Vitória da Conquista terá o CPR/Sudoeste com aprovação dos Projetos de lei que organizam PM e Bombeiros?

0

Publicado por Editor | Colocado em Segurança | Data: 20 nov 2014

Tags:, , ,

da Redação

Criação do Comando de Policiamento da Região da Chapada foi anunciado na edição de hoje do Correio da Bahia,  faltou anunciar o de Vitória da Conquista

ALBAOs projetos de lei que organizam a Polícia Militar da Bahia e o Corpo de Bombeiros foram aprovados na noite de ontem (19) pela Assembleia Legislativa. A PL 20.980/14, que reestrutura a PM, foi aprovada pela maioria dos votos. A dos Bombeiros foi aprovada por unanimidade.

Com a aprovação da Lei de Organização Básica da PM, mais 5 mil militares devem conseguir novos postos na PM ainda este ano na avaliação do comando geral da PM. Para o comandante Castro devem ser criados novos cargos, novas funções e novos postos e graduações na estrutura da PM. “Temos a previsão, já autorizada pelo Governo do Estado, de mais quatro mil cabos, três mil sargentos, 550 subtenentes, e sete vagas para coronéis – três decorrentes de reservas e quatro que chegarão em decorrência deste departamento de Promoção”, revelou ao Correio da Bahia

Há previsão de novas unidades da PM no interior da Bahia, como a de Policiamento Regional e Comando de Policiamento da Região da Chapada. Cinco colégios da PM e mais 19 companhias independentes da corporação também estão nos planos. Existe a promessa da criação do CPR/Sudoeste – Comando Regional da Policia Militar em Vitória da Conquista anunciada antes das eleições pelo Cel. Alfredo Castro e que não pode cair no esquecimento.

Bombeiros

A Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 138/2014, que desvincula o Corpo de Bombeiros da estrutura da PM no Estado da Bahia e passa ao comando da Secretaria da Segurança Pública (SSP) já havia sido aprovada por unanimidade pela Assembleia Legislativa. O comandante de operações do Corpo de Bombeiros Militar, coronel José Nilton Nunes Filho, considerou um marco a aprovação da lei. “Com isso teremos a estrutura de um novo órgão para poder desempenhar todo o arcabouço de bombeiro, não só a sua estrutura, mas também a parte orçamentária, e podemos ter a oportunidade de criar novas unidades e de uma promoção no Corpo de Bombeiros Militar”, revelou.

Os comentários estão encerrados.