Correção da aposentadoria será a menor do Plano Real

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 09 dez 2017

Tags:, ,

Clayton Castelani
do Agora

Os benefícios da Previdência deverão ter em 2018 o menor reajuste desde que o real passou a ser a moeda do país, em julho de 1994.

A correção para quem já era aposentado ou pensionista até janeiro deste ano deverá ser de 2,27% no ano que vem, segundo cálculos do consultor atuarial Newton Conde.

“O menor reajuste [dos benefícios], a partir do Plano Real, foi de 3,3%, em abril de 2007”, diz Conde. “Logo, este seria o menor no período do real.”

Veja o que o aposentado resolve sem ter que ir ao INSS

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 06 dez 2017

Tags:, ,

Clayton Castelani
do Agora

No momento em que o medo da reforma da Previdência e o desemprego têm levado mais trabalhadores a pedirem benefícios ao INSS –o número de pedidos no Estado fechará o ano em cerca de 2 milhões–, o aposentado que precisa de algum serviço do órgão pode amargar horas nas filas dos postos de atendimento.

Para fugir dessa tortura, o segurado tem cada vez mais serviços disponíveis na internet.

Em setembro deste ano, o INSS renovou o seu portal na rede de computadores, o inss.gov.br, e deu destaque para os serviços.

Mude a data do pedido do benefício para ganhar mais

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 05 dez 2017

Tags:, ,

Clayton Castelani
do Agora

A divulgação da nova tabela do fator previdenciário, realizada ontem pela Previdência Social, permite ao trabalhador que quer se aposentar por tempo de contribuição escolher a melhor data para pedir o benefício.

A escolha da DER (Data de Entrada do Requerimento) é importante porque é a partir dela que é calculado o valor inicial da aposentadoria.

A opção pela melhor data pode ser feita, inclusive, por quem agendou um pedido de aposentadoria e até já entregou a documentação à Previdência.

Brasileiro terá que trabalhar 40 anos para ter teto da aposentadoria

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 27 nov 2017

Tags:, ,

da Redação
Fonte: R& / CDL (Conteúdo)

Novo texto da Previdência permite economia de 60% do valor original

Após reunião no Palácio da Alvorada com presidente Michel Temer e os governadores, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, confirmou nesta quarta-feira (22) que o novo texto da reforma da Previdência terá um efeito fiscal equivalente a 60% da economia prevista originalmente na proposta do governo.

Além disso, a proposta do governo prevê que o trabalhador que quiser receber 100% do salário na aposentadoria terá que contribuir por 40 anos. Quem se aposentar com apenas 15 anos de contribuição, no entanto terá direito a 60% do salário.

O ministro confirmou que o novo texto mantém a regra de transição para as pessoas que já estão mais próximas da aposentadoria. Além disso, o tempo mínimo de contribuição ficará em 15 anos e não 25 anos como na proposta original do governo. …Leia na íntegra

Evite a pressa na hora de pedir a sua aposentadoria

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 21 nov 2017

Tags:, ,

Fernanda Brigatti
do Agora

As discussões em torno da reforma da Previdência voltaram e, com isso, a possibilidade de perder o direito à aposentadoria ou de acabar com um benefício menor voltam a preocupar segurados do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).

Embora natural, a preocupação não deve fazer o segurado acelerar o pedido de benefício.

Essa pressa, ressaltam especialistas, pode resultar em prejuízo.

A primeira questão a se ter em mente no momento é que os trabalhadores que completarem o tempo mínimo de contribuição ao INSS, de 35 anos para os homens, e de 30, para as mulheres, não serão afetados pelas novas regras da reforma.

Veja como pedir a revisão da aposentadoria integral

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 19 nov 2017

Tags:, ,

Larissa Quintino
do Agora

Os segurados que se aposentaram depois de 18 de junho de 2015 e receberam um benefício menor do que a média de seus maiores salários podem ter direito à revisão da fórmula 85/95, que dá a aposentadoria integral.

A fórmula, que concede o benefício sem o desconto do fator previdenciário, entrou em vigor em 2015, após uma medida provisória.

