Brasil: Um Estado de Ilusão (Cordel)

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 11 mar 2016

Tags:, ,

Por Nando da Costa Lima

NandoQue o País tá muito louco
Isto já faz um tempão
Uma loucura provocada
Por excesso de ladrão

Começou com o Mensalão
Que pegou os guerrilheiros
Todos com as calças nas mãos
Um deputado safado dedurou o esquadrão

Na época o povo pensou
Que as cadeias do Brasil
Iam inchar de tanto ladrão
Mas foi só encenação …Leia na íntegra

Exemplos e exemplos

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 08 mar 2016

Tags:,

Por Valdir Barbosa

Valdir escritorNa derradeira sexta, prepostos da Polícia Federal se preparavam para conduzir Luis Inácio, por ordem judicial, a fim de ser ouvido acerca de tantos descalabros que lhe são imputados, quando, depois de certo tempo sem visitar a Suíça Baiana, salto na Rodoviária de Vitória da Conquista. Um frio tímido me recepciona ao descer do táxi, frente à recepção da pousada, onde me abriguei pela vez primeira, quase quarenta anos atrás, no topo da Serra do Periperi.

Acomodado no mesmo aposento de sempre assisto as matérias tratando do assunto que seria a tônica daquele quatro de março, ainda reverberando, entre discussões que pretendem considerar a propriedade ou não da medida coativa. Aprendi a respeitar todas as opiniões sobre quaisquer fatos, dos mais comezinhos àqueles de extrema gravidade, por isto, me permito opinar, mesmo sem pretender ser dono de verdades.

Primeiro, é de lembrar que o ex-presidente se recusou a comparecer para prestar esclarecimentos, mediante evasivas recursais, em dois outros instantes, após ter sido intimado pelo Ministério Público paulista, aboletado na empáfia do pretenso poder ainda reinante, de quem se sente intocável. …Leia na íntegra

Guitarrista e cantor no Cine Conquista!

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 02 mar 2016

Tags:, ,

da Redação (com texto ABC)

ANdré MCMPQuem é esse garoto da década de 60, que amava Beatles, Roling Stones, meninas inocentes, como Ana Maria, de biquíni de bolinha amarelinho, tão pequenininho que na palma da mão se escondia, na música de Cely Campelo? Ele criou o primeiro Conjunto de Conquista, Os Terríveis na Jovem Guarda, com Show no Cine Conquista, em benefício a excussão de colegas do Ginásio Batista Conquistense onde estudava! Em seguida, criou Os Trepidantes, The Trouble Makers, Os Neuróticos etc, atualmente a Banda Jovem Guarda Show, no YOUTUBE, com música de sua composição, Menina Encantada de Amor.

Esse garoto é André Cairo, com 367 músicas na cabeça, compositor, guitarrista, cantor, poeta, escritor, artista plástico, dançarino, ufóloto, astrônomo, ambientalista, Palestrante por 12 Temas, Presidente do Movimento Contra a Morte Prematura – MCMP, com 27 anos sem tirar férias, saindo do trabalho para trabalhar, alcançando mais de 260 conquistas, esteve no Programa do Jô, Globo News, Revista VEJA, Jornal ATARDE, apoiado pela Imprensa Falada, Escrita, Televisada e Eletrônica, em defesa de quase tudo, desde 1989.

Terríveis críticos à velhice

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 01 mar 2016

Tags:,

Banner Expoconquista

Por Ezequiel Sena

Ezequiel-Sena11Por que terceira idade? Penso que não há razão para o termo. Um eufemismo que nos dá a impressão de sucata, refugo, ultrapassado, obsoleto, daquilo que não serve mais. Prefiro ir direto ao ponto: velhice.

Quando o substantivo da vida é o tempo, as rugas e os cabelos brancos nada mais são do que os sinais reveladores da teimosa vontade de continuar vivendo.

