Projeto Cidade Empreendedora promove debate sobre Compras Estratégicas e da Agricultura

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 12 ago 2018

Tags:, ,

banner alfa park

da Redação
Fonte: Secom (Conteúdo)

A Prefeitura de Vitória da Conquista, em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), promoveu nessa quarta-feira (8), mais um encontro do projeto Cidade Empreendedora. O evento, que tem por objetivo fomentar a economia local e incentivar atividades empreendedoras, promoveu um debate sobre Compras Estratégicas e Compras da Agricultura e contou com a participação de servidores municipais envolvidos diretamente com tais serviços.

A advogada e consultora do Sebrae – BA, Lícia Meneses, palestrou sobre a importância da elaboração de políticas voltadas à participação de micro e pequenas empresas e também orientou sobre as relações de compra voltadas à agricultura familiar. Segundo Lícia, a consultoria se dispõe a instruir os gestores municipais a fazer o planejamento e o acompanhamento dos processos licitatórios. “Fico muito feliz em ver o município colocar em prática a obrigatoriedade do que diz a lei complementar 123, que se refere a um tratamento especial às pequenas e micro empresas”, enfatizou a consultora.

Para o secretário de Trabalho, Renda e Desenvolvimento Econômico, Claudio Cardoso, os encontros do Cidade Empreendedora no Sebrae tem sido proveitosos. “Estamos já em fase de execução, com comissões e eixos estratégicos, e em processo avançado, tanto com a agricultura familiar com o setor de licitações. Estamos agora projetando a geração de mais emprego e renda dentro do próprio município”, explica Cardoso.

O secretário de Administração, Jonas Sala, vê com bons olhos iniciativas como as do programa, principalmente no quesito do planejamento das ações do poder público. “A Prefeitura é o maior comprador do município e o faz por meio das licitações. Dessa forma, planejar toda essa relação entre a Prefeitura e as empresa licitantes, de modo que as pequenas e micro empresas locais participem, é de vital importância para que a economia como um todo cresça”, conclui o secretário.

Os comentários estão encerrados.