Sequestradores de cabeleireira conquistense são condenados a 94 anos de prisão

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Justiça | Data: 18 fev 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

conquistenseNove pessoas envolvidas no sequestro da cabeleireira conquistense Arlethe Silva Patez foram condenadas pela Justiça a 94 anos e quatro meses de prisão, na soma total das penas. Outros três suspeitos de envolvimento no crime ainda estão foragidos. A cabeleireira era proprietária de um salão de beleza, no bairro Costa Azul, em Salvador, e estava deixando o local quando foi sequestrada. Ela ficou dez dias no cativeiro até ser resgatada. As informações são do Correio da Bahia

Segundo a assessoria da Polícia Civil, as condenações aconteceram no inicio deste mês. Andresson Lopes Oliveira, o Gordo, foi condenado a 13 anos e seis meses de prisão. Ele é apontado pela polícia como o responsável por escolher a vítima, acompanhar a rotina da cabeleireira e manter a quadrilha informada. Gordo é marido de uma das funcionárias do salão de beleza de Arlethe.

O soldado da Polícia Militar Solemar Alves Campos foi condenado a 13 anos de prisão. Ele roubou um veículo Gol, utilizado no dia do sequestro para levar a empresaria até o local do cativeiro, no município de Wenceslau Guimarães, no Sul da Bahia. Ele e Gordo foram presos cerca de um mês após o crime.

Solemar também tinha o dever de intervir caso o carro fosse parado em uma blitz, aproveitando do fato de ser policial. Ele era lotado na 41ª Companhia Independente de Polícia Militar (Salvador). Filipe Assis Lima, que ajudou o militar no roubo do veículo Gol, foi condenado a quatro anos e oito meses – a menor pena.

Outros sequestradores receberam diversas penas: Romildo de Jesus Oliveira, o Binho (13 anos), Edicléia Silva Santos (13 anos) – eles foram presos em setembro do ano passado – Manoel Candido da Paz, o Pastor (8 anos), José Evandro de Oliveira Santos, o Vando (10 anos), Inael Moura de Jesus, o Beibe (11 anos), e João Santos Souza (12 anos). Todos já estão presos.

Procurados

A partir da esquerda: Edson dos Santos, Manoel de Jesus e Vanusa Brito (Foto: Arte/G1)

A polícia procura ainda pelo traficante Manoel Rafael Bispo de Jesus, o Jorge Bocão, e pelo casal Edson Teixeira dos Santos Júnior e a mulher Vanusa Resende Brito, integrantes da quadrilha. Os três suspeitos têm mandado de prisão preventiva em aberto.

Os comentários estão encerrados.