Black Friday: vendas de unidades de produtos na Bahia devem aumentar em 20%

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 29 nov 2019

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Via-Bahia.png

Fonte: A Tarde

Acontece nesta sexta-feira (29) a Black Friday, data de descontos no Brasil e em várias outras partes do mundo. Conhecida como a Black Friday, a última sexta-feira de novembro, é utilizada pelos lojistas para atrair os consumidores através de grandes descontos e grandes promoções, além de facilidades no pagamento.

Na Bahia, o Presidente do Sindicato dos Lojistas do Estado da Bahia, Paulo Mota, afirmou que a expectativa de vendas de unidades de produtos na Black Friday de 2019 deve crescer 20% em relação a 2018. E o crescimento econômico deve ser em média de 5% em relação à data no ano passado.

Cresce para 39% o número de consumidores que só devem comprar na Black Friday se descontos valerem a pena

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral | Data: 26 nov 2019

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é pel.gif

Na próxima sexta-feira, dia 29 de novembro, será realizada a 10ª edição da Black Friday no país. Ao se consolidar como uma das mais importantes datas para o varejo, a ação deve refletir um amadurecimento do consumidor, cada vez mais consciente em tomar cuidado para garantir as melhores ofertas e não ser enganado. É o que aponta pesquisa realizada em todas as capitais do país pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil).

Os dados revelam que este ano quatro em cada dez (39%) brasileiros só pretendem adquirir algum produto se as ofertas realmente valerem a pena — um crescimento de sete pontos percentuais em relação a 2018. Em contrapartida, metade (50%) disse ter intenção de fazer compras na Black Friday. Apenas 11% não devem aproveitar as promoções. 

Esse comportamento do consumidor também pode ser observado na decisão da compra. A pesquisa indica que nove em cada dez (91%) entrevistados planejam pesquisar preços antes de adquirir algum item, principalmente para confirmar se os produtos realmente estão na promoção, ou seja, com preços mais baixos do que o normal (54%). Considerando aqueles que pretendem buscar informações sobre as ofertas, 40% afirmaram que olhariam os preços a menos de 30 dias da Black Friday, enquanto 28% fariam pesquisa com um mês de antecedência e 11% até dois meses  antes. Outros 13% só devem verificar preços no dia do evento. Os meios mais utilizados apontados para fazer a pesquisa são sites e aplicativos que fazem comparação de preços e produtos (55%), sites das lojas (52%) e portais de busca (42%).

Na avaliação do presidente do SPC Brasil, Roque Pellizzaro Junior, a Black Friday deste ano promete ser diferente em relação aos outros anos. “O consumidor brasileiro está mais exigente, em busca de experiências e bons descontos. Tanto é que já começa a se preparar com antecedência para as promoções e pesquisar as ofertas antes de sair comprando. Esse novo cenário abre oportunidades para o varejo que terá a chance de oferecer produtos com preços atrativos e alavancar as vendas, seja no ambiente físico ou on-line”, destaca.

Pela 1ª vez, brasileiro deverá comprar tanto em lojas físicas quanto na internet durante a Black Friday

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Economia, Geral | Data: 13 nov 2019

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é pel.gif

Fonte:G1

No Brasil, a Black Friday, é mais conhecida pelas promoções na internet, mas nos últimos anos passou a ganhar uma maior adesão do comércio de rua e shoppings e, em 2019, pela primeira vez, o número de compradores nas lojas físicas deverá se igualar ao do comércio eletrônico. É o que aponta uma pesquisa feita pelo Google em parceria com a consultoria Provokers.

De acordo com o levantamento, a intenção de compra somente na internet durante a Black Friday caiu de 52% em 2018 para 38% em 2019, enquanto que a parcela de compradores que pretende comprar apenas em lojas físicas passou de 41% para 37%.

Segundo a pesquisa, essa tendência será impulsionada sobretudo pelo consumidor multicanal. O número de entrevistados que disseram que planejam comprar em ambos os canais saltou para 25%, contra 7% no ano passado.

