ADAB intensifica ações de fiscalização em diferentes regiões da Bahia

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Geral | Data: 20 nov 2019

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é pel.gif

Fonte: Ascom/ADAB

A Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia, intensificou os esforços para evitar o abate clandestino de animais, em postos fixos ou barreiras móveis, em diferentes regiões do Estado. Em uma semana, mais de cinco toneladas de carne foram apreendidas a caminho dos pontos de venda.

Mais cinco toneladas de carne foram apreendidas em uma semana de operação contra o abate clandestino de animais. No Litoral Norte, extremo sul e Região Metropolitana de Salvador, técnicos e fiscais receberam denúncias sobre a circulação de mercadorias ilegais e reforçaram ações de fiscalização com apoio da Polícia Militar. As cargas apreendidas foram levadas para destruição em graxaria certificada pelo SIE (Serviço de Inspeção Estadual). Em Teixeira de Freitas, extremo sul baiano, a ADAB identificou um caminhão carregado com carcaças bovinas sem documentação sanitária ou nota fiscal.

“A carga estava sendo transportada em condições totalmente inadequadas já em processo de deterioração, e durante a aferição dentro do caminhão, o termômetro marcou mais de 30 graus, muito superior à temperatura permitida para o transporte desses produtos, que é de até sete graus. A fiscalização é exatamente para impedir que a população consuma produto estragado ou sem inspeção, como uma forma de evitar a entrada de doenças importantes para a defesa agropecuária”, ressalta Maurício Bacelar, diretor-geral da ADAB.

No município de Conde, Litoral Norte, carcaças de ovinos e suínos foram apreendidas no momento que eram descarregadas no mercado municipal.  Já em Camaçari (RMS), a Polícia Rodoviária Estadual (PRE) identificou, nessa terça (19), um veículo com irregularidades na documentação que transportava produtos cárneos sem o selo de inspeção da ADAB. A autarquia enviou técnicos ao local após ser acionada e a carga foi levada à incineração.

Campanha contra abate clandestino é promovida em Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral, Saúde, Vit. da Conquista | Data: 25 jun 2019

Tags:,

PMVC

A Prefeitura de Vitória da Conquista, por meio da Vigilância Sanitária (Visa) da Secretaria Municipal de Saúde, iniciará a partir desta quarta-feira (26), a campanha “Carne Clandestina é Crime”. A iniciativa, que tem o apoio do Ministério Publico, da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab) e da Policia Militar, visa coibir o abate e a comercialização irregulares de produtos animais.

O abate clandestino de animais representa riscos ao consumidor, pela ingestão de alimentos de qualidade sanitária suspeita, além de contaminar o meio ambiente. A carne pode ser considerada clandestina quando não é realizada a fiscalização pelo serviço de inspeção sanitária e quando há sonegação fiscal.

O regulamento engloba todos os tipos de carne: bovina, suína e de aves. O fornecimento não inspecionado do produto prejudica o controle de zoonoses e a segurança alimentar, além de causar uma série de doenças, como toxoplasmose, teníase e tuberculose. O reconhecimento da carne nos estabelecimentos legalizados é feito por meio dos selos de Inspeção Sanitária, podendo ser de esfera Estadual (SIE) ou Federal (SIF), que garantem um produto alimentício de origem animal seguro e confiável.

…Leia na íntegra

Itapetinga: homem suspeito de roubo e abate clandestino de gado é preso

0

Publicado por Editor | Colocado em Polícia | Data: 22 ago 2017

Tags:, ,

Da Redação
foto: divulgação Polícia Civil

Na manhã desta terça (22), um homem foi preso acusado de roubo e abate clandestino de gado em Itapetinga e região. A prisão foi resultado da segunda fase da Operação Terra Firme, realizada pela Polícia Civil, e tem como objetivo coibir o crime no Sudoeste da Bahia.

O suspeito, Ivanildo de Jesus Oliveira, de 38 anos, é açougueiro e, segundo a Polícia, essa é a terceira prisão dele. Em novembro de 2011, o homem foi preso em flagrante transportando carne bovina abatida de forma clandestina e tendo em seu poder uma espingarda calibre 22. Em março deste ano, Ivanildo e mais três pessoas foram presos com gado furtado.

Dessa vez, com o acusado, a Polícia encontrou seis espingardas de diversos calibres, dois revólveres, 17 quilos de chumbo (para carregar as espingardas), 170 munições de diversos calibres e nove lanternas. Segundo a Polícia, o armamento era usado para abater o gado no período da noite, no interior das fazendas.

Alerta da Carne: Bahia tem alto índice de abate clandestino; veja flagras

0

Publicado por Roberto Silva | Colocado em Bahia | Data: 09 set 2013

Tags:,

R7

A quarta reportagem da série flagrou alguns desses locais, que espantam pela falta de higiene e crueldade com os animais. Na Bahia, 40% de toda a carne vendida vem de abatedouros clandestinos.