Vitória da Conquista realiza “Dia D” contra mosquito aedes aegypti

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 06 dez 2014

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

IMG_1533Terminou neste sábado (6), o “Dia D” contra o mosquito aedes aegypti, responsável pela transmissão da dengue e da Chinkungunya. Na sexta, os agentes comunitários de endemias e de saúde de Vitória da Conquista realizaram um ‘faxinaço’ para alertar quanto aos riscos.

Em parceria com a Mobilização Social Contra Dengue da Fundação Luís Eduardo Magalhães (FLEM), os agentes visitaram casas e terrenos do bairro Cidade Maravilhosa, orientando a população quanto à importância da eliminação dos criadouros do mosquito aedes aegypti. Com existência da Chinkungunya os cuidados devem ser redobrados.

Neste sábado, a mobilização terminou com a realização de atividades na Praça 9 de Novembro.

Chikungunya: sanitarista alerta para a necessidade de eliminar o mosquito aedes aegypti

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 15 out 2014

Tags:, , , , ,

por Mateus Novais

Juarez 03Em recente visita a Vitória da Conquista, o sanitarista e coordenador da Superintendência Estadual de Vigilância e Emergência em Saúde Pública (Suvesp), Juarez Dias, realizou uma palestra de capacitação sobre as febres Chikungunya e Ebola. Na Bahia, já foram registrados cerca de 300 casos, 274 só em Feira de Santana. Conquista não tem nenhuma ocorrência até o momento.

Segundo Juarez Dias, a “Chikungunya é uma doença que tem uma letalidade muito baixa. Não é como a dengue, que pode levar ao óbito. Mas tem uma coisa muito ruim que é a dor que permanece por muito tempo. Então o que nós orientamos é quem tem os sintomas da dengue, mas com dores muito intensas nas articulações, procuram o posto de saúde para diagnosticar”, alertou.

O médico sanitarista também revelou que a Chikungunya é transmitida pelo mesmo transmissor da dengue, o mosquito aedes aegypti. “Então, temos que trabalhar para não ter o aedes. Eliminando o aedes não vamos ter Chikungunya, nem dengue”.

De acordo com o último Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa) de 2014, Conquista continua na zona de alerta. Mesmo assim, caiu de 2,2% para 1,3% de índice de infestação predial.

Dengue: índice de infestação cai em Vitória da Conquista, mas requer atenção

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 16 jul 2014

Tags:, , ,

por Mateus Novais

dengue_site2-300x204O índice de infestação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, caiu em Vitória da Conquista. Por meio do resultado do terceiro Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa) de 2014, ficou constatada a diminuição de 1,9% do índice em relação ao último ciclo.

A cidade saiu zona de alto risco, com índice de 4,1%, para a zona de alerta, com 2,2% de índice de infestação predial, segundo a Secretaria Municipal de Saúde concluiu na última semana. Além da redução no índice de infestação, a Secretaria registrou queda acentuada no número de notificações de casos suspeitos em relação ao primeiro semestre do ano passado. De janeiro a junho, foram notificados 132 casos. No mesmo período de 2013, foram 855 notificações.

É considerado de baixo risco pelo Ministério da Saúde índice de infestação menor que 1%. Acima de 1% até 3,9% representa um sinal de alerta. Já a partir de 3,9% a área é classificada como de alto risco de contaminação pela dengue.

Casos da dengue caem no Brasil e aumentam em Vitória da Conquista, diz Ministério da Saúde

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 18 mar 2014

Tags:, , ,

por Mateus Novais

dengue123-1024x750Como já foi adiantado pelo Blog da Resenha Geral, dados do Ministério da Saúde sobre o índice de infestação por dengue, divulgado nesta terça-feira (18), colocam Vitória da Conquista em estado de alerta. No Balanço de Casos da Dengue do Governo Federal, a cidade, com 3,9%, está próxima do estado de risco (cidades acima de 4% de infestação).

Enquanto os casos de dengue caíram 80% no país no primeiro bimestre de 2014, em relação ao mesmo período de 2013, Vitória da Conquista viu o Índice de Infestação por aedes aegypti subir de 2,1% para 3,9%, segundo os dados do Ministério da Saúde. Este ano, a capital do sudoeste já registrou o primeiro caso oficial de dengue.