E não foram poucos os filósofos que se debruçaram sobre o tema. Um dos mais notáveis, Marco Túlio Cícero (106–43 a.C.), pensador romano, considerado o símbolo da suprema oratória, em sua obra Saber Envelhecer, ele ilustra, com sutileza, o peso dos janeiros: “Todos os homens desejam avançar à velhice, mas, ao ficarem velhos, se lamentam. Eis aí então a consequência da estupidez”.

Em 2009, não me lembro bem a data, a Rede Globo fez uma matéria sobre idosos para o programa Fantástico. Na época, com 77 anos de idade, o ex-vice-presidente da República, José Alencar, lutava contra um câncer e foi ele o destaque da reportagem. …Leia na íntegra

Delegados da PF prometem resistir às pressões

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 01 mar 2016

Tags:, ,

Por Josias de Souza

Brasão PFEm nota divulgada nesta segunda-feira, a Associação Nacional dos Delegados da Polícia Federal reagiu à troca de comando no Ministério da Justiça. No texto, a entidade diz ter recebido com “extrema preocupação” a notícia de que a troca de comando na pasta foi provocada por “pressões políticas” exercidas com o propósito de controlar os trabalhos da Polícia Federal.

Os delegados federais anotaram que “defenderão a independência funcional para a livre condução da investigação criminal.” Prometem adotar “todas as medidas para preservar a pouca, mas importante, autonomia que a instituição Polícia Federal conquistou.”

De resto, a entidade que representa a corporação dos delegados federais aproveitou a movimentação para retomar sua pregação em favor da formalização da autonomia funcional e financeira da PF. Deseja-se inserir essas prerrogativas na Constituição. Algo que é controverso e que depende de aprovação do Congresso Nacional. Abaixo, a íntegra da nota da ADPF:

Os Delegados da Polícia Federal receberam com extrema preocupação a notícia da iminente saída do Ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, em razões de pressões políticas para que controle os trabalhos da Polícia Federal

Os Delegados da Polícia Federal receberam com extrema preocupação a notícia da iminente saída do Ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, em razões de pressões políticas para que controle os trabalhos da Polícia Federal.

 Os Delegados Federais reiteram que defenderão a independência funcional para a livre condução da investigação criminal e adotarão todas as medidas para preservar a pouca, mas importante, autonomia que a instituição Polícia Federal conquistou.

Nesse cenário de grandes incertezas, se torna urgente a inserção da autonomia funcional e financeira da PF no texto constitucional.

A Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal permanece compromissada em fortalecer a Polícia Federal como uma polícia de Estado, técnica e autônoma, livre de pressões externas ou de orientações político-partidárias.

Contamos com o apoio do povo brasileiro para defender a Polícia Federal.

 

Ferindo a Constituição

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 27 fev 2016

Tags:, ,

Por Afranio Garcez (Advogado)

Afranio BBO Brasil possui hoje mais de 446 mil presos, mas nem todos foram condenados definitivamente de acordo com dados do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) publicado no ano passado. Há 191.949 detidos de maneira provisória, o que inclui não só os encarcerados por prisões preventivas e temporárias, sem sentença alguma, mas também os condenados em primeira instância, e ainda há um sem número de pessoas que foram condenadas em segunda instância e estão recorrendo em liberdade, e o próprio CNJ não possui os números exatos por todas essas minúcias. Na sessão do STF, os ministros não chegaram a discutir os efeitos da decisão, se ela terá validade a partir do julgamento ou se vale para casos anteriores. O novo entendimento surpreendeu advogados, magistrados e todos os operadores do direito, e traz muitas preocupações. O criminalista Pierpaolo Bottini se manifestos da seguinte maneira: …Leia na íntegra

A desconstrução da esquerda

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Política | Data: 20 fev 2016

Tags:, , , ,

Por Cristovam Buarque

ESquerda

Os constantes noticiários sobre a Lava-Jato têm levado militantes dos partidos do governo a dizerem que está em marcha uma campanha de desconstrução do PT e da imagem do ex-presidente Lula, cujo objetivo seria a desconstrução da esquerda.

