Portaria que concede licença ambiental da barragem do Rio Catolé é divulgada no Diário Oficial da Bahia

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 18 abr 2018

Tags:,

Da Redação

Foi publicado no Diário Oficial do Estado da Bahia, nesta  terça-feira (17), a portaria para implementação da barragem do Rio Catolé. A unidade beneficiará as cidades de Vitória da Conquista, Belo Campo e Tremedal.

Segundo informações a  notícia foi confirmada pelo secretário estadual de meio ambiente, Geraldo Reis. A barragem do Catolé poderá acumular até 24 milhões de metros cúbicos de água – ou seja, um volume quatro vezes maior que a capacidade do sistema atual.

A obra, será  uma das mais importantes para o município de Vitória da Conquista, e tem recursos previstos pelo Programa de Aceleração do Crescimento – PAC, no valor total de R$ 204 milhões, sendo quase R$ 46 milhões de contrapartida do Governo do Estado, e foi incluída pela ex-presidente Dilma Rousseff no Plano de Gestão de Riscos e Respostas a Desastres Naturais.

Quantas vezes Jaques Wagner e Rui Costa anunciaram a licitação da Barragem do Rio Catolé?

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Brasil, Vit. da Conquista | Data: 05 out 2017

Tags:, , ,

da Redação

A tão prometida barragem do Rio Catolé já elegeu vários deputados do PT em Vitória da Conquista. Se o saudoso Dilton Rocha estivesse apresentando o programa Resenha Geral haveria de disparar a indagação: “Até quando ou será que não tem quando?”

Quando era governador, Jaques Wagner (PT) declarou em entrevista: “ Em Salvador eu monitoro a construção da barragem a cada 24 horas”. Ele imaginou que as obras já tinham sido iniciadas. Foram tantas promessas e tantas licitações anunciadas que até o governador da época se “equivocou” (?). A pergunta que não quer calar. Quantas vezes Jaques Wagner e Rui Costa anunciaram a licitação da Barragem do Rio Catolé?

Na propaganda, sempre enganosa, o ex-prefeito Guilherme Menezes (PT) e o ex-governador Jaques Wagner alimentaram a esperança do conquistense ao prometer mais uma vez que iriam construir a barragem do Rio Catolé. O dinheiro do PT é virtual, Falam em milhões com uma desenvoltura invejável. A finalidade repetidas vezes visa tão somente conquistar votos em períodos eleitorais e pré-campanhas antecipadas.

Neste ano de 2017 o governador Rui Costa (PT) já anunciou a barragem do Rio Catolé algumas vezes. A manobra conhecida do PT é alimentar a esperança do conquistense em relação a barragem do Rio Catolé. O governador fala, fala, fala, fala, fala e lança desafios, faz provocações, e volta de novo a prometer o que não fará. Mesmo o Governo Federal  anunciando que vai liberar R$ 144 milhões para a barragem do Rio Catolé, o fato da obra ser conveniada com o PT , será suficiente para não avançar. A farra de promessas do PT está de novo no AR.

Veja o vídeo de Rui que foi divulgado no Blog do Anderson. Você acredita?

O blog mostrou nas postagens desta 3ª feira (3), toda a história da construção do novo aeroporto. Não fosse a intervenção de ACM Neto, e do ex-senador Antonio Carlos Magalhães Jr. a pista não seria construída.

O blog mostrou também que o PT fracassou, e os recursos do terminal foram viabilizados graças a intervenção do ex-ministro Geddel Vieira Lima e do deputado federal Lúcio Vieira Lima. O pânico e medo de perder as eleições têm tirado o sono dos petistas.

Justiça autoriza continuidade da licitação da barragem do Rio Catolé

0

Publicado por Editor | Colocado em Justiça | Data: 15 jul 2017

Tags:,

Da Redação

A Justiça Federal autorizou o Estado da Bahia a dar prosseguimento ao processo licitatório para construção da barragem de Catolé, no município de Vitória da Conquista. A licitação foi suspensa depois que o Ministerio Público entrou com uma ação civil pública.

Na oportunidade, a promotoria afirmou que a obra ainda não tinha licença ambiental e que a mesma taria danos ao meio ambiente. Na época, a Justiça Federal acatou a solicitação do MP.

Em decisão proferida na última quinta (13), o juiz federal João Batista de Castro Júnior, da 1ª Vara da Subseção Judiciária de Vitória da Conquista, no entanto, permitiu que fosse dado continuidade à licitação até a fase de homologação, “ficando condicionada a assinatura do contrato à apresentação da licença ambiental prévia com o cumprimento de eventuais condicionantes”.

