Arthur Maia compara BNDES à caixa preta

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Política | Data: 13 maio 2015

Tags:, , ,

da Redação

IMG_8538O líder do Solidariedade, deputado federal Arthur Maia (BA), criticou, na sessão plenária da noite de ontem,12, a falta de transparência nas operações do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). “O BNDES tem como principal missão fazer investimentos no território nacional que atendam, sobretudo, as áreas menos desenvolvidas a fim de gerar emprego, riqueza, oportunidade. Mas não é esse o fim que tem sido dado ao dinheiro do banco. Ele tem sido um instrumento para alimentar vocações políticas próprias e referentes ao Partido dos Trabalhadores e aos amigos do Governo, e não para atender aos interesses do Brasil”, salientou.

O Plenário da Câmara aprovou, por 299 votos a 120, a Medida Provisória 663/14, que aumenta em R$ 50 bilhões o limite de recursos que a empresa poderá emprestar com subvenção econômica da União. O total passa a R$ 452 bilhões. “Mesmo diante de uma crise provocada pela irresponsabilidade fiscal da presidente Dilma, estamos conscientes de que esta medida de fazer maiores investimentos é, a princípio, correta. Este é um receituário tradicional na economia de mercado. O nosso grande questionamento é a falta de transparência do BNDES em relação a esses empréstimos”, apontou.

Recentemente, o ex-presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), ministro Augusto Nardes, fez uma crítica às condições secretas com que os investimentos do BNDES são feitos. No final do ano passado, o banco se recusou a repassar informações dos contratos e enviou documentos tarjados ao TCU alegando sigilo bancário para esse tipo de transação. Para Arthur Maia, “estes investimentos, sobretudo no exterior, constituem-se em uma caixa preta”.  …Leia na íntegra