Carga de 700 kg de carne transportada de forma irregular é apreendida em Jequié

0

Publicado por Editor | Colocado em Polícia | Data: 10 jan 2019

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Banner.gif

Da Redação

Cerca de 700 kg de carne foram apreendidos em uma caminhonete sem refrigeração, no início da noite de quarta-feira (9). A apreensão ocorreu em frente à unidade operacional da Polícia Rodoviária Federal (PRF), em Jequié.

Segundo a PRF, no veículo, os policiais encontraram diversas caixas de papelão contendo os mais variados tipos de carnes e derivados, sem qualquer refrigeração e condição de consumo. À polícia, o motorista relatou que foi a carne saiu de Vitória da Conquista para ser revendida em Jaguaquara.

Além do transporte indevido da carne, a caminhonete foi retida no pátio da PRF, pois possuía mais de R$ 10 mil em infrações de trânsito e estava com licenciamento atrasado. A PRF informou que o motorista foi encaminhado para a delegacia de Jequié, pela prática de crime contra as relações de consumo, que é inafiançável.

No Senado Federal, presidente do CFMV alerta sobre perigo da carne clandestina

0

Publicado por Editor | Colocado em Economia, Saúde | Data: 20 jul 2017

Tags:, ,

                                           Foto: Ascom CFMV

Em audiência pública da Comissão de Agricultura e Reforma Agrária do Senado Federal, o presidente do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV), Benedito Fortes de Arruda, ressaltou o trabalho dos médicos veterinários no serviço de inspeção de alimentos e o papel do governo em esclarecer a população a respeito dos perigos oferecidos pela carne de origem clandestina.

Aos parlamentares, reforçou que os produto de origem animal fiscalizados e inspecionados têm a segurança atestada pelo trabalho do médico veterinário. “O objetivo do médico veterinário na fiscalização é evitar as chamadas patologias, as chamadas zoonoses, aquelas doenças que são transmitidas de animais para seres humanos e de seres humanos para animais”, apontou.

A audiência pública teve como objetivo tratar dos desafios da vigilância sanitária brasileira frente aos desdobramentos da Operação Carne Fraca, deflagrada pela Polícia Federal em março.

 

Venda de carne na feira livre de Barra do Choça continua proibida

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Sudoeste | Data: 28 maio 2016

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

IMG_0521foto: Eduardo Gaúcho

Os comerciantes de carne da feira livre do município de Barra do Choça (a 38 km de Vitória da Conquista) deverão ficar por um bom período sem poder trabalhar. Após a ação que apreendeu mais de 10 toneladas de carne, ainda não houve um entendimento sobre o futuro do comércio do produto naquela cidade.

Na última segunda-feira (23), o Ministério Público reuniu comerciante e Prefeitura e afirmou que o comércio de carnes no local só voltará a funcionar após a conclusão dos boxes adaptados para o acondicionamento de carnes. A promotora Soraya Meira apontou que as condições em que a carne se encontrava não obedeciam as determinações do Ministério da Agricultura.

No entanto, o clima ruim entre Prefeitura e açougueiros continua. Os trabalhadores garantiram que irão pressionar a quitação das dívidas dos inadimplentes para que a obra seja retomada – mais da metade dos açougueiros estão inadimplentes. No entanto, eles apontam falta de interesse da Administração Municipal para resolver o problema. Já a Prefeitura alega que a sua parte foi feita e que não teve relação com as apreensões.

Barra do Choça: apreensão de carne termina em confusão

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Sudoeste | Data: 21 maio 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

IMG_0521

Uma ação conjunta entre Vigilância Sanitária, Adab e Ministério Público, no município de Barra do Choça (a 35 km de Vitória da Conquista), terminou em confusão. Na manhã deste sábado (21), cerca de 10 toneladas de carne foram apreendida na feira livre da cidade, o que gerou revolta dos comerciantes.

A apreensão visava retirar de circulação o alimento de procedência duvidosa, proveniente de abates clandestinos e que estavam sendo acondicionada de forma irregular. No entanto, o alcance da ação irritou os feirantes, que fecharam o acesso principal ao município. Com pedaços de paus e pneus queimados, os pequenos comerciantes impediram o trânsito de veículo.

IMG_0520

O protesto aponta a falta de estrutura oferecida pelo município para o comércio de carne. Segundo os feirantes, eles esperam a construção de um Centro de Abastecimento em Barra do Choça, que deveria ser concluída a um ano e meio. “Eles não cumprem o que foi prometido e agora deixa que façam uma coisa dessas com a gente. Nem aqui o prefeito ou um representante da Prefeitura teve a coragem de aparecer”, desabafou um feirante, que pediu para não ser identificado.

