Para concluir a obra, a Prefeitura dedicou cerca de 100 profissionais trabalhando em cada detalhe. Ao longo dos 2,2 quilômetros da via, totalizando 4,4 quilômetros se considerados os dois sentidos de tráfego, nos quais foram utilizadas 4 mil toneladas de massa asfáltica.

A avenida conta ainda com uma rede de iluminação de alta tensão e baixa tensão. São 120 pontos de iluminação instalados pela via, todos com luminárias de LED, que trazem maior economia de energia e melhor qualidade na iluminação do que as lâmpadas convencionais.

“Para esta obra, nós precisamos ter uma equipe arrojada e dedicada, em um período de muita chuva. Mas nós trabalhamos e estamos entregando uma avenida belíssima, com canteiro central, paisagismo, iluminação e drenagem”, afirma o prefeito Herzem Gusmão.

A Avenida J. Pedral também chama a atenção por seu verde. A Secretaria de Meio Ambiente plantou cerca de 4 mil mudas de plantas ao longo da sua extensão. A via exibe ipês, magnólias, flamboyants, jacarandás e quaresmeiras, além de mudas de grama batatais para a forragem de solo e de palmeiras de tipos diversificados, como a rabo de raposa.

“Estamos plantando também mudas de cycas revoluta, também conhecida como sagu-de jardim; bromélias e mudas de equisorias. A Avenida J. Pedral é uma obra muito bela, o paisagismo tem que ser tão belo quanto”, conta a secretária de Meio Ambiente, Luzia Vieira.

Empenho do governo
O secretário de Infraestrutura Urbana, José Antônio Vieira, afirmou à reportagem que a Avenida José Pedral Sampaio será entregue ainda este ano graças à prioridade dada pelo prefeito Herzem Gusmão de concentrar todos os esforços do governo no trecho que acaba de ser concluído. Segundo ele, o governo anterior havia fragmentado a execução da obra.

“Sua execução estava muito fragmentada. O que a gente entende de engenharia é que as obras têm que começar de um ponto e ir até o final. Por motivos que não cabe a mim explicar, a J. Pedral vinha sendo feita em partes, sem essa continuidade. Com a entrada do governo Herzem Gusmão, que foi de uma importância tremenda porque viu a necessidade desta obra, a gente passou a fazer um estudo e ele elegeu como prioridade este trecho, que liga a Gilenilda Alves até a Olívia Flores””, explicou o secretário.

Segundo ele, além de unir todos os esforços da Prefeitura, o mais importante foi a reestruturação da Emurc, que tocou a obra. “Porque a Caixa trabalhava no regime de adiantamento e esta modalidade caiu justamente no início do governo de Herzem, e a Emurc teve que realizar a obra, medir e depois receber. A Prefeitura viabilizou as condições para a Emurc executar a obra. Então fizemos ajustes técnicos, teve prejuízos de prazo e aplicação de recurso financeiro, mas o governo assegurou a realização da avenida”.

José Antônio lembra que uma das principais tarefas do governo foi concluir o serviço de terraplanagem antes das chuvas, em 2017. “Se não fosse isto, esta obra só seria inaugurada ano que vem. Vencemos esta parte e iniciamos o acabamento. É uma avenida com duas faixas de tráfego, com drenagem, tratamento paisagístico, sinalização vertical e horizontal. Toda a região terá opção de ligação, sem precisar trafegar obrigatoriamente pela Olívia Flores e Luis Eduardo Magalhães. É uma obra feita dentro de toda técnica de engenharia, com o projeto e execução aprovados pela Caixa e pela Prefeitura”.

O secretário destacou a importância da Emurc está regularizada para executar a obra de construção da Avenida J. Pedral. “A Emurc tem eficiência comprovada em terraplenagem e pavimentação. Foi um sucesso total o esforço feito para conclusão deste trecho”, comemora José Antônio.

Perguntado sobre as próximas etapas da obra, o secretário esclareceu que o prefeito Herzem Gusmão já definiu que dará a mesma prioridade para realização do restante da obra, mas que isso dependerá de diversos outros estudos. Segundo ele, será preciso um estudo técnico detalhado para uma intervenção que seja tão qualificada quando este primeiro trecho concluído.

Ele narra, por exemplo as dificuldades que o governo enfrentará no trecho da Avenida J. Pedral que atravessa o bairro atravessa o Bairro Conveima. “A rua principal é asfaltada mas as transversais não têm pavimentação ou drenagem, o que dificulta, pois drenagem não funciona com lama. Vamos ter que buscar recursos para pavimentar essas ruas. Isso é só um exemplo do que precisa ser feito. Mas o governo está ciente disto”, garante.

Os comentários estão encerrados.