Evo Morales renuncia ao cargo de presidente da Bolívia

0

Publicado por Editor | Colocado em Mundo, Política | Data: 10 nov 2019

Tags:, ,

r7.com

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Via-Bahia.png
Evo Morales renunciou ao cargo de presidente
Carlos Garcia Rawlins / Reuters – 10.11.2019

Evo Morales renunciou ao cargo de presidente da Bolívia. Em pronunciamento feito de Chimboré, na província de Cochabamba, diz que o faz para que os opositores parem de cometer violências contra seus apoiadores.

No pronunciamento, acompanhado de seu vice-presidente, Alvaro Garcia Linera, Morales acusou Carlos Mesa, ex-presidente, e Luis Fernando Camacho, líder dos protestos de oposição, de cometerem um golpe de Estado.PUBLICIDADE

“Estamos renunciando para que nossos irmãos mais humildes deixem de ser agredidos. Família pobres, humildes, não queremos que haja enfrentamentos”, disse Morales. “Decidimos renunciar ao nosso triunfo para que haja eleições, tudo isto pela Bolívia, pela pátria.”

Cerca de uma hora antes, o comando das Forças Armadas da Bolívia e os chefes de polícia haviam feito anúncios pedindo a renúncia de Morales.

Eleições iniciaram crise que levou à renúncia

A decisão de Evo Morales ocorre vinte dias após a votação que teria lhe garantido o quarto mandato consecutivo à frente do governo boliviano já no primeiro turno, vencendo o opositor e ex-presidente Carlos Mesa.

O resultado das eleições de 20 de outubro, no entanto, foram contestados pela oposição e deflagraram grandes protestos contra e a favor de Morales.

Os confrontos entre partidários e opositores do presidente se intensificaram na última semana.

Motins em quartéis e auditoria

No sábado (9), houve notícias de motins em quartéis de polícia. No domingo, a auditoria eleitoral feita pela OEA (Organização dos Estados Americanos) apontou a existência de indícios de fraude. De imediato, Morales foi à TV para anunciar que aceitava o resultado da auditoria e convocaria novas eleições.

À tarde, a movimentação nas ruas aumentou. Com a prisão de membros do Tribunal Supremo Eleitoral, acusados de envolvimento com as fraudes, e adesão das Forças Armadas, da Chefia de Polícia e da Defensoria Pública às pressões por renúncia, Morales partiu de avião de La Paz para Chimboré.

No pronunciamento sobre a renúncia, Morales denunciou diversos atos violentos contra líderes do seu partido MAS e às famílias dele e de Linera. “Se algo acontecer com Evo ou Álvaro, saibam, será responsabilidade de Mesa e Camacho.”

Bolívia prende funcionário que autorizou operação da Lamia

0

Publicado por Editor | Colocado em Mundo | Data: 08 dez 2016

Tags:, , ,

Agência Ansa

avio-lamia-chapecoense-opovo
A Procuradoria-Geral da Bolívia deteve nesta quinta-feira (8) o ex-diretor de Registro Aeronáutico Nacional, Gustavo Vargas, que autorizou a operação da companhia aérea Lamia, proprietária do avião que caiu com a delegação da Chapecoense. As informações são da Agência ANSA.

Gustavo Vargas é filho do diretor-geral da Lamia, também chamado Gustavo, e que foi preso ontem (7). A Procuradoria boliviana investiga se houve tráfico de influência para permitir que a Lamia funcionasse na Bolívia. No momento, a licença da empresa no país está suspensa.

Também foram apreendidos documentos na sede da Direção Geral de Aeronáutica Civil, em La Paz, órgão ao qual pertence o Registro Aeronáutico Nacional, onde Vargas foi diretor. Além disso, a Procuradoria não descarta convocar para depoimento o ministro de Obras Públicas, Milton Claros, que já havia cogitado a hipótese de tráfico de influência.

Fundada em 2009, no estado de Mérida, na Venezuela, a companhia aérea começou a operar apenas em 2014 e pouco depois transferiu sua sede para a Bolívia. Sua especialidade eram voos fretados para times de futebol da América Latina, já que oferecia flexibilidade para pousar em aeroportos remotos.

O avião que caiu com a Chapecoense, deixando 71 mortos, era o único de sua frota em condições de operar. Um de seus sócios era Miguel Quiroga, que pilotava a aeronave e morreu na tragédia. A principal hipótese para explicar o desastre é a falta de combustível.

Neymar faz dois gols na Bolívia, e Felipão vence a 1ª desde retorno

0

Publicado por Roberto Silva | Colocado em Esportes | Data: 06 abr 2013

Tags:,

Gazeta Esportiva

FBL-FRIENDLY-BOL-BRAComo se esperava, mesmo sem seu grupo principal a Seleção Brasileira não teve problemas em Santa Cruz de la Sierra, neste sábado, para superar a frágil Bolívia, penúltima colocada nas Eliminatórias Sul-americanas. Composta apenas por jogadores que atuam no Brasil, a equipe verde-amarela fez 4 a 0 , com gols de Leandro Damião, Neymar (duas vezes) e Leandro, e venceu a primeira desde o retorno de Luiz Felipe Scolari ao comando técnico.

O primeiro triunfo foi o penúltimo teste do treinador – que vinha de derrota para Inglaterra e empates com Itália e Rússia – antes da convocação para a Copa das Confederações. No dia 24, a equipe enfrenta o Chile, no Mineirão, mais uma vez apenas com jogadores que defendem times nacionais. Felipão já adiantou que só três ou quatro dos que estiveram em Santa Cruz de la Sierra não estarão também em Belo Horizonte.

…Leia na íntegra