Prefeitura retoma obras do Estádio Edvaldo Flores

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 26 fev 2014

Tags:, ,

da Redação

Edvaldo Flores BA Prefeitura de Vitória da Conquista retomou as obras do Estádio Edvaldo Flores que revelou grandes atletas na década de 60. Humaitá, União, Comerciário E. Clube, Santa Cruz, Olímpico do TG, Rodoviário da Ster, Fluminense e outros clubes que projetaram atletas como Piolho e Naldo, os mais conhecidos até hoje.

O investimento de aproximadamente R$ 2 milhões permitirá uma total recuperação do estádio do Alto Maron. Novo gramado, iluminação, arquibancadas, cabines de rádio, restauração da sede da LCDT e ainda trabalhos de urbanização fazem parte das obras.

As dimensões no campo de jogo, 100 x 70 são consideradas oficias pela FIFA. Resta saber se a FBF poderá programar jogos oficias do Campeonato Baiano já que o gramado é sintético.

Atletas, dirigentes e torcedores do futebol amador de Conquista receberam com alegria a retomada das obras paradas a praticamente um ano.

Foto: PMVC

Obras de quase 2 milhões de campo de futebol permanecem paradas em Vitória da Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Esportes, Vit. da Conquista | Data: 01 jan 2014

Tags:, , ,

da Redação

Placa Ed. Flores BBBAs obras de restauração do Estádio Edvaldo Flores cobradas pelos desportistas de Vitória da Conquista permanecem paradas. A praça de esportes localizada no Alto Maron é palco da realização dos jogos de futebol do campeonato conquistense promovido pela LCDT.

Iniciadas no período eleitoral em 2012, foram utilizadas na campanha política como uma rápida solução para o futebol amador. O certame deste ano foi disputado no abandonado Murilão e se a Secretaria de Infraestrutura Urbana não retomar as obras no Edvaldo Flores a disputa de 2014 poderá voltar a ser realizada no Murilão.

As obras de Iluminação, gramado sintético, alambrado, vestiários, sanitários e obras complementares vão custar R$ 1,9 milhão de acordo uma placa em exposição ao lado do acesso principal do estádio. O poder público continua pecando com a falta de planejamento com as obras na cidade. Observa-se que o que foi feito não representa 30% do valor da obra. Pronto apenas o gramado e algumas pequenas torres de uma simples iluminação. Tudo faz crer que não gastaram sequer R$ 300 mil.