Professora vai ao Hospital de Base e protesta contra o precário atendimento

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde | Data: 10 ago 2013

Tags:, ,

da Redação

Cartaz

A professora Valderez Oliveira, foi ao Hospital de Base visitar um paciente e ficou escandalizada com a situação de um jovem de 18 anos. O paciente, que teve o abdômen aberto por duas vezes, permanece no corredor daquela unidade hospitalar. “Liguei para Leninha e ela disse que nada poderia fazer porque estava em casa”, lamentou a professora. O operado, não está livre de outra intervenção cirúrgica, e permanece no corredor correndo risco de contrair infecção.  Na recente visita do secretário Jorge Solla (Sesab), foi divulgado através da imprensa, que o problema estava resolvido com a transferência de pacientes para hospitais da rede privada.

Este caso registrado pela professora Valderez é mais uma demonstração que a gestão de Solla fracassou. O Ministério Público de Vitória da Conquista deveria intensificar a fiscalização com visitas diárias ao Hospital de Base. O MP tem como solicitar a Justiça , que  pacientes em estado grave, sejam transferidos para a rede hospitalar privada. O Estado da Bahia paga a conta. O cartaz que ilustra este artigo foi exibido por médicos durante o protesto em Vitória da Conquista.

Os comentários estão encerrados.