A barragem do Catolé poderá acumular até 24 milhões de metros cúbicos de água – ou seja, um volume quatro vezes maior que a capacidade do sistema atual, que atende às populações de Vitória da Conquista, Barra do Choça e Belo Campo.

Embasa suspende licitação da barragem do Rio Catolé sem apresentar justificativa

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Meio Ambiente, Vit. da Conquista | Data: 30 mar 2017

Tags:, , ,

da Redação

A Embasa vem se especializando em dá nó em licitações na Bahia 

A novela protagonizada pelo Governo da Bahia, continua. Em nota datada de 28 de março, a Embasa, anuncia que mais uma vez a licitação das obras da barragem do Rio Catolé foi suspensa.

A empresa não apresenta nenhuma justificativa, e para agravar a situação, e aumentar a preocupação de toda população conquistense, que vive mais um racionamento, que não tem e não apresenta uma nova data para inicio do processo da construção da tão esperada barragem do Rio Catolé.

É de estranhar a decisão do Governo da Bahia, exatamente quando o Ministério das Cidades libera R$ 141 milhões, o que representa  80% do do recurso necessário para construção da barragem.

Promessa

Desde o governo de Jaques Wagner que promessas são renovadas. O então governador à época, chegou a declarar na Resenha Geral que monitorava de Salvador a construção da barragem que já tinha começado em seu governo.

Promessa II

O governador Rui Costa (PT), em recentes entrevistas, vem  garantindo que fará a barragem de qualquer jeito – mesmo se o governo federal não liberar o dinheiro. A licitação  marcada para 18 de abril e o Ministério das Cidades já liberou R$ 144 milhões. Na abertura na noite de 3ª feira (28), o Secretário do Meio Ambiente do Estado da Bahia, Geraldo Reis, garantiu a construção da barragem do Rio Catolé,

Confira abaixo o comunicado surpreendente da Embasa:

 

COMUNICAÇÃO EXTERNA Nº 0320/17 DATA: 28/03/2017 REMETENTE: PLC (UNIDADE DE LICITAÇÕES E CONTRATOS) DESTINATÁRIO: EMPRESAS ADQUIRENTES REFERENTE: CONCORRÊNCIA NACIONAL Nº 007/17 OBJETO: CONSTRUÇÃO DA BARRAGEM DO CATOLÉ, NO ESTADO DA BAHIA.

Prezados Senhores, A Comissão de Licitação da Embasa comunica aos interessados que a data da sessão de abertura da Concorrência Nacional Nº 007/17, com o objeto acima que estava marcada para o dia 18/04/2017, fica suspensa “SINE DIE”. Atenciosamente, Vitor Augusto do Carmo Sousa Presidente da Comissão de Licitação


Barragem do Rio Catolé terá R$ 141 milhões do Governo Michel Temer

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Brasil, Sudoeste, Vit. da Conquista | Data: 28 mar 2017

Tags:, ,

da Redação

A Barragem do rio Catolé, que será responsável pelo abastecimento da região de Vitória da Conquista terá R$ 141 milhões do Ministério das Cidades do Governo Federal sob o comando do presidente Michel Temer. Na posse em discurso na Câmara Municipal, o prefeito Herzem Gusmão (PMDB), falou da importância do presidente Temer – comparecer a inauguração do aeroporto, obra que tem 99,9% de recursos do Governo Federal. Defende ainda o prefeito que Temer venha para a inauguração da barragem.

O Ministério das Cidades aprovou o projeto que terá liberação de R$ 141 milhões. O processo de licitação já foi lançado. A barragem do Rio Catolé beneficiará 350 mil habitantes, cujo investimento está orçado em R$ R$ 204 milhões, sendo R$ 182 milhões para a construção do maciço e R$ 22 milhões em ações de sustentação.

A barragem que será construída no município de Barra do Choça, terá capacidade para armazenar 23,4 bilhões de litros de água, volume quatro vezes maior do que a capacidade de armazenamento da barragem de Água Fria II.

 

Conquista: racionamento de água só vai acabar após a construção da Barragem do Catolé, afirma Embasa

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 23 mar 2017

Tags:, ,

Da Redação

O racionamento de água, em Vitória da Conquista, que começou em maio de 2016, realmente, não tem data para terminar. De acordo com a Embasa, a diminuição do fornecimento do líquido deve durar por todo ano de 2017.

