Eleitores conquistenses podem ter seus títulos cancelados

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral, Vit. da Conquista | Data: 26 jan 2018

Tags:,


Da Redação

Faltando cindo dias para o fim do recadastramento biométrico, muitos eleitores ainda não realizaram o processo. A cidade de Vitória da Conquista conta atualmente com 242 mil eleitores, no entanto, 50 mil poderão ter os seus títulos cancelados por falta do Recadastramento.

A data para o fim do prazo é ate o dia 31 de janeiro, e o cancelamento do título de eleitor pode acarretar alguns prejuízos, como a suspensão do pagamento do Bolsa Família, benefício do Governo Federal. Na cidade de Vitória da Conquista, a revisão do eleitorado com informações biométricas está em fase obrigatória e, aquele eleitor que não realizar o procedimento terá o título cancelado.

Além da suspensão do Bolsa Família, o cidadão poderá sofrer outros impedimentos, tais como: problemas para emissão e manutenção de passaporte, não receber aposentadoria ou pensão paga pelo Governo Federal, não realizar matrícula em instituição de ensino superior, deixar de tomar posse em cargo público, além de outras restrições.

 

Mais de 4 mil eleitores precisam regularizar o título em Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 26 abr 2017

Tags:, ,

Da Redação


Eleitores com três ausências nas últimas eleições que não fizeram justificativa têm até o dia 2 de maio para regularizar a situação junto à Justiça Eleitoral. Caso contrário, terão o título de eleitor cancelado.

De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), em Vitória da Conquista 4.365 eleitores estão com títulos irregulares por contabilizar três ausências nas últimas eleições. Para fazer a regularização, esses eleitores  deverão apresentar documento oficial com foto, comprovante de residência e, se possuir, título eleitoral e os comprovantes de votação, de justificativa ou de quitação de multa na sede do TRE da cidade onde vota.

O cancelamento automático do título de eleitor ocorrerá de 17 a 19 de maio de 2017. Ficam excluídos do cancelamento os eleitores que, por prerrogativa constitucional, não estejam obrigados ao exercício do voto.

Assim, os eleitores com voto facultativo (analfabetos, eleitores de 16 a 18 anos incompletos e maiores de 70 anos) ou com deficiência previamente informada à Justiça Eleitoral não necessitam comparecer ao cartório para regularizar a sua situação.