Multas poderão ser pagas no cartão de crédito

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia | Data: 15 maio 2018

Tags:, ,

Da Redação


O Departamento de Trânsito da Bahia (Detran-BA) anunciou nessa segunda-feira (14), que começará a aceitar cartões de crédito no pagamento das multas de condutores infratores. Assim, a resolução que já é válida para clientes do Banco do Brasil, irá se estender para outras bandeiras. De acordo com a direção do Detran, há 15 dias foi aberto o pedido de credenciamento e espera-se que, no máximo em 30, os primeiros pontos de atendimento já estejam funcionando.

A medida vem acompanhada ainda, da previsão de lançamento da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) digital, que deve começar a veicular a partir de 1º julho em todo o Brasil. Segundo o órgão, será possível aos agentes de trânsito e instituições financeiras baixarem o aplicativo e verificarem a autenticidade do documento, dificultando algum tipo de fraude.

Como parcelar sua dívida do cartão de crédito com juros mais baixos

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Economia | Data: 26 fev 2018

Tags:, ,

da Redação
Fonte: Meu Bolso Feliz/CDL (Conteúdo)

Existem taxas de juros mais baratas do que a oferecida pelo seu gerente para o parcelamento do crédito rotativo! Entenda

O cartão de crédito é uma forma de pagamento de compras bastante popular. A empresa emissora lhe concede um limite e você pode utilizá-lo para realizar suas compras, ganhando um prazo de até 40 dias para o pagamento da fatura.

Mas é preciso usá-lo com sabedoria, pois suas taxas de juros rotativos chegam a 334% ao ano – não, você não leu errado! Funciona assim: quando chega sua fatura e você não tem dinheiro para pagar, você pode realizar o pagamento mínimo. O restante que faltar entra nos chamados juros rotativos.

Até 2017, se você pagasse apenas o mínimo da fatura e ficasse com uma dívida de R$ 1.000 no cartão de crédito, no mês seguinte, poderia chegar a R$ 1130 devido aos juros rotativos. Acumulados 5 meses de juros sobre juros, o valor já batia na casa dos R$ 1843. Dá para imaginar o tamanho do problema? Como era de se esperar, muita gente se enrolava e não conseguia mais sair da dívida.

Por causa disso, em abril do ano passado, o governo mudou as regras do jogo. Desde então, após um mês da sua dívida no rotativo, a empresa emissora ou o banco são obrigados a lhe oferecer uma nova linha de crédito, para você parcelar o valor em aberto.

Na prática, a dívida não pode ficar rodando no rotativo por mais de 30 dias. Em vez disso, o consumidor pode fazer um financiamento da dívida com prazo determinado e em parcelas para a quitação total. Há ainda a opção de pagar a dívida integralmente a qualquer momento.

Mas atenção: os bancos só são obrigados a oferecerem um tipo de linha de crédito, que nem sempre é a mais barata. “É bem difícil o banco oferecer as linhas mais baratas, pois a única obrigação do banco é parcelar a dívida em condições mais vantajosas do que as do rotativo”, orienta Marcela Kawauti, economista-chefe do SPC Brasil.

Então, cabe ao consumidor pedir mais opções. “Vale ainda consultar outros bancos e empresas para tentar quitar a sua dívida à vista”, diz Marcela.

Como encontrar linhas de crédito mais baratas?

…Leia na íntegra

Juros do cartão de crédito e do cheque especial sobem em outubro e seguem acima de 300% ao ano

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Economia | Data: 26 nov 2017

Tags:, ,

da Redação
Fonte G1 / CDL (Conteúdo)

Informações foram divulgadas nesta sexta-feira pelo Banco Central

As taxas de juros médias cobradas no cartão de crédito rotativo e no cheque especial pelas instituições financeiras nas operações com pessoas físicas registraram alta em outubro deste ano e continuaram acima da marca de 300% ao ano, de acordo com informações divulgadas pelo Banco Central nesta sexta-feira (24).

