Professores, estudantes e técnicos das Universidades Estaduais ocupam Assembleia Legislativa

0

Publicado por Resenha Geral | Colocado em Bahia, Brasil, Educação, Sudoeste, Vit. da Conquista | Data: 19 set 2014

Tags:, ,

Da Redação

10666063_777591768970475_1866699371181742568_nA luta por mais verbas para as Universidades Estaduais da Bahia continuou durante o dia de ontem. Professores, estudantes e técnicos da Uesb, Uesc, Uefs e Uneb ocupam a Assembleia Legislativa (ALBA) desde a manhã de quarta-feira (17). A comunidade acadêmica reivindica ampliação do quadro docente, aprovação do projeto de lei para a desvinculação de vagas por classe e destinação de 7% da receita líquida de impostos (RLI) para o orçamento das Universidades.

Após a ocupação do saguão da ALBA durante a noite, o Movimento volta a realizar protesto no pátio da Assembleia. Ainda pela manhã será feita a avaliação dos próximos passos da mobilização e suas atividades.

Em 2014, quase R$ 12 milhões foi retirado das rubricas responsáveis pelo pagamento de bolsas (monitoria, pesquisa e extensão), trabalhadores terceirizados, contas de água, luz, telefone, materiais de higiene, participação em eventos, manutenção das estruturas físicas e veículos, por exemplo. Para o ano que vem, uma nova redução de R$ 7,3 milhões foi anunciada pelo governo.

O Movimento Docente defende a expansão do ensino superior público, federal e estadual. Contudo, na avaliação dos docentes, a expansão das Universidades Federais na Bahia não pode ser usada pelo governo estadual como justificativa para uma política de sucateamento das Universidades Estaduais. Essa política se evidencia pelos dois anos seguidos de redução orçamentária nas verbas de manutenção, investimento e custeio.

Atualmente o governo destina cerca de 5% da RLI para as Universidades Estaduais, recursos insuficientes para o custeio das instituições. O Movimento Docente reivindica a ampliação de verbas para 7% da RLI, o que significa mais R$ 430 milhões para os orçamentos das Universidades, para que possam desenvolver de forma adequada as atividades de ensino, pesquisa e extensão.

Os comentários estão encerrados.