É até possível que as oposições estejam usando as notícias com esta intenção; mas a desconstrução foi feita pela própria esquerda, contando com a colaboração do Lula, do PT e demais partidos de apoio ao governo.

A desconstrução da esquerda ocorreu por causa da aceitação da corrupção, sob o argumento de que todos a praticam; pela perda do vigor transformador e o consequente acomodamento; a falta de imaginação para formular nossas alternativas para avanço social; a incapacidade para perceber e entender a vertiginosa transformação tecnológica e política no mundo e o desprezo por compromissos programáticos e ideológicos.

A esquerda não foi capaz de entender o pleno significado da queda do Muro de Berlim, do fim do socialismo pela distribuição da produção e o consumo industrial depredador; a consolidação do poder sindical da aristocratização do proletariado em contraposição aos interesses das grandes massas; não entendeu a dimensão da crise que vai além da luta de classes e contesta a própria base da civilização industrial; não tem proposta para a ampliação do bem-estar, combinado com o equilíbrio ecológico; não percebe a força da globalização implantando o livre comércio, quebrando as fronteiras nacionais; nem a realidade da economia atual, onde o principal fator de produção é o conhecimento, não o capital financeiro, nem os recursos naturais. …Leia na íntegra

Mosquitos hematófagos se espalham desafiando Governos e Consciência Humana!

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde | Data: 17 fev 2016

Tags:, ,

Por André Paulo Barros Cairo (MCMP)

MosquitoEm 2016, existindo no Brasil, 1,5 milhões de infectados pelo Zika Virus, no Continente Americano, de 3 a 4 milhões e em todo Planeta, tantos quantos, os Governos conseguirão zerar o avanço? Com sete dias de vida o mosquito levanta voou, podendo ultrapassar bilhões em busca de sangue humano e água para reprodução. A Síndrome de Guillain-Berré, existente no Zica Vírus, o sistema imunológico ataca e paralisa parte do sistema nervoso por engano, inflama nervos, enfraquece músculos, corpo, com iminência de morte, sendo indispensável ação precisa.

Como existe Dengue, Chikungunya e Zica, doenças transmissoras do mosquito Aedes aegypti se reproduzindo com velocidade, o número de infectados cresce, podendo transformar em epidemia incontrolável. Se existisse somente a Dengue, o problema seria menor, porém, o Zica Virus e a Micro Cefalia são alarmantes. Se Governos e Consciência Humana não enfrentarem o problema para vencer, mosquitos hematófagos Aedes aegypti continuarão voando, enquanto muita gente fica voando, imóvel.

Em vias públicas, há exposições livres para o habitat do Aedes egypti, nas mãos de Governantes, sendo preciso visão clínica, onde a rua é uma extensão de nossas casas, divulgação da Imprensa não falta e realizo Palestras! Se a situação é preocupante, devemos ser alarmantes, exigindo saúde eficaz e proibitiva. Mérito é zerar a Violência, pois o Aedes aegypti não raciocina, entenderam Governantes e Consciência Humana?

“O samba não acabou só porque o povo não deixou”

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Cultura | Data: 07 fev 2016

Tags:, , ,

Por María Martín (El País)

Paulinho da Viola, músico de 74 anos, fala sobre o centenário do samba, o carnaval moderno e a crise

Paulinho da Viola

Paulo César Batista de Faria (Rio de Janeiro, 1942) não faz nada com pressa. Um músico que demorou mais de 15 anos em concluir uma letra, não vê inconveniente em se estender mais de 15 minutos em cada uma das perguntas desta entrevista. Assim, o encontro, em um dia chuvoso na sua casa da zona oeste do Rio, dura cerca de quatro horas. “Eu falo muito, vou emendando uma coisa na outra e eu não sei sintetizar”, diz sorrindo.

