Desaparecimento de cabeleireira completa uma semana

0

Publicado por Editor | Colocado em Polícia | Data: 27 fev 2017

Tags:, ,

Da Redação

Nesta segunda (27), completa um semana o desaparecimento da cabeleireira Deise Santos Oliveira, de 33 anos.  Ela, que é moradora do bairro Vila América, em Vitória da Conquista, foi vista pela última no dia (20) de fevereiro.

Segundo informações dos familiares de Deise, ela saiu de bicicleta da sua residência, logo pela manhã e não retornou. Fato que tem desesperar toda a família da cabeleireira.

De acordo com a polícia, já foram ouvidos depoimentos de familiares e do próprio marido da cabeleireira, mas até agora não existe pista sobre o paradeiro de Deise. No entanto, a população pode ajudar. Quem tiver alguma informação sobre a cabeleireira, pode ligar para (77)99171-1327.

Sobe para 11 o número de presos por sequestro de cabeleireira conquistense

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia | Data: 04 mar 2016

Tags:, , ,

Da Redação

conquistenseA Polícia Civil divulgou nessa quinta-feira (3) que mais duas pessoas foram presas por suspeita de envolvimento no sequestro e cárcere privado da cabeleireira conquistense e dona de salão, Arlethe Patez, ocorrida em Salvador, em julho de 2015. Segundo a polícia, o casal Edson Teixeira dos Santos Júnior, de 26 anos, e Vanusa Resende de Brito, 20, era responsável por vigiar a vítima no cativeiro.

Os dois deixaram a cidade de Tancredo Neves um mês após o sequestro de Arlethe e mudaram-se para Jequié, onde Vanusa foi presa, na última segunda-feira (29). Júnior foi localizado um dia depois, na cidade de Gitaúna.

Com a prisão dos dois, sobe para 11 o número de presos pelo crime. Outros nove suspeitos, entre elas um policial militar, já foram para a cadeia, após serem condenadas a penas que variam de 4 a 15 anos de prisão. Ainda de acordo com informações da polícia, somente um homem continua foragido, o traficante Manoel Rafael Bispo de Jesus, conhecido como Jorge Bocão, apontado como líder de uma quadrilha na cidade de Valença e mentor do sequestro da cabeleireira.

O caso

A empresária conquistense Arlethe Patez, dona do salão de beleza Rivê Gauche, que fica no bairro Costa Azul, em Salvador, foi levada por homens e colocada em um veículo no dia 22 de julho de 2015, na porta do seu estabelecimento. Ela foi libertada, 10 dias depois, em 2 de agosto, na cidade de Teolândia, interior da Bahia, quando a polícia “estourou” o cativeiro.

Sequestradores de cabeleireira conquistense são condenados a 94 anos de prisão

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Justiça | Data: 18 fev 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

conquistenseNove pessoas envolvidas no sequestro da cabeleireira conquistense Arlethe Silva Patez foram condenadas pela Justiça a 94 anos e quatro meses de prisão, na soma total das penas. Outros três suspeitos de envolvimento no crime ainda estão foragidos. A cabeleireira era proprietária de um salão de beleza, no bairro Costa Azul, em Salvador, e estava deixando o local quando foi sequestrada. Ela ficou dez dias no cativeiro até ser resgatada. As informações são do Correio da Bahia

Segundo a assessoria da Polícia Civil, as condenações aconteceram no inicio deste mês. Andresson Lopes Oliveira, o Gordo, foi condenado a 13 anos e seis meses de prisão. Ele é apontado pela polícia como o responsável por escolher a vítima, acompanhar a rotina da cabeleireira e manter a quadrilha informada. Gordo é marido de uma das funcionárias do salão de beleza de Arlethe.