Em outubro, os juros médios das operações com cartão de crédito somaram 337,9% ao ano, com aumento de 5,5 pontos percentuais em relação ao mês anterior (332,4% ao ano). Já a taxa média cobrada no cheque especial avançou de 321% ao ano, em setembro, para 323,7% ao ano em outubro – uma alta de 2,4 pontos percentuais.

O cartão de crédito rotativo e o cheque especial estão entre as linhas de crédito mais caras do mercado. segundo especialistas, elas só devem ser utilizadas em momentos de máxima emergência e por um prazo curtíssimo, já que os juros continuam em um patamar muito alto.

A recomendação é que os clientes bancários substituam essas modalidades por linhas mais baratas, como, por exemplo, o crédito consignado, em que as prestações do empréstimo são descontadas da folha de pagamentos.

Novas regras do cartão de crédito

…Leia na íntegra

Novidade: multas de trânsito poderão ser pagas em parcelas e com cartão de crédito

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 18 out 2017

Tags:, ,

Da Redação

As multas de trânsito e demais débitos relativos aos veículos poderão ser pagos em parcelas, por meio de cartão de crédito. Cartões de débito também poderão ser utilizados para pagamentos integrais. A novidade foi anunciada nesta quarta (18) pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

De acordo com o Conselho, a medida objetiva aperfeiçoar o processo de cobrança e quitação de débitos. O parcelamento poderá englobar uma ou mais multas de trânsito. O órgão de trânsito receberá o valor integral no momento da operação e, então, procederá com a regularização do veículo.

Caso a divisão do valor em parcelas gere cobrança de juros, o acréscimo deverá ficar a cargo do titular do cartão, que deve ter acesso a informações sobre custos operacionais antes da efetivação da operação de crédito. Já as operadoras arcarão com possíveis atrasos.

A resolução já está em vigor, no entanto, para que essa alternativa venha a ser disponibilizada, é preciso que as entidades integrantes do Sistema Nacional de Trânsito, como Detrans, Departamento de Estradas de Rodagem (DER) e Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), firmem acordos com empresas para habilitá-las a oferecer esse serviço.

57% dos usuários de cartão de crédito não fazem controle efetivo dos gastos

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 10 jul 2017

Tags:, ,

da Redação
Fonte: CNDL / Ascom CDL (Conteúdo)

Número de consumidores brasileiros que usam cartão cai de 70% para 61% em um ano; 59% desconhecem juros e 47% evitam frequentar lugares que não aceitam o ‘dinheiro de plástico’

Ter um cartão de crédito é sinônimo de comodidade e poder comprar a qualquer hora, mas sem um mínimo de disciplina e organização, o bolso do consumidor pode sofrer sérios abalos. Um estudo feito pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) em todas as capitais do país revela que 57% dos usuários de cartão de crédito não controlam de maneira adequada os gastos realizados com esse meio de pagamento. As atitudes mais comuns são consultar pela internet a fatura antes do fechamento (28%), ler a fatura quando ela já está fechada (15%) e fazer o controle de cabeça (13%). Os que não fazem qualquer controle são 1%.

O controle total e sistemático dos gastos no cartão de crédito é tarefa feita por 38% dos usuários, sendo que 21% anotam os gastos no papel, 11% utilizam planilhas e 6% registram as compras em aplicativos no celular.

“O cartão de crédito é tratado por muitos como o vilão do orçamento, mas pode ser um aliado do consumidor que souber utiliza-lo adequadamente. É fácil tirar o cartão do bolso e pagar uma despesa. Porém, se não houver disciplina, mais fácil ainda é perder a noção do quanto foi gasto e ultrapassar os limites do orçamento. O controle financeiro é fundamental para evitar esse tipo de problema”, orienta a economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti.

