Imigrante turco é suspeito de matar 5 em shopping nos EUA, diz polícia

0

Publicado por Editor | Colocado em Mundo | Data: 25 set 2016

Tags:, ,

G1

suspeitoO suspeito de atirar dentro de um shopping de Burlington, no estado de Washington, Estados Unidos, no qual morreram cinco pessoas, foi identificado como Arcan Cetin, um imigrante turco, informou neste domingo (25) a polícia estadual.
Trata-se de um jovem de 20 anos residente em Oak Harbor, a cerca de 40 km do local do ataque e onde foi detido, disse em entrevista o responsável policial do condado Mike Hawley.

Cetin, um imigrante procedente da Turquia com residência permanente nos EUA, foi detido quando caminhava junto à estrada depois que a polícia de Oak Harbor localizou seu veículo e tinha sinais de estar desorientado. “Parecia um zumbi”, afirmou Hawley, ao explicar que Cetin, que não estava armado, não ofereceu resistência nem disse nada no momento da detenção.

A detenção aconteceu porque a polícia recebeu vários telefonemas nos quais foram informados que o suspeito estava na região.
Sobre os motivos do ataque, o responsável da polícia disse “não ter nem ideia”, ao mesmo tempo em que acrescentou que os investigadores não descartam que se trate de um ato de terrorismo. Em entrevista antes da detenção do suspeito, o FBI disse que “não há indícios de que tenha sido terrorismo” jihadista, embora não se descarte completamente essa possibilidade. …Leia na íntegra

Autor de ataque em Munique agiu sozinho e não tem ligação com Estado Islâmico, diz polícia

0

Publicado por Editor | Colocado em Mundo | Data: 23 jul 2016

Tags:, ,

Da Redação

IMAGEM_NOTICIA_5Neste sábado (23), o chefe da Polícia de Munique, Hubertus Andrae, disse que não há razões para acreditar que o suspeito por trás do tiroteio de Munique, que na última sexta (22), abriu fogo indiscriminadamente contra pessoas nas imediações de um movimentado shopping na cidade alemã, estivesse ligado ao grupo extremista Daesh. Em entrevista coletiva, Hubertus Andrae afirmou que “o atirador tinha 18 anos, nasceu e cresceu em Munique e era um aluno da escola. Uma busca foi conduzida no seu apartamento e no quarto onde ele morava. A busca não identificou nenhuma ligação ao Daesh [Estado Islâmico]”.

“Não há indicações de que, além do criminoso que cometeu suicídio, houvesse outras pessoas envolvidas nos acontecimentos da sexta-feira (22). Do nosso ponto de vista, está claro que estamos lidando com um lobo solitário”, acrescentou. Segundo a agência Sputnik Brasil, o chefe da polícia frisou que o ataque não tem relação com a questão dos migrantes. “No total, 10 pessoas foram mortas e 27 ficaram feridas, incluindo um adolescente que sofreu ferimentos graves”, disse Hubertus aos jornalistas na entrevista coletiva.

O chefe de polícia estadual disse ainda que o atirador não tinha licença para o porte de arma e que carregava uma pistola Glock usada. O atirador suspeito também tinha 300 munições em uma mochila.

PM é morto após ter arma roubada por atirador; Veja vídeo

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 09 jul 2016

Tags:, , ,

Redação VN
redacao@varelanoticias.com.br

Um policial militar morreu e outro ficou ferido após troca de tiros na noite de sexta-feira (8) em Itacaiu, distrito de Britânia (GO). Os agentes atendiam uma ocorrência de som automotivo acima do limite permitido em uma festa quando um deles teve a arma roubada durante uma confusão. Um vídeo do momento foi compartilhado nas redes sociais.

As imagens mostram a dupla efetuando a prisão de um homem por “perturbação da ordem pública” e uma mulher tentando impedir a prisão. Um dos agentes tenta imobilizá-la para que parasse de impedir o trabalho da polícia. Neste momento, um homem de camiseta branca e bermuda amarela se aproxima, pega a arma do sargento Uires Alves da Silva, de 45 anos, e atira contra os PMs. Caído, o sargento Uires ainda foi alvejado mais de uma vez pelo homem.

No vídeo, ainda parecem pessoas que estavam no local tentando se esconder. Segundo a Polícia Militar de Goiás, o autor do crime foi baleado durante o tumulto e morreu no local. A denúncia foi feita originalmente ao Corpo de Bombeiros e repassada à guarnição que estava próxima ao local.