A conversa começa no que foi sua oficina de marcenaria, onde Paulinho restaurava violões, móveis talhados e até tacos de sinuca. A madeira é, junto com a música e a mecânica, uma paixão antiga. Hoje, aquele esconderijo onde os pregos se guardam em caixas de charutos está ocupado por trastes que a família foi deixando por lá. Há cerca de um ano que as ferramentas, algumas com mais de cem anos, não saem dos seus estojos de couro nordestino, mas Paulinho promete limpar tudo aquilo e retomar os trabalhos. Ele precisa, confessa. “Eu poderia ter sido marceneiro, ou talvez um bancário aposentado. Mas não deixaria de tocar violão”, diz.

É difícil arrancar dele uma crítica e fácil demais ouvir elogios a quem o acompanhou em suas andanças. Paulinho da Viola encerrou no último 16 de janeiro no Rio uma turnê comemorativa de 50 anos de carreira. Seu plano hoje, além de continuar com alguns shows esporádicos, é lançar um disco novo. Ele não sabe quando, não sabe com quais músicas, mas não se importa. Trabalhará, escreverá, reescreverá, gravará e regravará… Ele não tem pressa. “Algum dia ficará pronto”.

Esquerdas resolvem demonizar a Polícia Militar de SP por causa de foto de criança com uniforme. E vestida de bandido, pode?

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 06 fev 2016

Tags:,

Por Reinaldo Azevedo

Reinaldo-AzevedoA perda da luta de classes como referência intelectual da esquerda gerou movimentos de impressionante delinquência intelectual, ética e moral. Os esquerdistas veem na Polícia Militar um inimigo porque alimentam a ilusão de que o bandido é só um revolucionário que ainda não encontrou o seu real inimigo. A PM, como é sabido, apanha na imprensa muito mais do que o crime organizado.

Tenho certa nostalgia intelectual do tempo em que as esquerdas se ocupavam da luta de classes e tentavam fazer revolução… Hoje em dia, estão no poder, parte delas vive pendurada nas tetas do Estado — sem trabalhar —, e sua ocupação política é justificar crimes e criminosos e demonizar pessoas decentes. Vamos ver.

Na terça-feira, o Facebook e o Twitter da Polícia Militar de São Paulo publicaram uma foto de uma bebê de quatro anos usando uma réplica do uniforme da PM. Ela segurava um cassetete e uma algema. As páginas de esquerda na Internet fizeram um enorme estardalhaço. Uma criança estaria sendo usada para fazer a apologia da violência.

Evidentemente a foto foi enviada à PM. Uma vez publicada, a mãe da criança chegou a expressar sua gratidão. Pressionada depois pela imprensa, que resolveu endossar as boçalidades esquerdistas, afirmou que não havia autorizado a divulgação. Por isso, o comando da corporação resolveu tirar a imagem do ar. Um representante da OAB, para não variar nos dias que correm, resolveu falar bobagem pelos cotovelos. Já chego lá. …Leia na íntegra

Dezesseis Anos

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 20 jan 2016

Tags:,

Por Valdir Barbosa

Homenagem

As vezes, quando esmagamos rosas, as mais olorosas são aquelas que nos envolvem mais com seu perfume.

Não me ocorre jamais haver, deliberamente, maltratado a você, grande jardim a florir meu caminho, nestes dezesseis anos que voaram. Porém admito, mesmo os mais cuidadosos jardineiros tropeçam e caem sobre pétalas de sublimes flores, capazes de transformar os rios tormentosos e turvos do cotidiano, em mares calmos e translúcidos próprios das mais lindas noites de verão.

Ontem éramos ponto distante, num oceano desconhecido, hoje somos nau com forma definida, ancorada em Porto Seguro, mesmo tendo vivido agruras de grandes tempestades.

Infante iluminado, hj marujo, prestes a ser timoneiro – o filho amado – auxilia com carinho a condução deste maravilhoso barco impedindo qualquer risco de naufrágio perigoso.