Juros é o maior temor dos usuários de cartão, mas 59% desconhecem as taxas cobradas quando há atraso

O levantamento revela ainda um comportamento negligente do consumidor. Em um ano, cresceu o percentual de usuários de cartão de crédito que não sabem a taxa de juros cobradas quando se atrasa o pagamento da fatura. Em 2016, 55% dos adeptos da modalidade desconheciam os valores. Hoje, são 59% que ignoram o custo do atraso – especialmente as mulheres (66%), os mais jovens (70%) e os que de mais baixa renda (62%). No geral, quatro em cada dez (38%) entrevistados já ficaram, em algum momento, com o nome sujo por não pagarem a fatura do cartão de crédito e 11% estão atualmente com alguma parcela em atraso. …Leia na íntegra

42% dos usuários de cartão de crédito não sabem o quanto gastaram em março

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Economia | Data: 15 maio 2017

Tags:,

da Redação
Fonte: CNDL / CDL / Conquista

Entre quem tentou fazer compra parcelada, 20% tiveram o pedido negado. Valor médio da fatura do cartão de crédito foi de R$ 1.140 em março; 62% planejam cortar gastos

Quatro em cada dez (42%) consumidores que usaram o cartão de crédito em março não sabem ao certo o quanto gastaram nas compras do mês. Os dados são do Indicador de Uso do Crédito calculado pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL).

Apesar de não se lembrarem do valor exato, de acordo com o levantamento, 20% dos usuários disseram que viram o tamanho da fatura do cartão de crédito diminuir no último mês, contra 41% de entrevistados que observaram crescimento no valor da cobrança. Para 33%, ela se manteve estável. Considerando os entrevistados que se lembram do valor da fatura do último mês, a média da cobrança foi de R$1.140. Os itens de primeira necessidade como alimentos (62%) e remédios (49%) foram os mais adquiridos por meio do cartão de crédito. Produtos como roupas (32%), combustível (28%) e gastos com bares e restaurantes (26%) ocupam as demais posições do ranking. …Leia na íntegra

Confira novas condições de pagamento do cartão de crédito

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Economia | Data: 30 abr 2017

Tags:, ,

da Redação
Fonte: Meu Bolso Feliz / CDL / Conquista

Mudança nas regras do cartão não elimina os riscos de endividamento. Planejamento e disciplina nos gastos são as melhores práticas para pagar a fatura em dia

Entrou em vigor  a nova regra para pagamento da fatura do cartão de crédito. Com a mudança, o consumidor só poderá permanecer no crédito rotativo até o vencimento da fatura seguinte, impossibilitando, a sua renovação mês a mês de maneira indefinida. Ou seja: o limite do crédito rotativo será de apenas trinta dias. Depois disso, o valor atrasado deverá ser pago ou financiado por meio uma linha de crédito parcelada oferecida pela operadora do cartão, obrigatoriamente com condições melhores do que o parcelado. Na prática, uma dívida com taxas de juros que atualmente podem chegar a 490% ao ano é trocada por uma com taxa média de 160%.

A medida tomada pelo governo federal tem o objetivo de evitar o superendividamento e reduzir os juros cobrados, o que pode diminuir a incidência de consumidores inadimplentes com essa modalidade de crédito, que é a mais cara do mercado, superando a do cheque especial. Hoje, a inadimplência do cartão de crédito rotativo para pessoas físicas é de 33,2% do total de operações, enquanto do parcelado é de apenas 1,2%. …Leia na íntegra

Novas regras para rotativo do cartão de crédito valem a partir desta 2ª

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Economia | Data: 03 abr 2017

Tags:, , ,

Wellton Máximo l Da Agência Brasil

O consumidor que não conseguir pagar integralmente a tarifa do cartão de crédito somente poderá ficar no rotativo por 30 dias - Foto: Eduardo Martins| Ag. A TARDE
O consumidor que não conseguir pagar integralmente a tarifa do cartão de crédito somente poderá ficar no rotativo por 30 dias
Eduardo Martins| Ag. A TARDE

A partir deste mês, os consumidores que não conseguirem pagar integralmente a tarifa do cartão de crédito só poderão ficar no crédito rotativo por 30 dias. A nova regra, fixada pelo Conselho Monetário Nacional (CMN) em janeiro, entrará em vigor nesta segunda-feira, 3.