Em 2019, a Black Friday acontecerá no dia 29 de novembro.

Black Friday invade comércio Conquistense nesta sexta (23)

0

Publicado por Editor | Colocado em Economia, Vit. da Conquista | Data: 23 nov 2018

Tags:

Diversos estabelecimentos comerciais em Vitória da Conquista  estarão participando da onda de descontos da Black Friday. De origem americana a Black Friday ou sexta-feira negra, consiste numa grande baixa dos preços nas principais lojas, como uma proposta para impulsionar as vendas na última sexta-feira de novembro, após um dos feriados mais importantes da cultura norte-americana, o Dia de Ação de Graças, marcando o início das compras natalinas.

No Brasil, a primeira versão do evento aconteceu com alcance reduzido, apenas com  às empresas de comércio online.  Nos anos posteriores, a Black Friday rompeu a barreira virtual e passou a ser adotada pelos estabelecimentos comerciais dos mais variados ramos de atividade. A cada ano, mais lojistas aderem ao evento, evidenciando os efeitos positivos no aumento das vendas

Seis em cada dez consumidores pretendem comprar na Black Friday 2018

0

Publicado por Editor | Colocado em Economia | Data: 22 nov 2018

Tags:, ,

Reprodução do site da CDL/Conquista

Valor de gastos por pessoa é estimado em R$ 1.146 e 32% dos que compraram no ano passado planejam desembolsar mais este ano. São esperados descontos de 45%, em média. Roupas, calçados e smartphones estão entre os itens que devem ser mais procurados

Pouco menos de uma semana da Black Friday, que este ano será no dia 23 de novembro, milhares de pessoas aguardam a mega liquidação para aproveitar as ofertas. Uma pesquisa realizada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) mostra que seis em cada dez (58%) consumidores têm a intenção de fazer compras na Black Friday, um expressivo aumento de 18 pontos percentuais em relação ao ano passado. Por outro lado, 32% só devem ir às compras caso encontrem boas ofertas e apenas 10% não pretendem comprar nada.

Entre os que pretendem comprar produtos de olho nos descontos, 70% consideram a data uma oportunidade de adquirir itens que estejam precisando com preços mais baixos. Cerca de 30% querem antecipar os presentes de Natal de olho nas promoções, enquanto 12% planejam aproveitar as ofertas mesmo sem ter necessidade de comprar algo no momento. Já entre os que não pretendem fazer compras na Black Friday, os principais motivos apontados são falta de dinheiro (28%) e o fato de não precisar comprar nada (22%). …Leia na íntegra

Black Friday de 2017 já tem mais reclamações em relação a 2016

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 24 nov 2017

Tags:,

Estadão


O brasileiro incorporou a Black Friday em seu calendário de compras, mas ao mesmo tempo se preparou para não cair em descontos enganosos. Segundo levantamento do Reclame Aqui, até o momento foram registradas 1,374 mil reclamações, um aumento de 16,7% em relação ao mesmo período do ano passado.

O principal motivo é a propaganda enganosa, que atinge 14% das queixas. Divergência de valores e problemas para finalizar a compra também foram reportados. Para Felipe Paniago, diretor de marketing do Reclame Aqui, “o consumidor está mais preparado e aprendeu a detectar se as ofertas são verdadeiras ou não”. Ainda de acordo com Paniago, os brasileiros esperavam mais. “Descontos de 50% não aconteceram muito e era o que o consumidor estava esperando. Produtos com 20% são considerados com boa oferta”, diz.

O número de reclamações reportadas ao órgão oficial de defesa do consumidor, o Procon, é mais baixo. De acordo com balanço divulgado pelo Procon- SP, até as 11 horas desta sexta-feira, 24, foram recebidas 160 reclamações. A empresa B2W Companhia Digital (dona de Submarino, Shoptime, Americanas.com), a Casasbahia.com, Extra.com e Pontofrio.com lideram a lista com 19 queixas (11,88%, cada). Em seguida está a KaBuM!, com 7 reclamações.

