PSOL e REDE se unem para disputar prefeitura de Vitória da Conquista

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Polícia | Data: 06 jul 2016

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

DSCN0316Nesta sexta-feira (8), o Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) e a REDE-Sustentabilidade oficializarão a união em torno da pré-candidatura do professor e filósofo, Euvaldo Cotinguiba (Psol), à Prefeitura de Vitória da Conquista. A REDE  indicou o nome do pré-candidato a vice-prefeito, Caio Coêlho de Oliveira, que foi diretor do Centro Acadêmico do curso de Direito na Universidade do Estado da Bahia (UNEB).

“Nestas eleições a frente, PSOL-REDE apresentarão um projeto político para a cidade, a partir da construção coletiva do programa de governo que contemple os diversos segmentos sociais explorados e oprimido, discute os múltiplos problemas de Vitória da Conquista, formule e apresente soluções concretas”, afirma o diretório local do Psol.

Durante o evento, também serão anunciados os nomes dos partidos que disputarão as vagas à Câmara de Vereadores e as bases para a composição da frente política constituída.

PT já admite indicar o vice na Prefeitura de Salvador

0

Publicado por Editor | Colocado em Política, Vit. da Conquista | Data: 31 maio 2016

Tags:, , , ,

da Redação

PCdoB PTFragilizado e mergulhado em profunda crise o PT já admite pela primeira vez indicar um vice na chapa que disputará a Prefeitura de Salvador nas eleições deste ano. A revelação foi feita pelo presidente do partido, Everaldo Anunciação, ao jornal A Tarde.

O PT ao admitir indicar o candidato a vice – deverá aguardar as candidatas Alice Portugal (PCdoB) e Lídice da Mata (PSB), que travarão uma disputa para saber qual delas reúne mais condições para enfrentar ACM Neto (DEM) que pode ser candidato a reeleição. Neto goza de grande popularidade e sua gestão é considerada a melhor do Brasil.

“Nas últimas eleições em Salvador lançamos candidatura a prefeito, num ano com o PSB na vice num outro o PCdoB. Nossa resolução é que nós deveremos manter essa relação com o PSB e o PCdoB para a construção da chapa majoritária em Salvador”, disse o presidente do PT/BA, Everaldo Anunciação.

Vitória da Conquista

Em Conquista o PT e PCdoB, a exemplo de Salvador, sinalizam nos bastidores que marcharão unidos. O receio do PT conquistense é que o deputado Jean Fabrício Falcão (PCdoB) ultrapasse o pré-candidato José Raimundo Fontes (PT). Neste cenário o acordo firmado em Salvador poderá ter desdobramento semelhante em Conquista, e o PT indicaria o vice na chapa.

Em 20 anos o PCdoB foi sempre preterido na composição dos partidos que integraram a Frente Conquista Popular. Os comunista nunca sequer indicaram um vice. Até o PSDB indicou o médico Clóvis Assis na primeira vitória nas eleições  do ano de 1996. Este ano o PCdoB trabalha para consolidar a candidatura de Fabrício e puxar o PT para apoiá-lo.

PSDB garante que não apoiará PCdoB nas eleições

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Política | Data: 17 fev 2016

Tags:, , , ,

da Redação
foto: Bocão News

JoãoApós divulgar que iria buscar aliança com o PSDB, o presidente Daniel Almeida (PCdoB), provocou imediata reação do presidente do PSDB da Bahia que divulgou nota nesta terça-feira (16), informando que não apoiará o PCdoB nas próximas eleições “em nenhuma hipótese”.

O deputado federal João Gualberto, revelou ao BN, que a aproximação seria como “misturar água com óleo”. Segundo Gualberto, o Partido Comunista ainda não entrou em contato para sugerir uma união. “Não buscamos alianças para apenas vencer eleições pontuais e garantir o poder. Essa tem sido uma conduta do PT e seus aliados para se perpetuarem no comando. O PSDB busca alianças com legendas que comunguem semelhantes projetos de governo, repito, de governo desenvolvimentista para o município, para a Bahia e para o Brasil”, disse.

Ontem na Assembleia Legislativa da Bahia, mesmo antes da divulgação da nota do presidente do PSDB, o deputado estadual tucano Adolfo Viana, garantiu em conversa com o seu colega e também deputado estadual Herzem Gusmão (PMDB), que tinha total convicção que o PSDB não teria acertado nenhuma aliança com o PCdoB.

Líder do PMDB ataca presidente do PT e diz que seu partido precisa rever aliança

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Política | Data: 04 mar 2014

Tags:, , ,

 

Eduardo Cunha: caça ao Falcão e defesa do rompimento

Eduardo Cunha: caça ao Falcão e defesa do rompimento

A presidente Dilma Rousseff segue sendo a franca favorita no pleito de 2014, ao menos nas condições de hoje, segundo informam os institutos de pesquisa. Mas a instabilidade está no ar, e o PMDB pode dar muita dor de cabeça. Nesta terça de Carnaval, o deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), líder inconteste do seu partido na Câmara, rasgou a fantasia e chamou para o confronto o deputado estadual Rui Falcão (SP), presidente do PT. Segundo informa Gabriela Guerreiro, naFolha, chegou a defender o rompimento da aliança nacional do PT com o PMDB. …Leia na íntegra

Temer expõe a Lula riscos que rondam aliança

0

Publicado por Editor | Colocado em Política | Data: 20 out 2013

Tags:, , , ,

 

Josias de Souza/Folha

Lula retomou as rédeas da articulação do conglomerado partidário pró-reeleição de Dilma Rousseff. Nesta sexta-feira (18), chamou o vice-presidente Michel Temer para uma conversa no instituto que leva o seu nome, em São Paulo. Ouviu dele um relato pouco tranquilizador sobre as ameaças à solidez da coligação governista. O PMDB de Temer antevê um final de ano turbulento.