A medida consta da reforma microeconômica anunciada pelo governo no fim do ano passado. Os bancos tiveram pouco mais de dois meses para se adaptarem à nova regra, que obrigou as instituições financeiras a transferirem para o crédito parcelado, que cobra taxas menores, os clientes que não conseguirem quitar o rotativo do cartão de crédito nos primeiros 30 dias.

Durante esse período de quase dois meses, os bancos definiram as novas taxas para o crédito parcelado. De acordo com a Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac), a medida tem o potencial de reduzir pela metade os gastos com juros em 12 meses.

Impacto …Leia na íntegra

Nova regra não impede que cliente use cartão mesmo estando no rotativo, diz BC

0

Publicado por Editor | Colocado em Economia | Data: 27 jan 2017

Tags:, , ,

Da Redação

A criação da nova regra que limita o uso do crédito rotativo do cartão não prevê nenhuma alteração do limite de crédito de cada cliente. A informação foi dada pelo diretor de regulação do Banco Central, Otávio Damaso. Segundo o diretor, se o cliente ainda tiver limite no cartão, poderá usar o meio de pagamento mesmo que tenha atingido os 30 dias de uso do rotativo e não tenha quitado a dívida.

“Se cumprir a regra, ele poderá continuar usando o cartão”, disse o diretor ao ser questionado se haveria instrumento que travaria o uso do cartão em casos de permanência por 30 dias no rotativo. “Nos 30 dias, ele tem de quitar o saldo devedor. Mas nada impede que continue usando o cartão.”

Ou seja, clientes que não conseguirem quitar o rotativo em 30 dias poderão entrar em situação de inadimplência, mas, se houver limite no cartão, poderão continuar usando o meio de pagamento para novas compras.

Damaso explicou que a regra anunciada pelo BC não altera o relacionamento entre instituição financeira e cliente. Assim, os bancos poderão continuar oferecendo o limite global como é realizado hoje. Normalmente, bancos oferecem limite global de crédito para o cliente dividido por várias linhas diferentes, como cartão de crédito, cheque especial, financiamento de veículos e crédito pessoal.

* Com informações do Estadão

Comércio é autorizado a cobrar preço diferente de acordo com o meio de pagamento

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Economia | Data: 27 dez 2016

Tags:, ,

Da Redação
Com informações da Agência Brasil

A partir de hoje (27), comerciantes podem cobrar preços diferentes para compras feitas em dinheiro, cartão de débito ou cartão de crédito. A Medida Provisória 764, que autoriza a prática, foi publicada na edição desta terça-feira (27) do Diário Oficial da União.

Apesar de proibida pela regulamentação anterior, o desconto nos pagamentos à vista, em dinheiro vivo, já vinha sendo praticado no comércio varejista, e segundo declarações do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, a medida provisória publicada hoje vem somente “regular” tal prática.

“Fica autorizada a diferenciação de preços de bens e serviços oferecidos ao público, em função do prazo ou do instrumento de pagamento utilizado”, diz a MP. A medida assinada pelo presidente Michel Temer também anula qualquer cláusula contratual que proíba ou restrinja a diferenciação de preços.

A medida faz parte de um pacote de medidas microeconômicas anunciadas pelo governo na semana passada para estimular a economia, que passa por um período de forte recessão.

Defesa do Consumidor

Algumas entidades de defesa do consumidor se manifestaram contra a autorização. Para a Proteste, é “abusiva” a diferenciação de preços em função da forma de pagamento.

…Leia na íntegra

Juros do rotativo do cartão de crédito chegam ao recorde de 482,1% ao ano

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Economia | Data: 24 dez 2016

Tags:, ,

Da Redação
Com informações do A Tarde

O juro médio total cobrado no rotativo do cartão de crédito subiu 6,3 pontos porcentuais de outubro para novembro, informou nesta sexta-feira, 23, o Banco Central. Com a alta na margem, a taxa passou de 475,8% ao ano em outubro para 482,1% ao ano em novembro. Esta é a maior taxa da série histórica do BC para o rotativo do cartão de crédito, iniciada em março de 2011.