A manifestação foi finalizada com a chegada da Caesg. “Eles chegaram de forma muito truculenta, dando ordem para liberar a pista e discutindo com os trabalhadores. Teve um adolescente que chegou a ser apreendido, porque se irritou com a forma que eles nos trataram”, declarou o feirante ouvido pelo BLOG DA RESENHA GERAL.

Devido a essa ação, os trabalhadores abandonaram suas barracas, facilitando a ação de saqueadores. “Muitos destes trabalhadores só têm essa fonte de renda. Tem gente aqui que investiu todo seu dinheiro em uns bois para vender aqui na feira. E agora perdeu tudo. Ninguém sabe como vamos fazer para pagar nossas contas”, lamentou o feirante.

Com os ânimos apaziguados, dois encontros foram marcados para resolver a situação do comércio de carne naquele município. O primeiro deles ocorrerá na Câmara de Vereadores, na próxima segunda-feira (23), e o segundo será na terça (24), no Fórum local, com a promotoria.

Região Sudoeste: Adab apreende mais de 300 kg de carne em Urandi

0

Publicado por Resenha Geral | Colocado em Bahia, Saúde, Segurança, Sudoeste | Data: 13 jan 2016

Tags:, , , ,

da Redação

apreensão adabA Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab) apreendeu 320 kg de carne in natura, durante uma fiscalização móvel realizada na BR 122, no município de Urandi. Os bovinos foram abatidos clandestinamente e a estavam sendo transportados em dois veículos para serem comercializados no mercado municipal de Urandi.

A carga apreendida foi levada para o aterro sanitário de Guanambi. Com informações Ascom/ADAB.

Frango de carne negra é encontrado em laboratório da Uesb de Itapetinga

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Sudoeste | Data: 20 nov 2015

Tags:, , , , ,

por Mateus Novais

IMG_7097À esquerda a carne de frango normal e à direita a carne negra do frango Peloco.
Foto: divulgação – Ascom Uesb

A carne de frango, assim como a de outras aves, é conhecida como carne branca. Mas uma nova variabilidade da raça de frango Peloco, que possui a tonalidade da pele de cor negra, foi verificada na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb). Esse frango da pele negra foi detectado há aproximadamente um ano no Laboratório Experimental de Avicultura do campus Juvino Oliveira, em Itapetinga.

Segundo o coordenador do laboratório, o professor Ronaldo Vasconcelos Farias Filho, até as vísceras da ave tem a cor negra, comente o coração tem a pigmentação normal. Ele aponta que a cor diferente é gerada por um pigmento chamado fibromelanosis. “Em algumas raças da Ásia, ela é bastante presente, mas aqui no Brasil é relativamente raro, e nós não tínhamos nenhum material desse. Então como isso surgiu agora e a característica da carcaça nos chama atenção por ser de cor negra, a gente vai separar esse grupo para ser analisado”, explica o professor.

DSC_8381Professor Ronaldo Vasconcelos Farias Filho, coordenador do Laboratório Experimental de Avicultura. Foto: divulgação – Ascom Uesb

Ainda de acordo com o docente, a raça Peloco, estudada pelo mesmo há oito anos, é mestiça e, portanto, traz em sua genética uma série de informações dos seus ancestrais. “Para que possa ter surgido essa ave com essa característica escurecida na carne, provavelmente algum ancestral deve ter tido isso e agora se exteriorizou”, esclarece.

Para efeitos de pesquisa foram separados um grupo de pintinhos para observar se há transmissão dos genes. No momento, há um plantel com 50 pintinhos e três grupos reprodutores. A estimativa é que, em um ano, a Universidade tenha um plantel superior a quinhentas aves. “A gente vai começar a separar o material, trabalhar com cruzamentos bem direcionados para ver se a gente fixa essa característica, inclusive para verificar também se essa característica se perde com as futuras gerações ou se ela se mantém, se é dominante”, enfatiza Filho. …Leia na íntegra

Cesta básica fica mais cara em Conquista; preço da carne sobe mais de 30%

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Economia | Data: 09 fev 2015

Tags:, ,

por Mateus Novais

supermercados_vale_estaA cesta básica em Vitória da Conquista iniciou o ano de 2015 com elevação de 2,63 %, comparado a dezembro de 2014. Os 12 alimentos básicos da cesta, definidos por lei, (feijão, arroz, farinha de mandioca, pão, carne, leite, açúcar, banana, óleo, manteiga, tomate e café) e suas respectivas quantidades, passaram a custar R$ 246,56 em janeiro.

Dos 12 itens analisados na pesquisa, nove registraram variações positivas e três registraram variações negativas. Os itens que mais aumentaram em janeiro foram feijão (30,54%), pão francês (7,74%), tomate (5,58%) e banana (4,88%). Na outra ponta, contribuíram para minimizar o impacto desses aumentos a carne (6,56%), farinha de mandioca (4,34%) e leite (1,75%).

