Rui Costa diz que denúncias da Veja não têm nenhum fundamento

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia | Data: 18 jan 2015

Tags:, ,

Bocão News

Por David Mendes | Fotos: Paulo M. Azevedo

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), comentou neste domingo (18) a reportagem da revista Veja deste final de semana que aponta um suposto esquema de corrupção na Petrobras em benefício de campanhas eleitorais do PT na Bahia, entre elas a do ex-governador Jaques Wagner (PT).

Conforme a semanal, com base em relatos da ex-funcionária da estatal Venina Veloso, o ex-gerente de Comunicação da empresa, Geovane de Morais, sindicalista amigo de Wagner e de Rui desde os tempos do Sindiquímica, teria sido colocado na estatal para ser o “operador financeiro” do PT baiano e tinha a “missão de desviar recursos para alimentar o caixa eleitoral” do partido.

“Não tem nenhum tipo de fundamento. Mas sempre que qualquer denúncia surja tem que ser apurado para não restar nenhuma dúvida. (…) O que eu sei foi é que ele [Geovane] foi demitido por erros cometidos [na Petrobras]. A notícia que conheço pelo próprio Gabrielli é que se abriu um inquérito e ele foi demitido. Isso por se só responde qualquer tipo de dúvida. Se tiver algo a mais para esclarecer, tudo deve ser apurado e esclarecido à população”, defendeu o líder baiano, em entrevista após deixar a Basílica do Bonfim, em Salvador.

Questionado se já tinha conversado com o ex-governador e seu padrinho político sobre as denúncias, Rui Costa afirmou que tem falado com o atual ministro da Defesa, mas sobre outras coisas. “Não preciso consultar ele [Wagner] sobre isso porque tenho total confiança de que as informações não tem nenhum fundo de verdade”, disse.

Na denúncia, duas empresas teriam sido beneficiadas na época com projetos autorizados sem licitação por Geovane Morais. As duas produtoras de vídeo, que receberam R$ 4 milhões da Petrobras, trabalharam nas campanhas de Wagner e de duas prefeitas petistas.

Notícias relacionadas:

Ex-gerente da Petrobras diz que dinheiro foi desviado para campanhas na Bahia

Wagner rechaça tentativa de vincular seu nome a desvios de dinheiro na Petrobras

 

Os comentários estão encerrados.