Prefeitura realiza ato pelo Dia Nacional de Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 19 maio 2018

Tags:, , ,

da Redação
Fonte: Secom (Conteúdo)

Todos juntos contra exploração sexual de crianças e adolescentes

Há 18 anos o Brasil realiza o Dia Nacional de Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes em 18 de maio, um dia de luta que em Vitória da Conquista foi lembrado pela Prefeitura Municipal em ato na Praça Nove de Novembro.

O ato envolveu muitos parceiros na proteção às crianças e adolescentes, como a Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar, Pastoral do Menor, Conselhos Tutelares, Serviço Social do Transporte/ Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Sest/Senat) e o Núcleo de Defesa da Criança e do Adolescente da Uesb.

Irma Lemos lembrou a importância da família na proteção de crianças e adolescentes

“Hoje é o dia D de uma campanha que iniciamos no dia 9 de maio com ações em todos os serviços da Secretaria de Desenvolvimento Social da sede e na zona rural. Precisamos abrir os olhos e dizer um basta para a violência sexual contra crianças e adolescentes. Aproveitamos este momento para fazer um apelo para as famílias ficarem atentas aos seus filhos, porque esta é uma violência que acontece em sua maioria nas residências”, ressaltou Irma Lemos, vice-prefeita e secretária de Desenvolvimento Social.

O 18 de maio foi instituído pela Lei 9.970 e traz como símbolo oficial uma flor que remete a  lembrança dos desenhos da primeira infância, além de associar a fragilidade de uma flor com a de uma criança. E é essa criança que deve ser protegida. Por isso, a Prefeitura convidou todos os parceiros e a sociedade para realizarem uma programação conjunta.

Um dos parceiros que estiveram presentes na praça foi o Sest/Senat, que também levou informações para a população que passou pelo estande da Prefeitura. “Nós fazemos essa campanha em todo Brasil, alertando os trabalhadores do transporte, alertando quanto à violência e à exploração sexual e também convocando-os para serem parceiros na denúncia deste tipo de crime”, esclareceu Petruska Ferraz, técnica do Sest/Senat.

A Pastoral do Menor também levou sua mensagem sobre contra a violência

A Pastoral do Menor levou seus educandos do programa Jovem Aprendiz para participarem da ação, alertando a população em um texto escrito pelos próprios educandos sobre a exploração sexual. “Esta é uma violência que só irá acabar quando toda sociedade disser um basta para isso. Nós não podemos fechar os olhos para este problema que nossas crianças e adolescentes passam. Hoje é dia D de conscientização, mas ela deve acontecer nos 365 dias” alertou Janilce Mota, coordenadora da Pastoral do Menor.

Wallas lembrou que o Conselho Tutelar é primeiro a receber a denúncia de exploração e abuso contra crianças e adolescentes

Durante o evento, a população teve acesso a vários números telefônicos para denunciar casos de exploração sexual. Como exemplo, o 191 da Polícia Rodoviária Federal e o 100 dos Direitos Humanos. Em Conquista, há também os números dos três Conselhos Tutelares: zona oeste, 3424-4735; zona leste, 3420-8956; e rural, 3420-8955.

Para o conselheiro tutelar Wallas Pinto, este é um momento de alertar a comunidade quanto a este grave problema. “O Conselho Tutelar é a porta de entrada, é quem faz os primeiros procedimentos de averiguar junto com a polícia a denúncia e dá seus encaminhamentos para rede de proteção. E hoje é o dia para falarmos mais uma vez para sociedade que o problema existe e deve ser combatido por todos”, alertou Wallas.

Os comentários estão encerrados.