Prejuízos e impactos causados com a extinção da EBDA serão debatidos na Assembleia Legislativa

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 01 jun 2016

Tags:, , ,

Por Samuelita Santana

A sessão foi proposta pelo líder da oposição Sandro Régis, acolhendo pedido dos ex-funcionários que denunciaram  irregularidades e uso político do órgão
 
SAndroPor iniciativa do líder da oposição na Assembleia Legislativa, deputado Sandro Régis (DEM), os impactos causados com a extinção da Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola – EBDA, serão debatidos numa sessão especial, realizada no plenário da Casa nesta quinta-feira, 02, às 9:30h. A sessão está sendo aguardada com expectativa e promete aquecer as discussões, já que trará à tona as denúncias feitas pelos ex-funcionários da empresa, apontando uma série de irregularidades na execução de convênios firmados com ONGs. Eles asseguram que os 201 convênios, que somam R$ 14,7 milhões, não cumpriram o que foi pactuado.
Sentindo-se injustiçados pelo governador Rui Costa que tentou justificar a extinção da EBDA classificando a sua gestão de incompetente, os trabalhadores demitidos cobram agora a eficiência da BAHIATER, instituição criada pelo governador para substituir a EBDA. ” A informação que temos é que passados mais de 16 meses da reforma administrativa que extinguiu a EBDA, a empresa substituta criada pelo governo apresenta péssimo desempenho e está longe de alcançar a totalidade dos municípios baianos”, criticou o democrata Sandro Régis, lembrando que além dos 1,2 mil funcionários que perderam seus empregos, os prejuízos com o desaparecimento da empresa atingem também os pequenos agricultores rurais que continuam sem assistência técnica e com volume de crédito insuficiente para aplicar em sua produção.

Durante a sessão especial os antigos trabalhadores vão denunciar também a  “avalanche” de contratações efetivadas durante a transição dos governos de Jaques Wagner e Rui Costa o que, segundo eles, comprovam o uso político do órgão, além da leniência dos dois governos com a invasão pelos Sem Terra de quase todas as estações experimentais da EBDA, causando prejuízos materiais incalculáveis, sobretudo no âmbito da pesquisa.

Os comentários estão encerrados.