A data ímpar faz ecoar nosso cipoal de lembrancas e outros cúmplices nesta viagem precisam ser advertidos de que ela segue no rumo da imensidão. Por isto faço pública esta homenagem a ti, doce companheira de 192 luas cheias.
Feliz ano novo.

Um país se faz com homens e livros

0

Publicado por Editor | Colocado em Cultura | Data: 04 jan 2016

Tags:, ,

nov_25_pel_banner_site_resenha_feirao_aquitemnegocio_582x65px_jean

Por Ezequiel Sena

Homens e LivrosPara iniciar 2016, quero dar ênfase à leitura. Sou apaixonado por livros e me encanto com a beleza manifestada na perfeição de uma frase bem construída.

E nada é mais instigante do que começar um texto com uma frase edificante,

conhecidíssima e atual do notável José Bento Monteiro Lobato (1882-1948);

escritor altamente opiniático e que nos deixou esta recomendação exemplar:

“Um país se faz com homens e livros”.

 

Paradoxalmente, outro que sequer pertence ao meio literário, Bill Gates, o

multimilionário da informática, que, sem nenhum constrangimento,

afirmou: “Meus filhos terão computadores, sim, mas antes terão livros”. …Leia na íntegra

Regulação Médica de Vitória da Conquista não toma providência e paciente com meningite pós-traumática agoniza em cidade do interior

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Saúde, Vit. da Conquista | Data: 02 jan 2016

Tags:, , ,

nov_25_pel_banner_site_resenha_feirao_aquitemnegocio_582x65px_jean

Por Wolmar Carregozi

WolmarHá oito dias, Claudionor Alves de Lima (40), encontra-se na UPA de Tanhaçu, cidade do sudoeste baiano, com diagnóstico de meningite pós-traumática e, apesar do esforço dos médicos da unidade (que não é adequada para atender a este tipo de caso), tem seu estado agravado a cada dia e a Regulação Médica de Vitória da Conquista não toma providência, alegando, simplesmente, que não dispõe de vagas no HGVC-Hospital Geral de Vitória da Conquista (referência para doenças infecciosas da região).

Claudionor foi vítima de queda de moto há 20 dias, foi atendido na UPA de Tanhaçu e, em seguida, internado na UTI do HGVC, onde permaneceu por 10 dias. Inexplicavelmente, após este período, recebeu alta diretamente para casa, sem ao menos ter sido transferido para a enfermaria para estabilização do quadro clínico inicial de TCE (traumatismo cranioencefálico).

Dois dias após, começou a apresentar dor de cabeça intensa, febre, rigidez de nuca e todos os sinais indicativos de meningite, como foi diagnosticado pelos médicos da UPA de Tanhaçu, onde voltou a ser atendido. Foram feitas inúmeras tentativas de transferência do paciente para a unidade de referência para tratamento de doenças infecciosas, no caso o HGVC, sendo que a única resposta foi um sonoro NÃO, a despeito da gravidade e importância da situação.

SISREG

Quando casos graves são detectados nas cidades do interior, pactuadas pela Regulação Médica de Vitória da Conquista, as unidades locais entram em contato com a Central de Regulação Médica através do SISREG (Sistema de Regulação Médica, um serviço online) e solicitam a vaga para internação, mediante a informação do quadro em que se encontra o paciente.

Via de regra, casos com risco iminente de morte devem ser autorizados mesmo não dispondo da vaga, a chamada Vaga Zero. No caso de Claudionor, paciente jovem, chefe de família, em fase produtiva da vida, não houve a devida atenção até o momento. Seu quadro se agrava a cada dia e a Regulação Médica de Vitória da Conquista continua dizendo NÂO.

