Fórum das ADs lança nota de repúdio e exigem saída de Coordenador do Ensino Superior

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Educação | Data: 26 abr 2016

Tags:, ,

Por Halanna Andrade


Coordenador desenha durante reunião com o Movimento

O Fórum das Associações Docentes das Universidades Estaduais da Bahia (Fórum das ADs) lançou uma nota de repúdio ao Coordenador do Desenvolvimento do Ensino Superior, Paulo Pontes. Os professores criticam a falta de preparo técnico e político do funcionário da Secretaria de Educação, demonstrado inclusive durante a greve da categoria em 2015. O Movimento também reivindica a retirada imediata de Paulo Pontes do cargo.

“O Coordenador desconhece as estruturas das Universidades Estaduais da Bahia, os cursos que precisam ser consolidados e a redução orçamentária das instituições, também não conhece o funcionamento da carreira docente, tão pouco o perfil dos estudantes matriculados”, afirma Fórum das ADs.

Conheça o documento na íntegra.

Fórum das ADs recebido pela bancada de oposição

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Educação | Data: 27 out 2015

Tags:, , , , ,

da Redação

ALBAA bancada de oposição na Assembleia Legislativa da Bahia recebe na manhã desta terça-feira (27) o Fórum das ADs. O movimento em defesa nas universidades tem destacado a crise financeira das Universidades Estaduais da Bahia (UEBA) que é considerada muito grave. Os problemas orçamentários podem inviabilizar as atividades das universidades Para modificar essa realidade, o Fórum das ADs (Adusb, Adufs, Adusc e Aduneb), reunido no dia 23 de outubro em Vitória da Conquista, avaliou que só por meio da luta os problemas orçamentários poderão ser superados.

Os cortes no orçamento serão abordados no encontro que ocorrerá na sala da Minoria liderada pelo deputado estadual Sandro Regis (DEM). De acordo com informações da Assessoria de Planejamento da UESB, serão necessários mais R$ 11 milhões até dezembro. O Estado não vem esboçando nenhuma reação para mudar esta triste realidade. As ADs irão propor uma emenda ao Orçamento do Estado e será apreciada pelos 21 deputados que integram a bancada de oposição na Casa.

Oposição recebe Fórum das ADs nesta terça-feira

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Educação | Data: 26 out 2015

Tags:, , ,

da Redação

Nesta terça-feira (27), na sala da Minoria acontecerá o encontro entre o Fórum das ADs e a bancada de oposição na Assembleia Legislativa. Os representantes dos docentes das universidades estaduais buscam apoio dos parlamentares para uma emenda à Lei Orçamentária Anual de 2016, que garanta mais recursos para as universidades.

Os deputados de oposição darão toda atenção que merece os representantes das ADs. Além da presença do líder Sandro Regis (DEM), de Feira de Santana estarão os deputados Carlos Geilson (PSDB) e José de Arimatéia (PRB); o deputado Leur Lomanto (PMDB) defenderá interesses das universidades, e em especial, o da Uesb de Jequié; Pedro Tavares (PMDB) e Augusto Castro estarão atentos em defesa da Uesc, do eixo Itabuna/Ilhéus; e finalmente Herzem Gusmão (PMDB), representando as cidades de Vitória da Conquista e Itapetinga.

Sem alterações no Orçamento previsto para as universidades para 2016 – o funcionamento das universidades ficará inviabilizado. As ADs tratarão interesses das universidades de Vitória da Conquista (Uesb), de Feira de Santana (UEFS), do eixo Itabuna/Ilhéus (UESC) e UNEB.

Bancada de oposição tem encontro com Fórum das ADs em Salvador

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Educação | Data: 23 out 2015

Tags:, , , ,

da Redação

ADs

O deputado Herzem Gusmão (PMDB) vai coordenar o encontro entre o Fórum das ADs e a bancada de oposição na Assembleia Legislativa. Os representantes do Fórum pretendem conquistar o apoio dos parlamentares para uma emenda à Lei Orçamentária Anual de 2016, que garanta mais recursos para as universidades.  O pedido para Gusmão ser o coordenador do encontro foi feito pelo líder da bancada de oposição na Alba, deputado Sandro Regis (DEM). Logo após aceitar o convite, Herzem Gusmão acionou a sua assessoria e confirmou a reunião para a próxima terça-feira (27). O Governo da Bahia vem negando investimentos que possam restaurar a crise nas universidades do Estado.