O motivo principal é a maquiagem de desconto, ou seja, quando a oferta oferecido sobre o preço do produto ou frete não é real. A indisponibilidade de produtos em estoque foi a segunda maior queixa. Ao todo, o Procon-SP realizou 320 atendimentos entre reclamações e orientações.

Black Friday: Procon orienta consumidores

0

Publicado por Editor | Colocado em Economia | Data: 21 nov 2017

Tags:, ,

Da Redação

O Procon de Vitória da Conquista realizará uma campanha educativa nesta quinta e sexta, 23 e 24 de novembro, para que o consumidor preste bastante atenção antes de realizar suas compras durante a Black Friday. De acordo com o órgão, a data pode ser uma boa oportunidade para economizar nas compras, mas há também o risco de armadilhas, principalmente nas compras online.

Conforme o Procon, o consumidor tem que ter muito cuidado, porque é um momento que expõe ainda mais as vulnerabilidades dos sistemas de compras. Dentre as práticas abusivas comuns nessa época está a publicidade enganosa, com aumentos bruscos de preços na véspera da campanha para então conceder um desconto ilusório. Por isso, monitorar a oscilação de preços antes da Black Friday é fundamental.

A omissão de informações a respeito do produto ou da relação de compra também é frequente. Por isso, recomenda-se que o consumidor exija do estabelecimento dados sobre a garantia, assistência em caso de defeitos, prazo de devolução, dentre outras informações que garantam a segurança do consumidor após a aquisição do produto.

Durante os dois dias da campanha, agentes do órgão distribuirão panfletos informativos no comércio, orientando a população a executar uma compra segura. Além disso, eles também fiscalizarão os estabelecimentos comerciais, a fim de coibir práticas abusivas.

Compras online – Quem pretende comprar pela internet deve ter cuidado redobrado. Certificar-se da identificação da loja (razão social, CNPJ, canais de contato) é essencial para a resolução de um possível problema no futuro. Conhecer a política de privacidade do estabelecimento e a sua reputação, por meio do cadastro de reclamações, também é essencial.

O CDC (Código de Defesa do Consumidor) permite que o consumidor desista da compra online em até sete dias após recebê-la. Dentro desse prazo, a devolução pode ocorrer mesmo quando o produto não apresentar vícios ou defeitos.

Procon alerta para fraudes durante a Black Friday

0

Publicado por Editor | Colocado em Economia | Data: 23 nov 2016

Tags:, ,

Da Redação

black-friday
Na próxima sexta-feira  (25), começam, oficialmente, as promoções da Black Friday em todo o país. No entanto, para aproveitar os preços promocionais oferecidos por estabelecimentos comerciais e lojas virtuais, sem cair em fraudes, o Procon dá algumas dicas aos consumidores.

A primeira delas, destaca o coordenador do Procon de Vitória da Conquista, Carlos Públio, é verificar a necessidade do produto ou serviço que pretende adquirir. Com as compras planejadas, o consumidor deve verificar a confiabilidade das empresas e segurança dos sites, verificando CNPJ, número de telefone e endereço físico, além de analisar se os descontos são mesmo reais.

Ainda de acordo com o Procon, o consumidores precisam  também analisar os prazos para entrega dos bens adquiridos, o valor do frete e evitar fazer depósitos em contas bancárias de pessoas físicas e ficar atentos aos preços muito abaixo dos praticados no mercado.

De acordo com o Procon, também é aconselhado aos consumidores guardarem todas as informações da compra, a exemplo de e-mails e impressões de tela, pois são provas em caso de procura ao serviço de defesa do consumidor para a intermediação de algum problema.  …Leia na íntegra

Black Friday: saiba como aproveitar o dia de descontos

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Economia | Data: 19 nov 2016

Tags:, , ,

A Tarde

img_1191

Surgido posteriormente à comemoração do dia de Ação de Graças, a Black Friday teve seu início na Filadélfia, nos Estados Unidos, em meados dos anos 90, e está vinculada com o período de compras para o Natal. Este ano, a principal data para comprar mais barato será no dia 25 de novembro. Segundos dados obtidos pela Ebit, a Black Friday de 2015 atingiu R$ 1,6 bilhão em apenas 24 horas de promoções. Este ano, a expectativa é de que este número aumente em um percentual de 30%.