Wolmar Carregozi é ginecologista, obstetra, clínico geral e médico do trabalho. Editor, coordenador e moderador do Acessemed.com.br – O Blog do Médico

O que faltou, e falta, é educação

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Educação | Data: 01 jan 2016

Tags:, ,

do Blog do Noblat

Maria Helena Rubinato Rodrigues de Sousa

Por Maria Helena Rubinato Rodrigues de Sousa
Lula disse em Madrid ao jornal El País, (11 de dezembro), “Eu sei que isto não agrada aos portugueses, mas Cristóvão Colombo chegou a Santo Domingo [atual República Dominicana] em 1492 e, em 1507, já ali tinha sido criada a Universidade. No Peru, em 1550, na Bolívia em 1624. No Brasil, a primeira universidade surgiu apenas em 1922”.

Há quem se surpreenda com a reação indignada de alguns jornais portugueses. Ora, o sujeito vai à Península Ibérica e resolve agredir Portugal. E, por tabela, o Brasil. Somos ignorantes e atrasados? Ou melhor, burros? A culpa, é claro, é dos portugueses…

Não concordo, em absoluto, com o que Lula disse, aliás, não acho que ele deva falar sobre tema do qual ele está mais distante que nós de Marte.

Nós nos tornamos independentes de Portugal em 1822. Falta muito pouco para comemorarmos os 200 anos da Independência. Quer valer quanto como Lula achou que esse assunto, explosivo, era ótimo para afastar a cabeça dos jornalistas em Madrid do que realmente interessa agora? O petrolão estruturado durante os governos Lula e Dilma e o horror em que está o Brasil, sem Saúde, sem Educação, e à beira de um poço sem fundo? …Leia na íntegra

Conquista, minhas memórias

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 07 dez 2015

Tags:,


Prof.Gabriel Azevedo Costa lima 

 “O que dizer sobre essa cidade, também regida no zodíaco pelo signo da Constelação de Escorpião, assim como esse escrevente aqui cheio de imagens nessa data de simbologia tão rica, 09/11/2015. Algo tão controverso como a astrologia numa época como a nossa, em que compete e oscila a crença mítica com o pensamento científico na sua forma mais seca de racionalidade, ainda assim, nos traz um bom parâmetro arquetípico para entender a “natureza” dessa cidade escorpiana. E penso que ela é mesmo deste signo, sem dúvida alguma! Escorpião segundo a astrologia rege a morte, transformação, as águas profundas.:. E … acho que ‘estes adjetivos traduz muito, de nossa cidade. Conquista, como nós moradores a chamamos, num ato de abreviação e intimidade, remonta uma história de intensas mudanças que destaca, haja vista o seu crescimento, e desenvolvimento acelerado. 


E uma marca que carrega, que é ser manjedoura de mentes ilustres, de conteúdos densos e sofisticados. Tenho até medo de me referir aqui a alguns e esquecer de tantos; pois são inúmeros os seus filhos ilustres. Mas só a exemplo, lembremos, de Glauber, Elomar, Cajaíba, Alberto David, Camilo de Jesus Lima, Dr.Rui e seu cosmopolita filho Gilberto, Gil, que embora de Ituaçu é daqui também, levou marca: das donas Zazás, donas Marias. (como minha_ vó), Dr.Altamirando (meu avó), Adson da’ Silva Costa (escritor e meu avô), a soberba Heleuza Câmara, Vitória de Petú, Jorge Luis Melquisedeque, Dona Olívia Flores, Dr. Hugo de Castro Lima, Francisco Gabriel (artista de mão cheia e meu pai), Crescêncio Silveira, Ricardo Castro, (pianista internacional), Nando Da Costa 
Lima, Ione Borba (bailarina e .professora), Padre Palmeira, professor Moura, José Pedral, Aristhóthenes Menezes, André Cairo e outros, outros, outros. Peço perdão pelo relato que só é a ponta do iceberg, pois não pararia de escrever hoje para poder da conta dessa nebulosa de gente boa, gente fenomenal sobrenatural de nossa encantada Conquista. Essa gente toda e muito mais são a melhor tradução deste canto do universo. …Leia na íntegra

O Legislador Brasileiro

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 03 dez 2015

Tags:,

Por Orlando Filho

PASTOR ORLANDO BBPor serem os representantes do povo, os legisladores ao elaborarem uma lei devem atender aos anseios da sociedade, o que muitas vezes não ocorre causando revolta em parte da população. A questão interpretação do Direito gerou duas teorias sobre qual ponto de referência deve-se tomar: Teoria Subjetiva e a Teoria Objetiva.