No entanto, o gerente da empresa, André Ribeiro, em recente entrevista concedida ao Programa Brasil Notícias, da rádio Brasil FM, afirmou que o racionamento só chegará ao fim, definitivamente, quando for construída a Barragem do Rio Catolé. Isso significa dizer que os conquistenses vão ter que esperar muito para ter água regularmente em casa. Segundo o governo do estado, a Barragem só deve ser inaugurada no fim de 2020.

Ainda conforme a administração municipal, a Barragem do Catolé teve o projeto aprovado pelo Ministério das Cidades, que resultará na liberação de R$ 141 milhões.  O processo de licitação já foi lançado. A intervenção, que vai beneficiar 348,6 mil habitantes, possui investimento total de R$ R$ 204 milhões, sendo R$ 182 milhões para a construção do maciço e R$ 22 milhões em ações de sustentação.

Localizada em Barra do Choça, ela possibilitará o armazenamento de 23,4 bilhões de litros de água, volume quatro vezes maior do que a capacidade de armazenamento da barragem de Água Fria II, que é a atual responsável pelo abastecimento de Vitória da Conquista e Belo Campo.

Rui diz que licitação da Barragem do Rio Catolé deve sair no mês que vem

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 20 fev 2017

Tags:, ,

Da Redação

Adutora do Rio Catolé – Foto arquivo BRG

O governador da Bahia, Rui Costa, afirmou na última sexta-feira (17), que a licitação da Barragem do Rio Catolé deve ser aberta em aberta em março – um mês depois do prazo anunciado pela Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) , durante audiência pública que tratou da construção da Barragem, no mês de janeiro. Naquela oportunidade,  a diretora de engenharia da Embasa, Rita Bonfim, disse que a expectativa era que a obra fosse licitada agora em fevereiro.

A licitação deve durar em torno de 120 dias, isso significa que, na melhor das hipóteses, a obra da Barragem do Rio Catolé inicie no segundo semestre deste ano. A construção da Barragem, por sua vez, deve ter uma duração prevista de 33 meses, ou seja, a Barragem só deve ser inaugurada no fim de 2020. De acordo com o Governo do Estado, o orçamento completo do empreendimento é de R$ 204 milhões, dos quais R$ 182 milhões são destinados à construção das obras propriamente ditas.

A Barragem do Catolé poderá acumular até 24 milhões de metros cúbicos de água – ou seja, um volume quatro vezes maior que a capacidade do sistema atual, que atende às populações de Vitória da Conquista, Barra do Choça e Belo Campo. Os equipamentos que compõem o atual sistema – inclusive a Adutora do Catolé, construída de forma emergencial em 2013 – serão integrados à futura barragem, que poderá incluir também o município de Tremedal no atendimento. Isso garantirá uma autonomia hídrica para a região e evitará os racionamentos que têm ocorrido desde 2012.

Audiência Pública com a Embasa tratará sobre a construção da barragem do Rio Catolé

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 12 jan 2017

Tags:, , , ,

Da Redação

A audiência pública, marcada para a próxima terça-feira (17), foi um convite da Embasa para a Câmara Municipal de Vitória da Conquista, com o objetivo de discutir sobre a crise hídrica na cidade, com a solução de que seja construída uma barragem do Rio Catolé. Na ocasião serão apresentados os estudos ambientais, o projeto de engenharia e de educação socioambiental da obra.

Pela terceira vez em um período de quatro anos, a população de Vitória da Conquista e região, sofre há oito meses com o racionamento de água na cidade. Isso porque com a falta de chuvas, o volume de água acumulado nas barragens Água Fria I e II diminuiu os níveis drasticamente, além de também diminuir a vazão do rio Catolé.

Na manhã de ontem, quarta-feira (11), o presidente da Câmara de Vereadores, Hermínio Oliveira (PPS), e o 1º Secretário, Gilmar Ferraz (PMDB) receberam duas representantes da Embasa da unidade de Conquista. A iniciativa da realização dessa audiência é uma das etapas para o lançamento do edital de licitação, como afirmou Maísa Neves, assistente social da Embasa.

Outras licitações desse processo foram realizadas desde 2014, mas nenhuma empresa interessada compareceu para execução da obra. A exigência para obras e instalações da barragem, causadoras de significativo impacto ambiental, cumpre a obrigação legal, conforme a apresentação do estudos ambientais, o projeto e ações de educação socioambiental.

A Embasa apresentará o projeto na audiência pública, que vai acontecer às 15h, no Auditório do Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães – Av. Luís Eduardo Magalhães, 1.180, Candeias, Vitória da Conquista.