No mês analisado, o tempo de trabalho necessário para se obter a cesta básica foi de 79 horas e 46 minutos, e o trabalhador comprometeu 33,11% do salário mínimo líquido (com desconto previdenciário) para adquirir os 12 produtos da cesta.

Os dados são do projeto de extensão “Indicadores Econômicos: Cálculo da Cesta Básica Mensal de Vitória da Conquista”, lançado em outubro do ano passado, resultado de um convênio de cooperação técnica entre o curso de Ciências Econômicas Uesb e a Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (Sei-Ba).

Inflação da carne encarece churrasco durante a Copa

0

Publicado por Roberto Silva | Colocado em Brasil | Data: 11 maio 2014

Tags:, ,

Folha de S.Paulo

download (1)Os preços da carne subiram 7,33% de janeiro a abril, a maior taxa para o período desde 1999, e prometem atrapalhar o churrasco no período da Copa.

Se no cinema a preferência nacional é a pipoca, nos jogos a companhia é o churrasco.

Pesquisa da Kantar Worldpanel mostra que 48% dos entrevistados pretendem levar a carne à brasa durante as partidas da competição.

Dentre os cortes de carne, as maiores altas no primeiro quadrimestre ficaram com os de segunda: paleta (11,46%) e acém (11,66%).

Também subiram os preços das alternativas à carne, como o pescado (11,69%) e o ovo (14,17%).

Já o frango, cujo preço cedeu 1,35% em 12 meses até abril, tornou-se uma opção mais barata.

Adab faz apreensão de quase 1 tonelada de carne e outros alimentos

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Sudoeste | Data: 18 mar 2014

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

A Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab) apreendeu no último sábado (15) quase uma tonelada de carne e outros alimentos na cidade de Encruzilhada (a 95 km de Vitória da Conquista). A apreensão foi realizada em açougues e na feira livre da cidade.

Segundo o coordenador regional da Adab em Vitória da Conquista, Jardel Novais, as carnes, queijos e manteigas de origem clandestinas estavam sendo vendidas livremente na cidade.

“Encontramos carnes em estado de putrefação dentro de freezers, que seriam vendidas ao consumidor. A pessoa que consumir esta carne pode contrair diversas doenças, que causam até morte”, disse Novais.

Jaguaquara: Vigilância Sanitária apreende 200 kg de carne imprópria para consumo

0

Publicado por Resenha Geral | Colocado em Bahia, Brasil, Saúde, Sudoeste | Data: 16 set 2013

Tags:, ,

Da Redação

Segundo Vigilância, carne apreendida estava mal acondicionada, oferecendo riscos à saúde da população.

Apreensão-JaguaquaraEm uma operação realizada neste fim de semana, a Vigilância Sanitária de Jaguaquara apreendeu 200 kg de carne imprópria para consumo, que estava sendo comercializada no município.

Os fiscais da vigilância chegaram aos locais após denúncia anônima. No entrocamento de Jaguaquara foram apreendidos 40 kg de carne. Outros 160 kg apreendidos eram comercializados em açougues da cidade sem armazenamento adequado. Diferente do que estabelece uma portaria do Ministério da Agricultura, as carnes estavam à venda fora do balcão expositor refrigerado,o que oferece riscos à saúde.

Segundo a Vigilância Sanitária do município, as fiscalizações para coibir a venda de carne clandestina ou mal armazenada devem continuar.

Foto: Blog do Marcos Frahm

Alerta da Carne: Bahia tem alto índice de abate clandestino; veja flagras

0

Publicado por Roberto Silva | Colocado em Bahia | Data: 09 set 2013

Tags:,

R7

A quarta reportagem da série flagrou alguns desses locais, que espantam pela falta de higiene e crueldade com os animais. Na Bahia, 40% de toda a carne vendida vem de abatedouros clandestinos.

Itapetinga: com reabertura de frigorífico, secretário diz que fiscalização contra abate clandestino será ‘intensificada’

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde, Sudoeste | Data: 23 jul 2013

Tags:, , , ,

Por Rodrigo Ferraz

DSC_0504Durante a solenidade que marcou a reabertura do Frigorífico Sudoeste, na cidade de Itapetinga, o secretário estadual de agricultura, Eduardo Salles, concedeu entrevista coletiva para a imprensa.

Durante a conversa, o chefe da pasta lembrou da reportagem do programa da TV Bandeirantes Custe o que Custar (CQC), que mostrou a realidade do abate clandestino na região, mais especificamente na cidade de Itororó.

“Todos ficaram muito tristes com aquela realidade. A carne do sol de Itororó é a mais famosa do país. Com a reabertura do frigorífico não vamos mais tolerar esse tipo de abate. É uma questão de saúde pública. Por isso estamos nessa solenidade com representantes de sindicatos, açougueiros, entidades civis para que possamos realizar um mutirão e combater de uma vez por todas o abate clandestino na região de Itapetinga”, explica. Foto: Rafael Gusmão