O levantamento atual do Ministério da Saúde revela que 321 cidades brasileiras estão em situação de risco, 725 em situação de alerta e 413 em situação considerada satisfatória. O percentual de municípios identificados em situação de risco foi de 22% em 2014. No mesmo período de 2013, o índice era de 27%.

Após confirmação de primeiro caso de dengue, prefeitura intensifica trabalhos

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 07 mar 2014

Tags:, ,

por Mateus Novais

DSC09740Por meio de nota, o Governo Municipal informou que “vem intensificando as visitas aos imóveis, por meio da realização de mutirões aos sábados, coleta de pneus e orientação à comunidade quanto à importância de evitar o acúmulo de água em reservatórios destampados”.

É importante o cuidado com a residência, onde segundo o Levantamento Rápido de Infestação (LIRAa) realizado no mês de dezembro de 2013, 90% das larvas coletadas pelos agentes de endemias estavam nas residências, o que aumenta a responsabilidade de todos nas ações de combate a dengue.

O primeiro caso de dengue em Vitória da Conquista neste ano foi confirmado na última quinta-feira (6). Segundo a coordenação de endemias, foram registrados 15 casos suspeitos, sendo 14 negativos, nos dois primeiros meses do ano, janeiro e fevereiro.

Prefeitura anuncia primeiro caso confirmado de dengue em Vitória da Conquista em 2014

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 06 mar 2014

Tags:, ,

por Mateus Novais

dengue123-1024x750A Prefeitura Municipal, através do Programa Municipal de Controle de Endemias anunciou o primeiro caso confirmado de dengue em Vitória da Conquista neste ano. Segundo a coordenação de endemias, foram registrados 15 casos suspeitos, sendo 14 negativos, nos dois primeiros meses do ano, janeiro e fevereiro.

A prefeitura não informou quando e onde foi contraída a doença, nem o nome da pessoa infectada.

Em janeiro, a Secretaria de Saúde de Vitória da Conquista, divulgou o Levantamento Rápido do Índice de Infestação por aedes aegypti (LIRA) de Vitória da Conquista estava em 3,8%: estado de alerta. …Leia na íntegra

Dengue: indicie de infestação de 3,8% coloca Vitória da Conquista em estado de alerta

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 14 jan 2014

Tags:, , ,

por Mateus Novais

DSC09740Com o verão, vem o perigo da dengue. Segundo a Secretaria de Saúde de Vitória da Conquista, divulgado diz nesta quarta-feira (14), o Levantamento Rápido do Índice de Infestação por aedes aegypti (LIRA) está em 3,8%: estado de alerta.

O levantamento foi realizado pelos agentes de endemias nas primeiras semanas de janeiro. Segundo a Coordenação de Endemias, o levantamento também constatou que 90% das larvas do mosquito encontradas estão dentro das residências, o que significa que a população deve estar atenta para os possíveis criadouros do mosquito, como reservatórios de água destampados, pneus e demais recipientes que possam acumular água parada.

Segundo o Ministério da Saúde, os municípios com índices de infestação entre 1% e 3,9% estão em situação de alerta para a dengue, enquanto índices considerados satisfatórios são menores que 1%. Os municípios com indicie acima de 3,9% entram em estado de risco.

Com chegada do verão, prevenção à dengue deve ser reforçada

0

Publicado por Roberto Silva | Colocado em Brasil | Data: 23 dez 2012

Tags:,

A Tarde

Características climáticas típicas do verão, que começou esta semana, são sinal de alerta para a transmissão da dengue no país. Para o coordenador do Programa Nacional de Controle da Dengue, Giovanini Coelho, o período de chuvas intensas e de maior umidade exige reforço dos cuidados de prevenção por parte dos gestores municipais e também da própria população.

O último Levantamento de Índice Rápido de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa), do Ministério da Saúde, mostra que 77 cidades brasileiras estão em situação de risco para a dengue. Dessas, em dez, a situação de risco prevalece desde 2011.

…Leia na íntegra