Deve-se a inquietação ao entroncamento de duas encrencas. Juntaram-se no calendário a troca de 12 ministros em dezembro e a deflagração do processo de formação dos palanques estaduais. Na avaliação de Temer e seu grupo, há ruídos demais em torno desses dois assuntos. Avalia-se que, se não forem silenciados, esses rumores podem ameaçar a higidez do projeto.

Quanto à reforma da Esplanada, o que tira o sossego do PMDB é a suposta intenção de Dilma de substituir por técnicos os ministros que deixarão os cargos para pedir votos em 2014. No quadro esboçado por Temer, o desassossego não se restringe ao PMDB. Espraia-se por todo o condomínio. …Leia na íntegra

PMDB com presidente Dilma: ‘Não existe aliança eterna’, diz deputado Lúcio Vieira Lima

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Brasil, Política | Data: 26 jul 2013

Tags:, , , ,

da Redação

Lucio Vieira Lima BA união do PMDB com a presidente Dilma Rousseff para as eleições do ano que vem segue balançada.

Em entrevista a imprensa nacional, o deputado federal baiano Lúcio Vieira Lima revelou que o partido não confirmou em nenhum momento a renovação dessa aliança.

“Não existe aliança política ad eternum. Fizemos aliança em 2010 para quatro anos de um governo que acaba em 2014 e estamos honrando nosso compromisso. Estamos ajudando a presidenta Dilma a governar o Brasil e será assim até o fim. Agora, para 2014, ninguém pode garantir nada e seria um desserviço à população discutir eleição agora. O momento é de olhar e ouvir o povo nas ruas. Só vamos discutir aliança em 2014. Ninguém imaginava que aconteceria uma guinada no rumo do Brasil. O povo está insatisfeito com o que está aí. Então, só poderemos pensar na eleição em 2014, quando será feita uma avaliação da realidade atual”, disse o peemedebista baiano.

Oposição do PMDB nacional vai insistir em reverter quadro pró-PT

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Política | Data: 09 fev 2010

Tags:, , , ,

da Agência Estado

Com a recondução do deputado Michel Temer (SP) à presidência do PMDB e o consequente fortalecimento da tese a favor da aliança com o PT na eleição presidencial, a ala peemedebista que faz oposição ao governo federal começa a articular a reversão do quadro – hoje favorável à coligação com a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff. Há oposicionistas favoráveis à candidatura própria e outros que defendem coligação com o PSDB.

A política de alianças tem ainda de ser referendada na convenção nacional do PMDB em junho, e é com esse tempo que os oposicionistas pretendem jogar. “A eventual disputa será na convenção. Ainda é possível mudanças”, disse o ex-governador Orestes Quércia, que articula reunião com os governadores Roberto Requião (PR) e Luiz Henrique (SC) e os senadores Pedro Simon (RS) e Jarbas Vasconcelos (PE).

“Como dizia o Tancredo Neves, voto secreto dá uma vontade de trair”, disse Simon, ao comentar que a tese de candidatura própria pode ser beneficiada com votos de governistas. “Até a convenção, Requião continua pré- candidato a presidente.” Na avaliação de setores do PMDB, diretórios da Bahia e de Minas Gerais podem ainda virar o jogo e se alinhar aos que defendem a candidatura de José Serra.

Geddel diz que estenderá tapete vermelho para Lídice, caso ela queira conversar sobre o Senado

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Política | Data: 08 fev 2010

Tags:, , , , , , ,

do Política Livre

Em contato com a reportagem, o ministro Geddel Vieira Lima (Integração Nacional) disse que estenderá um tapete vermelho para a deputada federal Lídice da Mata (PSB), caso ela se interesse em conversar com ele sobre uma eventual candidatura ao Senado avulsa ou em sua chapa. As declarações foram dadas a propósito de afirmações de socialistas no encontro que o PSB realizou no sábado para discutir as eleições de 2010.

Na reunião, o deputado estadual Capitão Tadeu ameaçou fundar uma tendência no partido e defendeu uma candidatura avulsa da parlamentar ao Senado, caso ela não seja aceita na chapa com que o governador Jaques Wagner (PT) concorrerá à reeleição. Mas as declarações mais fortes foram de Domingos Leonelli, atual secretário estadual de Turismo, que disse que a relação do partido com o PT “às vezes é irritante”.

…Leia na íntegra

Adversários temem por democrata em campanha

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Política | Data: 28 dez 2009

Tags:, , , , , ,

do Tribuna da Bahia

Paulo Souto e Geddel: quem apoiará quem?

Da mesma forma que a manutenção da candidatura do ministro peemedebista Geddel Vieira Lima (Integração Nacional) ao governo baiano integra o plano de interesses estratégicos dos partidos que dão sustentação ao candidato Paulo Souto (DEM), que veem nela a garantia de que a eleição será definida no segundo turno, o rumo que o democrata vier a assumir na sucessão baiana também virou motivo de atenção entre peemedebistas.

Guardadas as proporções, o motivo é praticamente o mesmo: eles acreditam que Geddel tem condições de superar o favoritismo de Souto no decorrer da campanha, alcançando o segundo lugar hoje ocupado por ele, mas acham que a permanência do ex-governador no jogo sucessório é fundamental para evitar que o governador Jaques Wagner liquide a eleição logo no primeiro turno.

…Leia na íntegra