Para garantir o cálculo, o segurado precisa ter, na soma da idade com o tempo de contribuição, 85 pontos, se for mulher, e 95 pontos, se homem.

Porém, só serão considerados os períodos trabalhados até a concessão da aposentadoria.

Por falta de reconhecimento de algum período ou até mesmo erro do INSS, o segurado pode ter recebido o benefício com o desconto do fator, mesmo tendo direito à aposentadoria integral.

Prepare-se para pedir a aposentadoria em 2018

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 13 nov 2017

Tags:,

Cristiane Gercina
do Agora

Os segurados que estão perto de completar as condições mínimas para pedir a aposentadoria ou estão esperando apenas somar mais alguns meses de contribuição para conseguir um benefício melhor precisam se preparar.

Com ajuda de especialistas, o Agora traz hoje cinco dicas para quem pretende pedir a aposentadoria em 2018.

A primeira delas diz respeito ao Cnis (Cadastro Nacional de Informações Sociais), o documento mais importante para o segurado do INSS. Nele, estão todos os registros profissionais, além do valor dos salários. Se houver falhas, a aposentadoria será negada. Por isso, o primeiro passo é ter uma cópia do cadastro. É possível consegui-la na internet ou em uma agência da Previdência Social.

Contribuição à Previdência será de 15 anos, diz relator

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 10 nov 2017

Tags:, ,

FSP e Agências

Após reunião com Temer e parlamentares ontem, o relator da reforma da Previdência, Arthur Oliveira Maia (PPS-BA), confirmou que a nova proposta de mudanças no INSS fixará em 15 anos o tempo mínimo de contribuição para a aposentadoria.

Pelo relatório aprovado em maio, em comissão da Câmara dos Deputados, o tempo mínimo de pagamentos para se aposentar subiria para 25 anos com a reforma.

Hoje, para se aposentar por idade, são necessários 15 anos de INSS, exigência chamada de carência.

Justiça amplia grana dos atrasados da aposentadoria

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 08 nov 2017

Tags:, ,

Cristiane Gercina
do Agora

A Turma Recursal dos Juizados Especiais Federais em Pernambuco garantiu a um segurado o direito a atrasados maiores na aposentadoria, mesmo após o INSS alegar que o documento apresentado pelo trabalhador era novo e não havia sido analisado na concessão.

Desde junho, instrução normativa do instituto oficializou uma prática adotada pelo órgão nas revisões: quando há um novo elemento, os atrasados contam da data em que o documento foi apresentado.

No caso analisado, o trabalhador pediu a aposentadoria em 2015, mas teve o benefício negado sob a alegação de que ele não tinha o tempo total de contribuição.

Quem parou de contribuir também pode se aposentar

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 04 nov 2017

Tags:, ,

Fernanda Brigatti
do Agora

Os segurados que passaram anos sem contribuir com o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) também conseguem se aposentar.

Na maioria dos casos, será mais vantajoso o trabalhador completar as condições do benefício por idade, que exige 15 anos de pagamentos ao INSS, além de o mínimo de 60 anos, para as mulheres, e 65, para os homens.

Há diversas razões para o segurado ter poucas contribuições lançadas no cadastro no INSS, além da inatividade. Muitos foram autônomos, optaram por não recolher a grana e permaneceram anos atuando na informalidade. Entre as mulheres, é comum que as seguradas tenham trabalhado por alguns anos, mas depois pararam, como quando os filhos nasceram.

Para completar o tempo de contribuição e ter o direito ao benefício, o segurado pode voltar a contribuir a qualquer momento.

Encontre documentos que garantem a aposentadoria

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 03 nov 2017

Tags:, ,

Leda Antunes e Cristiane Gercina
do Agora

O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) calcula a aposentadoria dos segurados com base nos períodos de contribuição cadastrados no Cnis (Cadastro Nacional de Informações Sociais).

Muitas vezes, porém, nem todos os anos de trabalho foram reconhecidos pelo sistema e ficarão fora do cálculo do benefício caso o segurado não apresente outras provas de tempo de contribuição.

O trabalhador deve estar preparado para não ter problemas quando for atendido no posto do INSS para pedir a aposentadoria. Quanto mais documentos apresentar, menos dificuldade terá para ter todos os períodos de trabalho reconhecidos.