Os legisladores não possuem personalidade no ato de elaborar uma norma. Eles não podem impor suas vontades para que uma lei seja mantida, suas vontades devem ficar restritas somente na elaboração da norma, pois, como já foi citado, o anseio da sociedade é o que determina a lei e não o anseio do legislador. …Leia na íntegra

Indignação II

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 09 nov 2015

Tags:, ,

Por Alberto Davi 

ALBERTO DAVIDNestes últimos tempos, em minha cabeça parece que rodava um filme, ficava inquieto, parecia não parar, pois havia cenas que me comoviam de tal beleza, em relação aos gestos humanos ante os animais, mas, ao contrário disso, também existe a malvadeza humana. E, diante disso, percebo que o mal e o bem seguem em linhas retas, porém em sentidos contrários.

O mundo, atualmente, é um mundo mascarado, ninguém conhece ninguém. É Um mundo de contrastes, quando se refere ao homem e suas gentilezas. Falo do íntimo das pessoas. Do amor ao próximo a quem quer que seja este próximo, até os animais.

O bem e o mal sempre se debateram e se debatem até os nossos dias, mesmo com os ensinamentos de Jesus. O mal sempre se faz presente no íntimo das pessoas, com exceções, claro. Vou dizer um português mais claro: tem gente ruim e gente boa de coração. …Leia na íntegra

Luto

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Cultura, Vit. da Conquista | Data: 02 nov 2015

Tags:, ,

Por Roberta Barbosa

Foto: Roberta com o Mestre em Hipnose Ericksoniana, Stephen Paul Adler

Roberta

Existem diversas formas de vivenciar o difícil sentimento de perda, por exemplo: perder o emprego, um animal de estimação, a forma ”perfeita” do corpo – marca da juventude -, o término de relacionamento, enfim, desapegar de momentos que não voltarão, pode desencadear muito sofrimento e extrema angustia, dependendo, porém, da maneira que cada um encara a experiência.

Apesar da natureza inexorável, a morte, este mistério que todos terão que enfrentar um dia, razão de grande consternação, mesmo quando esperada, como no quadro das enfermidades graves capazes de fazê-la anunciada, tem sido por isto mesmo, foco das diversas religiões valendo frisar, entretanto, que o luto não é necessariamente causado pela morte.

As fases clássicas do luto (Negação, Raiva, Barganha, Depressão e Aceitação) retratadas por muitos autores, são capazes de mensurar de modo geral as reações naturalmente previstas no processo, não o nível e intensidade do sentimento de angustia e a forma como a pessoa busca isolamento do mundo exterior, se fechando, muitas vezes, numa ilha de intensa tristeza, ao assumir a incapacidade de amar. …Leia na íntegra

Publicado no Jornal Correio (Ba), edição deste sábado

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Política, Segurança | Data: 18 out 2015

Tags:, , , ,

A triste realidade sobre a violência na Bahia

Por Herzem Gusmão

HERZEM GGGOs dados sobre os índices de violência nos 27 estados brasileiros, divulgados pela Secretaria Nacional da Segurança Pública, jogam um balde de água fria na propaganda do governo baiano. Quase todos os meses, a cúpula da Secretaria da Segurança Pública costuma se reunir para apresentar estatísticas sobre a criminalidade na Bahia. E, invariavelmente, os números apontam para uma queda da violência no estado, apesar de toda a onda de insegurança que a gente vê no dia a dia, não apenas nas grandes cidades, mas também nos pequenos e médios municípios.

