Prefeitura se mantém em silêncio após movimentação de vanzeiros

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte, Vit. da Conquista | Data: 26 abr 2018

Tags:, , ,

da Redação
Foto: Ilustração

O site da Prefeitura não divulgou nenhuma nota em relação a movimentação dos vanzeiros que anunciaram uma paralisação das vans na manhã desta 5ª feira (26).

O Edital que foi publicado no dia 21 de fevereiro, e que motivou a insatisfação dos vanzeiros, só agora a associação resolveu manifestar descontentamento, com as normas estabelecidas, e que irão  servir de balizamento para a histórica regulamentação do transporte alternativo na cidade. A Licitação será julgada no dia 2 de maio e logo será divulgada a relação dos permissionários que serão legitimados a operar linhas em Conquista.

Após a conclusão da Licitação, a Prefeitura estipulará prazo razoável para que os ganhadores preparam os veículos com identificação visível  para facilitar a fiscalização. Após o prazo, os veículos não padronizados, serão  apreendidos em pátio com aplicação de multas e ainda despesa de guincho e diárias.

Vans

A Antravic – Associação divulgou nota à imprensa, promoveu reunião na noite de ontem e protocolou o documento abaixo na Prefeitura. Leia a íntegra:

Falência

O PT durante 20 anos conseguiu falir o sistema de transporte coletivo e motivou grave denuncia do MP –  Ministério Público contra a última licitação feita na gestão Guilherme Menezes (PT). O processo demorou 3 anos para sair o resultado, que segundo o MP faltou lisura. O parecer do MP pede a anulação do contrato.

O Ministério Público entendeu que que a Ação Popular, movida pelo ex-vereador Arlindo Rebouças, deve ser julgada procedente, para anular o contrato de concessão que foi assinado com a Ré Cidade Verde.

Concluiu o Ministério Público: (…) Como precaução e para respeitar o princípio da descontinuidade dos serviços públicos, entende, ainda o MPE que V.Exa. deve determinar que o Município providencie a realização e conclusão de Licitação Pública, no prazo de 180 (cento e oitenta) dias a contar do trânsito em julgado da sentença, para as linhas integrantes do Lote.

Desordem

A Licitação do dia 2 de maio será um marco para a cidade de Vitória da Conquista. Segundo declarações do prefeito Herzem, Gusmão (PMDB), o transporte alternativo será legalizado e marcará o fim da clandestinidade. ” A desordem no transporte coletivo não será tolerada. O Governo atuará com rigor e determinará o fim da clandestinidade do transporte feito por vans ou qualquer outro veículo”, disse o prefeito.

A atual administração encontrou o caos no sistema de transporte, fruto da falta de gestão durante 20 anos.

 

Os comentários estão encerrados.