Nova sede do Ambulatório de Saúde Mental é entregue a comunidade

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral, Saúde, Vit. da Conquista | Data: 22 maio 2019

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é PEL-1.gif

Da Redação

Fonte:Secom/PMVC

Foi entregue nesta terça-feira (21), pela Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista, a nova sede do Ambulatório de Saúde Mental. Agora os 2.712 pacientes cadastrados no Ambulatório de Saúde Mental serão atendidos na sede própria do serviço.

A cerimônia de inauguração aconteceu no CEMAE e reuniu autoridades públicas e membros da sociedade civil.

O Ambulatório é responsável pelo atendimento especializado em saúde mental, abarcando pessoas que apresentam queixas e sintomas de sofrimento psíquico moderado e grave. Desde junho do ano passado, os pacientes transferidos do Hospital Crescêncio Silveira vinham sendo atendidos em uma sede temporária. Com as novas instalações, a Prefeitura garante a esses usuários melhores condições de atenção integral e atendimento multiprofissional, de forma ainda mais humanizada.

Ambulatório de Ortopedia sai do Hospital de Base para o Crescêncio Silveira

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 09 jun 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

hospital_geral_vitoria_conquista

Desde a última segunda-feira (6), o atendimento do ambulatório de ortopedia, que ocorria no Hospital de Base passou a ser realizado no Hospital Crescêncio Silveira. O serviço teria mudado de unidade por falta de espaço físico no Hospital de Base.

As atividades ambulatoriais de ortopedia nas dependências do Hospital de Base foram encerradas após uma Portaria Interna do dia 29 de abril. “A justificativa é dada pelo fato de tal atividade não se enquadrar no perfil de paciente da Unidade. A portaria indica ainda como motivo, insuficiência de espaço físico”, afirma a diretoria da unidade hospitalar.

Ainda segundo a diretoria do Hospital de Base, após a publicação da Portaria, todos os pacientes que tinham passado pelo procedimento cirúrgico ortopédico puderam tirar as fixações externas (pinos) e receberam o devido acompanhamento.