Na hora de se aposentar, o principal documento é a carteira de trabalho. Porém, para que seja aceita sem ressalvas pelo órgão, deve estar intacta e sem rasuras. Nesses casos, o INSS pode exigir mais comprovantes para reconhecer as anotações na carteira.

Trabalhador sem registro consegue a aposentadoria

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 02 nov 2017

Tags:,

Clayton Castelani
do Agora

As contratações sem carteira assinada avançaram com a crise econômica no país.

Como consequência, milhões de trabalhadores podem ter dificuldade para conseguir benefícios previdenciários, como a aposentadoria.

Porém, o INSS e a Justiça reconhecem o direito desses trabalhadores à contagem do tempo de contribuição relativo ao período de informalidade, mesmo quando o patrão não pagou as contribuições à Previdência.

Para garantir esse direito, o empregado sem registro em carteira precisa ficar atento à principal exigência para a comprovação do vínculo: as provas levadas à agência da Previdência ou à Justiça precisam ser da mesma época em que ocorreu a relação de trabalho sem registro.

Teto do INSS deve ser de R$ 5.702,78 no ano que vem

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia | Data: 31 out 2017

Tags:, ,

Leda Antunes
do Agora

O Ministério do Planejamento divulgou ontem uma série de alterações na proposta de Orçamento para o ano que vem.

Entre as principais mudanças está a nova estimativa para a inflação deste ano.

O governo espera que o INPC (Índice de Preços ao Consumidor) encerre 2017 em 3,1%–a previsão anterior era de 3,5%.

Com a nova projeção, também foram reduzidas as estimativas para o teto dos benefícios do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) e para o salário mínimo em 2018.

Ambos devem subir menos do que o previsto anteriormente.

O teto do INSS, que é o valor máximo de um benefício previdenciário, deve subir de R$ 5.531,31 neste ano para R$ 5.702,78 no ano que vem.

Pela estimativa de inflação anterior, o novo teto seria de R$ 5.724,91.

Demora na aposentadoria dá atrasados de até R$ 34.939

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 30 out 2017

Tags:, ,

Fernanda Brigatti
do Agora

O segurado que tentou marcar o pedido de aposentadoria no INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) recentemente sabe que as solicitações estão exigindo muita paciência, especialmente na capital paulista.

A única compensação pela espera é o pagamento dos atrasados. Quem enfrentar um chá de cadeira de seis meses, por exemplo, receberá uma bolada de R$ 34.938,92 pela espera.

Esse valor considera cada parcela que o segurado não recebeu enquanto esperava a Previdência, mais a correção monetária calculada com o INPC, um índice de inflação calculado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Saiba ter a aposentadoria por idade sem sair de casa

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 25 out 2017

Tags:,

Leda Antunes
do Agora

Os segurados do INSS que completaram 65 anos, no caso dos homens, ou 60 anos, no das mulheres, e já têm ao menos 15 anos de contribuição podem receber a aposentadoria por idade sem sair de casa.

Há alguns meses, o instituto começou a oferecer algumas facilidades para que o trabalhador não precise ir até uma agência da Previdência.

A principal delas é o reconhecimento e a concessão automática da aposentadoria por idade.

Para isso, o INSS envia cartas aos trabalhadores que completam as condições para receber o benefício, informando que o segurado já tem direito de se aposentar.

Para começar a receber a grana, basta uma ligação à Central 135.

Ao menos 5.000 cartas já foram enviadas pelo órgão.

A primeira aposentadoria por idade automática foi concedida para a repositora de mercadorias Maria Pereira Beatriz, 60 anos, da cidade de Jardim, no Mato Grosso do Sul.

Ela recebeu a carta e comemorou a concessão do benefício após dar o telefonema para o INSS.

“Eu saí pulando dentro do serviço e as pessoas acharam que eu estava maluca”, contou.

Segurado pede benefício para contar tempo de contribuição

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 23 out 2017

Tags:, ,


Clayton Castelani
do Agora

O INSS recebeu 368,6 mil pedidos de aposentadoria por tempo de contribuição em São Paulo entre janeiro e agosto deste ano.

