Profissionais da Educação Municipal aprovam greve a partir de segunda (25)

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 20 maio 2015

Tags:, , ,

por Mateus Novais

GEDSC DIGITAL CAMERAfoto: Ascom SIMMP

Os professores e monitores da Rede Municipal de Ensino aprovaram, nesta quarta-feira (20), a deflagração da greve por tempo indeterminado. O movimento terá início na próxima segunda, quando se cumpre o prazo legal de 72 horas do comunicado ao empregador, no caso, a Prefeitura Municipal.

De acordo com o Sindicato do Magistério Municipal Público de Vitória da Conquista (SIMMP), durante a negociação, o governo municipal não ofereceu nenhum dos itens colocados na proposta que encaminhada desde o dia 14 de abril. “A Prefeitura insiste em dizer que não tem nada a oferecer aos profissionais da educação”, afirma a presidente do SIMMP, Geanne Oliveira, que também aponta que a Prefeitura não quer reconhecer o sindicato como representante de todos os profissionais da educação. “Hoje, nós somos o sindicato dos profissionais da educação, onde monitores e professores fazem parte dele, e a Prefeitura insiste em não reconhecer a luta dessa categoria. Ela insiste em tentar negar o direito sagrado do trabalhador à livre escolha de quem o representa”.

O prazo dado pelo sindicato para a Prefeitura realizar uma nova proposta aos profissionais é até a próxima sexta, às 17 horas. “Nós estamos abertos a reavaliar essa posição. Se, infelizmente, até sexta-feira a prefeitura não se movimentar, estará deflagrada a greve na Rede Municipal de Ensino, com todas as creches e escolas da zona rural e urbana fechada”, diz Geanne. A sindicalista também alerta que o não funcionamento das creches prejudica toda a cidade, já que muitos profissionais não poderão deixar seus filhos nas creches públicas.

Os principais pontos apresentados pelos profissionais são: Reformulação do plano de carreira, cumprimento integral da Lei do Piso Salarial, condições para a realização das Atividades Complementares, Transporte Escolar de qualidade, melhoria na infraestrutra das escolas e creches.

Os comentários estão encerrados.