Agora, confrontados com as informações de um órgão oficial, os números revelados pelo governo estadual não passam de miragem ou de propaganda enganosa. No ano passado, a Bahia foi o estado que apresentou o maior número absoluto de homicídios no país. Foram 5.450 assassinatos, o que dá uma taxa de 36 homicídios para cada 100 mil habitantes. Pior ainda: a Bahia respondeu por 11,63% (mais do que qualquer estado) de todos os assassinatos registrados no ano passado no Brasil. Isto simplesmente é estatística de país que está em guerra.

Apenas como comparação, São Paulo, o maior estado do país, com 41,2 milhões de habitantes, registrou no ano passado 4.294 homicídios (9,8 assassinatos por 100 mil habitantes). Outros estados importantes, como Rio de Janeiro e Minas Gerais, também tiveram menos homicídios, de acordo com a Secretaria Nacional de Segurança Pública. No Rio, foram 4.610 assassinatos (28 homicídios/100 mil) e, em Minas, 3.958 (19,1/100 mil).

E qual a desculpa do governo quando os dados oficiais insistem em desmentir a ficção de sua propaganda? O governador Rui Costa e os dirigentes da Secretaria da Segurança Pública dizem que a metodologia da pesquisa está errada. Essa resposta é simplesmente inacreditável, um atentado à inteligência dos baianos. Quem mora na Bahia, em qualquer uma das 417 cidades, sabe muito bem que o estado perdeu o controle sobre a segurança pública. As pessoas de bem estão trancafiadas em suas casas e os bandidos, soltos.

É preciso mudar esta triste realidade. Não podemos aceitar com absoluta naturalidade que aconteçam dezenas de homicídios todos os dias, que as saidinhas bancárias e explosões de caixas eletrônicos sejam uma rotina, que os jovens troquem a sala de aula pelo tráfico. Mas, para que isso aconteça, o governo precisa reconhecer suas falhas no combate à criminalidade. É preciso investir mais nas Polícias Civil e Militar, equipar as delegacias, quase todas sucateadas, priorizar o serviço de inteligência e colocar o efetivo nas ruas para defender o cidadão.

Dizer que a metodologia da pesquisa está errada não convence mais ninguém, até porque a frieza dos números reflete a insegurança que campeia em nosso estado: foram 5.450 homicídios em apenas um ano, ou seja, é como se a cada dia de 2014 quase 15 pessoas (entre crianças, adolescentes, jovens e idosos) fossem assassinados. Quem sabe agora, com a divulgação de dados tão alarmantes, o governo passe a combater efetivamente a criminalidade e deixe de contestar os dados de pesquisas.
* Herzem Gusmão é deputado estadual pelo PMDB.

Aonde iremos buscar comida para tanta gente?

0

Publicado por Editor | Colocado em Economia, Política | Data: 27 set 2015

Tags:, ,

 

Por Ubirajara Brito

BiraPela avaliação do PRB (Population Reference Bureau), entidade não governamental com sede em Washington, já nasceram em nosso planeta aproximadamente 107 bilhões de pessoas. Na vizinhança do ano 8.000 antes de Cristo (a.C.), habitavam a Terra cerca de 5 milhões de indivíduos. No primeiro ano da Era Cristã, essa população atingia 300 milhões. Em 1800, chegava a 1 bilhão. Em 1970, éramos 3,7 bilhões. Com as tecnologias e técnicas disponíveis à época, os recursos do nosso planeta eram apenas suficientes para a população daquele exato momento. Dali em diante, o homem passava de utilizador a também predador dos recursos terrestres. E o planeta, aos poucos, se degradaria. Evidentemente, essa degradação estava associada às condições nas quais eram manipulados esses recursos, pois que, com o progresso cientifico e tecnológico e algumas providências políticas e educacionais, a Terra aumentou a sua biocapacidade, para saturar-se com 5 bilhões de habitantes, em 1987. Dali para cá, estamos abusivamente consumindo e deteriorando o potencial do planeta, ultrapassando a sua biocapacidade em mais de 50%, com 7 bilhões de habitantes hoje. …Leia na íntegra