Coletivo Suíça Bahiana apresenta novo selo “PIRIPIRI”

0

Publicado por Editor | Colocado em Cultura | Data: 17 mar 2017

Tags:, ,

Da Redação

O Coletivo Suíça Bahiana, que há oitos anos trabalha com a produção de eventos voltados para a música independente em Vitória da Conquista (BA), amplia o seu grau de atuação e inaugura um selo musical em 2017. Intitulado PIRIPIRI, a iniciativa será voltada para o lançamento de produtos de artistas locais. De acordo com o Coletivo, O PIRIPIRI chega para virar a chave e mostrar a sempre elogiada produção musical de Vitória da Conquista para o mundo.

Como primeira ação do Piripiri e paralelamente a seu lançamento, chega às plataformas de download o novo EP do cantor e compositor Achiles. “Divino e Ateu” é o primeiro trabalho solo do artista, que tem produção de Tiago Menezes e masterização de Felipe Tichauer, ganhador do Grammy Latino pelo álbum “Céu – Tropix”. O registro conta ainda com a participação de Driuzão (bateria) e Daniel Drummond (técnico de gravação).

Além de Achiles, o casting do selo terá inicialmente nomes como Dona Iracema, Marx Eduardo (ex-Os Barcos), Ana Barroso, Hotel Mambembe, Ciclanos de Tais, Marcus Marinho, Chico Ramalho e os DJ’s Rafaé e Paulinha Chernobyl.

Música: Achiles volta a ousar com ‘Mar de Refrigerante’

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Cultura | Data: 01 dez 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

img_2960

O clipe da música ‘Mar de Refrigerante’ é um novo passo na carreira do cantor e compositor Achiles. E que passo! Conhecido pela veia MPB, Achiles acaba de mostrar mais uma de suas faces. Dançando e cantando, Achiles, natural de Maracás, mas radicado em Vitória da Conquista, apresenta uma música bem POP, mas com uma forte crítica social.

Como é impossível não fazer comparações, o visual do seu novo clipe segue muito a vertente dos músicos da nova geração, que vem desbravando uma nova cena alternativa pelo país, a exemplo de Liniker e Carol Conká. Referências a Prince, em Purple Rain, e ao Pop americano também podem ser encontradas. Mas o que é difícil mesmo é não notar a ousadia do grande Ney Matogrosso nas coreografias eróticas, paetês e ‘carões’ de Achiles.

Mesmo com comparações, todo o mérito fica para o baiano, que conseguiu emular todas estas vertentes para dentro de seu novo single. E que single! Uma crítica direta ao que parece ser, mas que é recheada de vícios.

A coreografia um tanto descompassada com a letra. O excesso de cores e brilhos. Tudo exagerado para mostrar que o que se apresenta pode ser vista por vários olhares.

A letra da canção, aliás, – parceria com Paulo Monarco – escancara com exatidão toda essa ironia. Além, claro, de mostrar que a única coisa real na tela é essencialmente Achiles. Trechos como “Somos todos macacos dentro de um retrato três por quatro num resort em Montreal” mostra que, mesmo com uma batida dançante, o dançarino Achiles continua o mesmo artista ousado, que busca se reinventar – mas sempre provocando.

“Mar de Refrigerante é o grande delírio por onde caminho na minha condição de artista gay do interior da Bahia. Acho que o tema central da música e do videoclipe é o desmonte da ideia de que as coisas são puras. O corpo não é puro, o fazer política não é puro, a cultura e as manifestações artísticas não são puras. A ambivalência do mundo moderno nos convida a enxergar as coisas por infinitas janelas”, diz Achiles.

Vale destacar!

A letra da música desponta de uma coleta feita num site de notícias por Paulo Monarco, que utilizou as principais manchetes que lia para compor os primeiros versos da canção.

‘Mar de Refrigerante’ não entraria no novo EP de Achiles.

Vinte e oito pessoas trabalharam na produção do clipe. A realização é assinada pela Voo Audiovisual, com roteiro e direção de Edson Bastos e Henrique Filho. A coreografia ficou por conta de Robson Portela.

Achiles e Helio Flanders se apresentam na próxima edição do Retiros Autorais

0

Publicado por Editor | Colocado em Cultura | Data: 05 set 2016

Tags:, , ,

Da Redação

downloadNa próxima sexta-feira (9), acontece mais uma edição do projeto Retiros Autorais. Dessa vez, Achiles convida o cuiabano Helio Flanders, vocalista do Vanguart. No evento, Helio apresentará seu show “Uma temporada fora de mim”, em que toca piano elétrico, violão e guitarra e tem a companhia do violoncelista Bruno Serroni.

A apresentação ocorrerá no Teatro Municipal Carlos Jehovah, em Vitória da Conquista. Os ingressos já estão à venda na HeyJoe e plataforma Sympla, e podem pelo valor de R$40 (inteira) e R$20 (meia).

 

Achiles abre projeto ‘Retiros Autorais’, no Teatro Carlos Jehovah

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Cultura | Data: 26 abr 2016

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

ACHILES

O cantor e compositor Achiles, radicado em Vitória da Conquista, dará o ponta-pé em seu mais novo projeto: ‘Retiros Autorais’. A proposta são encontros entre compositores. A primeira edição traz a compositora Ana Barroso e acontece na próxima quinta-feira (28), no Teatro Carlos Jehovah, às 20 horas.

Depois de anunciar um hiato em seu projeto CAIM com o instrumentista Marcus Marinho, Achiles prepara o lançamento de seu primeiro EP, intitulado “Divino e Ateu”. O trabalho está sendo produzido por Tiago Menezes e inclui composições em parceria com amigos compositores, como Marcus Marinho, André Fernandes, Conrado Pera e Paulo Monarco.

Ana Barroso é cantora, compositora e atriz. De 2008 a 2010 foi vocalista da banda Brincando de Cordas, importante grupo do cenário musical baiano; em 2011, juntamente com seu pai Nagib Barroso, representou o Brasil em Sankt Gallen, Suíça, com o relevante show musical intitulado Um Dia de Brasil. Como atriz, atuou em oito espetáculos teatrais e nas montagens de “Cenas Brasileiras”, no I Festival de Ópera Brasileira, com as composições de Elomar Figueira. Hoje, depois do nascimento de Lira, sua primeira filha, Ana sente-se inspirada e feliz rumo ao seu primeiro CD autoral.

Quem assina a direção musical da primeira edição dos Retiros é o músico e compositor Tiago Menezes.

Projeto

Em cada edição, serão intercaladas interpretações de canções do artista anfitrião com apresentações de composições do(a) artista convidado(a) da vez. Os “Retiros Autorais” primam pela informalidade dos encontros entre compositores, nos quais a música também é combinada com relatos de trajetórias pessoais, expectativas profissionais dos artistas e suas motivações criativas.