O soldado da Polícia Militar Solemar Alves Campos foi condenado a 13 anos de prisão. Ele roubou um veículo Gol, utilizado no dia do sequestro para levar a empresaria até o local do cativeiro, no município de Wenceslau Guimarães, no Sul da Bahia. Ele e Gordo foram presos cerca de um mês após o crime. …Leia na íntegra

Polícia divulga vídeo do cativeiro onde empresária conquistense foi mantida refém

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Polícia | Data: 03 ago 2015

Tags:, , ,

por Mateus Novais

A Polícia Civil divulgou um vídeo que mostra o cativeiro onde estava a empresária conquistense Arlethe Patez, libertada na madrugada deste domingo (2), após 12 dias de sequestro. No vídeo é possível ver a cama onde a empresária ficava acorrentada, dentro de um pequeno cômodo de uma casa com apenas uma janela, no município de Teolândia (na região de Salvador).

Arlethe foi abordada pelos criminosos quando estava no portão do estabelecimento, um salão de beleza, no bairro Costa Azul, em Salvador. Após o registro do sequestro, a polícia iniciou uma investigação. Oito dias depois eles conseguiram prender um dos suspeitos de envolvimento no crime, que levou a polícia até o cativeiro, onde também estava o outro bandido, responsável por vigiar a empresária.

manoel-candido-sequestroManoel Cândido e Inael Moura – Foto: A Tarde

Manoel Cândido da Paz, de 46 anos, e Inael Moura de Jesus, 29 anos, foram apresentados na sede do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), nesse domingo (2), na capital baiana. Manoel, que dirigiu o carro no sequestro, afirma que não sabia do crime: “Fui chamado para buscar um carro quando eles pegaram a mulher. Depois só estive lá mais duas vezes. Não chamei a polícia porque eu tenho família”, disse ele que já tem passagem por tráfico de drogas. Já Inael, que era quem ficava com Arlethe, jura que a empresária foi bem tratada. “Ela chorava e eu dava uma palavra de conforto. Fazia o ‘rango’ e esquentava água para o banho. Não a maltratei”, disse Inael em depoimento.

Segundo a polícia, Arlethe ficou vários dias acorrentada, mas não sofreu abuso sexual e nem agressões físicas. Para a polícia, esta é a segunda vez que a quadrilha – que pode ter mais de 12 homens – pratica um crime parecido.

Conquistense sequestrada em Salvador é libertada após 12 dias

0

Publicado por Roberto Silva | Colocado em Bahia, Segurança | Data: 02 ago 2015

Tags:, ,

Da Redação

RTEmagicC_56b0634738.jpgA cabeleireira conquistense Arlethe Patez, proprietária do salão de beleza Rive Gouche, no Costa Azul, em Salvador, foi libertada do cativeiro neste domingo (2). A empresária foi sequestrada no dia 22 de julho.

A informação foi confirmada pelo delegado Jorge Figueredo e pela Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA). Policiais da Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) conseguiram localizar o cativeiro e libertar a empresária. “Ela já está em casa, com a família”, disse o delegado.

Arlethe foi sequestrada quando deixava o salão acompanhada de uma amiga. Amigos da empresária contaram que não houve pedido de resgate. Arlethe caminhava pela Rua Professor Cassilandro Barbuda quando foi obrigada a entrar em um veículo Fiat Palio. Segundo testemunhas, o carro ficou parado por alguns minutos, antes do crime, nas proximidades do salão. A amiga de Arlethe conseguiu escapar ilesa.

Empresária conquistense teria sido sequestrada em Salvador

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Polícia | Data: 24 jul 2015

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

conquistenseA empresária conquistense Arlethe Patez desapareceu na noite dessa quarta-feira (22), em Salvador. Familiares da empresária informaram que Arlethe teria sido sequestrada em seu salão de beleza no bairro Costa Azul, em na capital baiana.

Uma amiga da conquistense teria informado à polícia que criminosos entraram em contato com a família pendido resgate.

Já os familiares de Arlethe em Vitória da Conquista informaram que os possíveis bandidos não entraram em contato com nenhum membro da família da vítima.