Animais na pista é a 2ª maior causa de acidentes

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia | Data: 23 out 2016

Tags:, , ,

A Tarde

animais apreendidosAcidentes envolvendo veículos e animais ocupam o segundo lugar no ranking das principais ocorrências de trânsito nas estradas estaduais, de acordo com relatório do Sistema de Estatística de Acidentes de Trânsito (Sider).

De janeiro a outubro deste ano, a Superintendência de Infraestrutura de Transportes (Seinfra-SIT) contabilizou 426 acidentes nas estradas da Bahia. Este tipo de ocorrência perde apenas para aquelas provocadas por falta de atenção.

Desse total, cerca de 28 vítimas tiveram ferimentos graves e nove vieram a óbito. O número de acidentes em 2016 já se aproxima do contabilizado no ano passado, quando foram registradas 525 ocorrências.

O perigo se repete nas estradas federais que cortam a Bahia. De acordo com a assessoria de comunicação da Polícia Rodoviária Federal (PRF), de janeiro a setembro de 2016, foram registrados 158 acidentes envolvendo animais que vagavam pelas rodovias.

As vias federais do norte do estado, segundo a PRF, são as que mais oferecem risco aos motoristas por causa da grande quantidade de animais, como jumentos, que têm baixo valor comercial e que, na maioria das vezes, já nasceram na via pública e nunca foram propriedade de ninguém.

Em números absolutos, a BR-101 (957 km de extensão) é a campeã em quantidade de ocorrências deste tipo. De 2012 a 2016, a rodovia acumulou 344 acidentes, seguida da BR-116 (837 km de extensão), com 339, BR-110 (372 km de extensão), com 179, e BR-324 (626 km de extensão), com 174. …Leia na íntegra

Operação da Polícia Rodoviária Estadual apreende animais na BA 263

0

Publicado por Editor | Colocado em Sudoeste | Data: 23 set 2016

Tags:, ,

Da Redação

animais-na-pistaDezenove animais foram apreendidos pela Polícia ROdoviária Estadual (PRE), na BA 263, trecho entre os municípios de Belo Campo e Condeúba. O balanço da operação foi divulgado nessa quinta-feira (22).

A ação teve como objetivo acidentes evitar acidentes, provocando desde prejuízos financeiros a perda de vidas. Mesmo realizando esse tipo de ação, a PRE alerta que deixar animais soltos na pista, além de ser um ato irresponsável, também é crime previsto no Código de Trânsito Brasileiro (CTB). O proprietário do animal é responsável pelos prejuízos causados ao veículo.