O juro do rotativo é a taxa mais elevada desse segmento e também a mais alta entre todas as avaliadas pelo BC, batendo até mesmo a do cheque especial.

No caso do parcelado, ainda dentro de cartão de crédito, o juro caiu 1,1 ponto porcentual de outubro para novembro, passando de 156,1% ao ano para 155,0% ao ano.

Nesta quinta-feira, 22, o presidente Michel Temer e o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, confirmaram que as regras do crédito rotativo vão mudar. A intenção é fazer com que, após um mês no rotativo, o cliente tenha sua dívida automaticamente transferida para o parcelado, que possui taxas de juros menores. A mudança está sendo formulada pelo Banco Central e precisará ser aprovada no Conselho Monetário Nacional (CMN).

Juros dos cartões de crédito ficam em 459,53% ao ano

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Economia | Data: 15 dez 2016

Tags:,

da Redação
Agência Brasil / Conteúdo

A segunda modalidade mais onerosa ao consumidor continua sendo o cheque especial com taxa mensal de 12,56% e 313,63% ao ano

Quase não houve alteração nas taxas de juros para a pessoa física entre outubro e novembro, segundo pesquisa feita em seis modalidades pela Associação Nacional de Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac). Na média, a taxa ficou estável em 8,2% ao mês e 157,47% ao ano, a menor desde agosto último.

No entanto, um dos principais meios de consumo, o cartão crédito continua nas alturas com uma taxa de 459,53% ao ano com alta de 0,26% acima da registrada em outubro último.

Na rolagem da dívida, a taxa ao mês atingiu 15,43%. A segunda modalidade mais onerosa ao consumidor continua sendo o cheque especial com taxa mensal de 12,56% e 313,63% ao ano, tendo sido corrigida em 0,40%.

A maior elevação do período foi constata no empréstimo pessoal junto a financeiras que estavam cobrando 8,35% ao mês e 161,79% ao ano, um aumento de 0,95%. E o que levou a estabilidade da taxa média foi o recuo no empréstimo pessoal bancário de 1,28% . Neste tipo de financiamento, a taxa ao mês passou de 4,68% para 4,62%, atingindo 71,94% ao ano.

No período, também ficou estável o juro sobre o Crédito Direito ao Consumidor (CDC) oferecido pelos bancos para a compra de automóveis. A taxa foi mantida como a mais baixa, de 2,32% ao mês e 31,68% ao ano. Já no comércio, o custo do crédito alcançou 5,90% ao mês e 98,95% ao ano, ou 0,68% mais do que em outubro. …Leia na íntegra

Juro do cheque especial sobe a 315,7%, e rotativo do cartão fica em 470,9%

0

Publicado por Editor | Colocado em Economia | Data: 29 jul 2016

Tags:, ,

da Redação
Com informações e conteúdo da Uol

ChequeA taxa de juros do cheque especial subiu em junho e atingiu 315,7% ao ano, segundo dados divulgados nesta quarta-feira (27) pelo Banco Central.

É a taxa mais alta desde julho de 1994, quando a pesquisa começou a ser feita.

O resultado do cheque especial mostra uma alta de 4,2 pontos percentuais em relação a maio e um salto de 74,4 pontos na comparação com junho de 2015.

Os juros do rotativo do cartão de crédito tiveram leve queda e ficaram em 470,9% ao ano. Houve redução de 0,6 pontos na comparação com maio, e um salto de 99,4 pontos em relação a junho de 2015.

Os dados são referentes apenas aos juros cobrados das famílias. Esses são números médios e podem variar para cada situação específica, porque os bancos oferecem taxas diferentes de acordo com o plano contratado pelo cliente e a relação entre eles (quem tem mais dinheiro no banco paga menos taxas).

Conquista X Palmeiras: venda de ingressos no crédito só até este sábado

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Esportes | Data: 06 fev 2015

Tags:, , , , ,


por Mateus Novais

ecppxmaraAtenção torcedores do Vitória da Conquista a venda de ingressos para o jogo contra o Palmeiras, pela Copa do Brasil, através do cartão de crédito, só será realizada até este sábado (7). A partir do domingo, as vendas somente serão realizadas à vista ou no débito.