A procura dos paulistas pelo benefício está 48,5% acima da registrada no mesmo período do ano passado, quando foram apresentadas ao instituto 248,2 mil solicitações.

O crescimento nos pedidos de aposentadoria pode ter sido provocado, em parte, por segurados que querem saber se têm condições de se aposentar antes da aprovação da reforma da Previdência, em discussão no Congresso, segundo a advogada Adriane Bramante, do IBDP (Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário).

“Existem segurados de 40 anos de idade pedindo aposentadoria. Eles sabem que ainda não trabalharam o suficiente para se aposentar, mas fazem o requerimento para conseguir a contagem oficial do tempo de contribuição”, diz.

Aumente suas chances de conseguir a aposentadoria

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 17 out 2017

Tags:,

Clayton Castelani
do Agora

As concessões de aposentadorias por tempo de contribuição do INSS tiveram crescimento de 16,3% de janeiro a agosto deste ano, atingindo 327,2 mil benefícios liberados.

São 45,9 mil benefícios a mais do que os 281,3 mil concedidos no mesmo período de 2016.

O aumento nas concessões está abaixo, no entanto, do crescimento de 39,3% no número de pedidos desse mesmo benefício, que avançou de 750,8 mil, de janeiro a agosto de 2016, para 1,046 milhão, no mesmo período deste ano.

A comparação dos números de requerimentos e concessões de benefícios revelam que, neste ano, para cada três segurados que se aposentaram, outros sete tiveram o benefício negado ou estão com o pedido em análise, o que pode acontecer quando o órgão solicita documentos que comprovem as contribuições.

Saiba se vale a pena pedir a aposentadoria neste ano

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 14 out 2017

Tags:,

Fernanda Brigatti
do Agora

O segurado que está completando as condições para a aposentadoria começa a se perguntar se o melhor é garantir o benefício logo ou se há vantagem em passar mais um tempo abastecendo o cadastro no INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).

Segundo as regras atuais da Previdência Social, há quem se dá bem pedindo o benefício ainda neste ano, como os segurados que sempre receberam o salário mínimo ou que começaram a contribuir mais tarde ao INSS.

Os trabalhadores que contribuem com valores baixos levam vantagem se agendarem a aposentadoria logo, especialmente porque, mesmo se adiarem o pedido, dificilmente ganharão mais e a tendência é que recebam o salário mínimo, que neste ano é de R$ 937.

Saiba se vale a pena pedir a aposentadoria neste ano

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 13 out 2017

Tags:,

Fernanda Brigatti
do Agora

O segurado que está completando as condições para a aposentadoria começa a se perguntar se o melhor é garantir o benefício logo ou se há vantagem em passar mais um tempo abastecendo o cadastro no INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).

Segundo as regras atuais da Previdência Social, há quem se dá bem pedindo o benefício ainda neste ano, como os segurados que sempre receberam o salário mínimo ou que começaram a contribuir mais tarde ao INSS.

Os trabalhadores que contribuem com valores baixos levam vantagem se agendarem a aposentadoria logo, especialmente porque, mesmo se adiarem o pedido, dificilmente ganharão mais e a tendência é que recebam o salário mínimo, que neste ano é de R$ 937.

Confira como acelerar sua aposentadoria na internet

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 09 out 2017

Tags:, ,

Leda Antunes
do Agora

Com dificuldade para dar conta de atender o público nas agências, o INSS oferece cada vez mais serviços pela internet. Mas isso pode ser uma barreira para quem tem pouca familiaridade com os computadores.

Agora mostra hoje como usar as ferramentas on-line, que podem ajudar, e muito, o segurado do instituto e até mesmo acelerar a concessão da aposentadoria.

Uma das novidades do portal meu.inss.gov.br é a possibilidade de antecipar o envio dos documentos no pedido de aposentadoria. Ao agendar o atendimento em uma agência da Previdência pela internet, o segurado pode enviar a cópia digitalizada da papelada para o benefício.

A modernização pode acelerar a liberação de benefícios, pois facilita a análise da documentação que comprova o direito do segurado. A única recomendação é que o trabalhador não esqueça de levar os documentos originais no dia do atendimento.