Prefeitura realiza reunião com agricultores cadastrados no Programa de Aquisição de Alimentos

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 10 abr 2017

Tags:, , ,

da Redação
Conteúdo Ascom / Prefeitura

O Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) tem contribuído muito com a agricultura familiar em Vitória da Conquista. Atualmente, 358 produtores conquistenses que estão cadastrados no Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) estão sendo beneficiados com o programa, que este ano destinou para Vitória da Conquista R$ 962 mil reais para compra da produção deste agricultores.

Para marcar o início das atividades do ano de 2017 do PAA, a Secretaria de Desenvolvimento Social, por meio da Condenação de Segurança Alimentar e Nutricional, organizou o encontro com os produtores cadastrados no programa, nesta sexta-feira, 07 de abril, na sede da coordenação, com a presença do secretário de Agricultura e Desenvolvimento Rural, Arlindo Rebouças, e a vice-prefeita e secretária de Desenvolvimento Social, Irma Lemos.

“Este é um programa do Governo Federal que veio para ajudar o homem do campo, principalmente o pequeno agricultor e evita que as famílias saiam da zona rural e busquem a cidade”, ressaltou Irma Lemos sobre a importância do programa para o incentivo à agricultura familiar na zona rural do município.

O agricultor José Cordeiro, que mora no povoado Lagoa das Flores, lembrou que Vitória da Conquista é uma das únicas cidades que tem o PAA: “o PAA foi umas das melhores soluções para o agricultor. É uma fonte de renda e nos livra dos atravessadores. Com esta renda nós podemos melhorar nossa produção”, destacou Cordeiro.

Durante a reunião, o coordenador Augusto Jorge José Leal informou que  cada agricultor poderá vender até R$ 6.500,00 por ano para Prefeitura. “Este é um programa que ajuda a escoar a produção dos pequenos agricultores, melhora o cardápio das 58 instituições que recebem os produtos comprados pela Prefeitura, garantindo a segurança alimentar de produtores e consumidores”, afirmou Augusto.

Arlindo Rebouças lembrou a importância do Programa para o fomento da agricultura familiar no Município e informou a todos sobre o Programa da Palma Forrageira, implantado pela Prefeitura, que irá ajudar tanto o agricultor, quanto o criador, “nosso objetivo é levar tecnologia para o homem do campo para que todos possam aprender a conviver com a seca, para isso estamos fazendo parceria com todas as universidades”, salientou Arlindo.

Na oportunidade, os agricultores presentes tiraram dúvidas quanto ao PAA, que a partir da próxima segunda-feira, 10, inicia suas atividades, começando a receber dos agricultores a sua produção para distribuição nas instituições cadastradas pela Prefeitura.

PAA- É um projeto cujo objetivo é garantir o acesso de alimentos às populações em situação de insegurança alimentar nutricional e, ainda, promover a inclusão social por meio da agricultura familiar, adquirindo alimentos dos agricultores familiares que se enquadram no Programa Nacional de Fortalecimento Familiar (Pronaf). A criação do PAA, por instrumento legal, representou um marco na política agrícola brasileira. Sua implementação revela, de forma inédita, a presença do Estado na comercialização da pequena produção familiar. Ao assegurar aos pequenos agricultores a aquisição de seus produtos, o governo lhes transmite segurança e, como os preços são remuneradores, eles se sentem incentivados a produzir mais e melhor. Com isto – e em articulação com outras ações – eleva-se significativamente o padrão de vida do agricultor e de sua família e promove-se o desenvolvimento sustentável nas áreas menos assistidas do meio rural. (informações: www.mds.gov.br)

 

Os comentários estão encerrados.