Em recente nota divulgada na imprensa, a Adusb informou que só na UESB, a soma dos cortes de verbas nos últimos dois anos ultrapassa R$ 6,5 milhões. Em 2016, a universidade receberá o mesmo valor de 2015 para as verbas de manutenção, investimento e custeio, montante comprovadamente insuficiente para as demandas.

Já o Conselho Superior da Uesb, em sua última reunião, realizada no dia 14 de outubro, admitiu que caso o governo não realize suplementação dos recursos ainda esse ano e não altere a cota orçamentária para 2016, o funcionamento da universidade ficará inviabilizado e poderá resultar na suspensão de atividades. Nas demais universidades da Bahia a situação não é diferente. As ADs tratarão interesses das universidades de Vitória da Conquista (Uesb), de Feira de Santana (UEFS), do eixo Itabuna/Ilhéus (UESC) e UNEB.

Greve: posição das ADs na votação da LDO na Assembleia Legislativa da Bahia causa estranheza

0

Publicado por Editor | Colocado em Educação | Data: 09 jul 2015

Tags:, , , ,

da Redação

GREVE ADSJá são quase 2 meses de greve deflagrada na UESB e em todos as universidades estaduais da Bahia. O movimento grevista cobra o fim do contingenciamento de recursos do orçamento 2015. O Fórum das ADs (Associação dos Docentes) protocolou em Salvador, no início da semana, a contraproposta do Movimento Docente na Secretaria de Educação e Secretaria de Administração. Além de destacar as reivindicações dos professores, o documento solicita posicionamento do governo até o dia 9 de julho de tudo o que vem sendo cobrado.

Porém, durante a votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) os professores se ausentaram. A bancada de oposição, que representa a minoria na casa, apresentou 4 emendas, sendo que uma delas era exatamente a que cobrava aplicação de 7% da Receita Corrente Líquida (RCL) nas universidades – uma das solicitações do Fórum das ADs. Já o movimento não apresentou nenhuma resistência à bancada governista, que foi contrária à proposta.

Não deu para entender a ausência de representantes do movimento nas galerias da Assembleia. Sequer um simples cartaz foi exibido. Vale destacar que em todas as manifestações das ADs nota-se cuidados especiais com o Governo, desde a gestão Jaques Wagner. Posição como esta coloca em dúvida a autenticidade do movimento grevista.

Fórum das Ads indica aprovação do Estado de Greve nas Universidades Estaduais

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Vit. da Conquista | Data: 20 mar 2015

Tags:, , , ,

Adusb

O avanço na luta contra a crise orçamentária foi considerado como essencial pelo Fórum das Associações Docentes (Fórum das ADs), durante a reunião ocorrida no dia 12 de março, em Ilhéus. Com a recusa do governo em iniciar o processo de negociação da pauta de reivindicações, o Movimento Docente mostra disposição para o enfrentamento e pauta a greve. O Fórum indica a aprovação do estado de greve e paralisação no dia 8 de abril para construção das atividades do Dia Estadual em Defesa da Educação Pública. Na data, coletivos, sindicatos e movimentos sociais realizarão um ato em frente a Secretaria de Educação, em Salvador, quando será lançado o Comitê em Defesa da Educação Pública na Bahia.

Mesmo com a mobilização durante todo o ano de 2014 pelo respeito aos direitos trabalhistas e mais recursos, o governo não atendeu às demandas do Movimento Docente. Foram realizadas paralisações, panfletagens, campanha de mídia, atos públicos e até mesmo ocupação da Assembleia Legislativa. O indicativo de greve também foi aprovado nas quatro Universidades (UESB, UESC, UEFS e UNEB).

Apesar da importância das mobilizações, o governo não cumpriu suas promessas no que se refere ao PL da desvinculação e ampliação do quadro de vagas. Em relação ao orçamento, além de não destinar 7% da receita líquida de impostos, reduziu em 2015 novamente as verbas de manutenção, investimento e custeio das Universidades. Nem mesmo a reposição inflacionária do ano passado está garantida para os(as) servidores(as) públicos(as), já que o Secretário da Fazenda defende o “adiamento” do pagamento. Em outras palavras, diante do descaso total, é preciso endurecer com o governo. Neste sentido, o Fórum das ADs aponta para a aprovação do estado de greve nas assembleias docentes das quatro Universidades Estaduais no final de março. …Leia na íntegra