Para melhor aproveitar os descontos oferecidos na Black Friday, a sexta-feira negra como é popularmente chamada, confira algumas dicas:

Utilizar cupons de desconto – Para conseguir comprar na Black Friday, a dica é utilizar os cupons de desconto disponibilizados pelas lojas on-line. O site Picodi é uma opção para quem deseja encontrar esses cupons de maneira bem simples, basta acessar o portal de ofertas e analisar quais as promoções que estão mais atraentes, ou navegar na seção exclusiva com as melhores ofertas da Black Friday, no próprio Picodi.

Fazer uma lista de desejos e manter o foco – Para não perder nenhuma oportunidade na última sexta-feira de novembro, o consumidor deve manter o foco e fazer uma lista de desejos, além, claro, de ser ágil no momento de aproveitar as ofertas, que acabam rapidamente. Os smartphones ainda são os itens mais desejados na Black Friday, as expectativas são grandes para os descontos para esse segmento.

Evitar os horários de pico e ficar de olho nas promoções – Para quem deseja aproveitar as ofertas em lojas físicas deve se atentar que pela manhã os magazines e lojas de departamento estarão mais cheios; o mesmo acontece nas lojas on-line. O horário da 00h até as 12h é extremamente concorrido e, por diversas vezes, os sites ficam indisponíveis. Outra dica importante é verificar o horário das promoções: algumas lojas on-line colocam alguns produtos de consumo em horários limitados.

Antecipar as compras do Natal – Sem sombra de dúvidas, os consumidores estão mais receptivos à Black Friday e muitos têm como intuito antecipar as compras do Natal com as promoções desse dia, já que nesse período os preços, geralmente, recebem uma leve alta.

Evitar a black fraude – O termo black fraude nada mais é do que uma enganação perante aos consumidores; neste caso, a dica é conferir os valores do produto que deseja comprar uma semana antes da Black Friday. Para não ser enganado, o consumidor deve analisar os produtos e colocar alarmes de preços nos mesmos, assim poderá verificar com mais credibilidade se a loja realmente baixou os preços.

Conferir as ofertas da Cyber Monday – Este ano, a data da Cyber Monday 2016 será 28 de novembro. A segunda-feira de ofertas, que acontece logo após a Black Friday, é também um momento interessante para comprar mais barato na internet. Geralmente, os produtos que não saíram do estoque na sexta-feira estarão mais baratos na segunda. Uma boa opção é aproveitar o Cyber Monday, no Walmart.

Vendas online na Black Friday superam R$ 870 milhões

0

Publicado por Roberto Silva | Colocado em Brasil, Economia | Data: 29 nov 2014

Tags:

Agência Brasil

Black-Friday-2014-Predictions-620x465As vendas ao longo da Black Friday somaram R$ 871,9 milhões nas lojas online do Brasil em 2014. O valor é 48% maior do que o registrado na mesma data há um ano, segundo dados da empresa responsável por análises de risco ClearSale e da criadora do site Black Friday.com.br, a Busca Descontos.

Foram registrados 2,092 milhões de pedidos pela internet. O levantamento ainda revela que os produtos mais procurados pelos consumidores foram os eletrônicos, com 42% das vendas, seguidos dos artigos de esporte e lazer, com 15%. Na sequência, apareceram os itens de informática (11%), viagens (10,6%) e moda (7,3%).

O tradicional dia de descontos está em sua quarta edição no Brasil e também englobou o comércio de lojas físicas, porém os dados sobre as vendas nessa categoria não foram divulgados até o momento.

…Leia na íntegra