O duelo entre Vitória da Conquista e Palmeiras, pela 1ª fase da Copa do Brasil, no dia 4 de março, é aguardado com grande ansiedade pela população da terceira maior cidade baiana. A prova disso é que mais de 5 mil ingressos já foram vendidos.

A expectativa é de que todos os 12.500 lugares do estádio Lomanto Junior estejam ocupados no confronto. Até lá, torcedores do Bode e do Verdão poderão adquirir as entradas na Sede do Conquista, Rede de Farmácias 24 horas, Falcão Calçados e Tomacon Material de Construção, ao valor de R$ 80.

Empresário de Cândido Sales é preso por receptação de carga roubada

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Polícia | Data: 20 out 2014

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

DSC_0318Um empresário, proprietário de supermercados na cidade de Cândido Sales (a 85 km de Vitória da Conquista), foi preso por integrar uma quadrilha que aplica golpes com cartões clonados e também por receptação de cargas roubadas.

Gilvan Carvalho Santos foi capturado por investigadores da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Vitória da Conquista, na última sexta-feira (18), em Cândido Sales. A polícia chegou até o acusado após prender em flagrante parte da quadrilha no mês de setembro, em Vitória da Conquista, tentando comprar R$ 14 mil em mercadorias, com um cartão de um morador de São Paulo. Com eles foram encontrados mais de 30 cartões.

A polícia calcula que, só com o golpe de cartões clonados, o bando deu um rombo de cerca de R$ 80 mil nas operadoras. De acordo com o Delegado Ney Brito (foto), Gilvan é dono dos dois maiores supermercados de Cândido Sales.

Rombo causado por quadrilha de clonagem de cartões ultrapassa R$ 80 mil

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Polícia | Data: 26 set 2014

Tags:, , ,

por Mateus Novais

DSC_86261-263x399A quadrilha de clonagem de cartão de crédito, que foi desmantelada na última quinta-feira (25), deu um rombo de cerca de R$ 80 mil nas operadoras. Segundo o comando da 78ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), este tipo de crime de crime é muito comum na região.

Em conversa com o BLOG DA RESENHA GERAL, o Major Selmo informou que este tipo de crime vinha sendo praticado há algum tempo. “Neste último, os criminosos compraram R$ 14 mil em óleo, com um cartão de um morador de São Paulo. A mercadoria era vendida em Cândido Sales.”, disse o Major.

No golpe desta quinta, os acusados tentaram comprar mais mercadorias no valor aproximado de R$ 46 mil, mas a operação não foi aprovada pelas operadoras financeiras. Com eles foram encontrados mais de 30 cartões. A quadrilha também é suspeita de ter envolvimento com roubo e receptação de carga.

Quadrilha de clonagem de cartão é presa enquanto comprava mercadoria

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Polícia | Data: 26 set 2014

Tags:, , ,

por Mateus Novais

Uma quadrilha de clonagem de cartão de crédito foi presa em flagrante no momento em que fazia compras, na tarde desta quinta-feira (25), em Vitória da Conquista. Gilvan Carvalho Santos, Arnaldo Cirino de Almeida, Marcos Batista Campos da Hora e José Bonifácio de Oliveira estavam carregando o veículo com a mercadoria comprada em um supermercado de Atacado da cidade, quando foram surpreendidos pela polícia.

A seguradora do cartão entrou em contato com o estabelecimento informando que a compra foi realizada com um cartão clonado. Logo em seguida, a Polícia Militar foi acionada e aguardou todos os suspeitos chegarem ao local para retirar a mercadoria. Quando os homens começaram a carregar o veículo com as trezentas caixas de óleo, os policiais da 78ª CIPM deram a voz de prisão.

Segundo a polícia, os quatro suspeitos são residentes nas cidades de Cândido Sales, Encruzilhada e Águas Vermelhas (MG). Os acusados foram apresentados no Disep e flagranteados por formação de quadrilha. O condutor do veículo, que não tinha participação na quadrilha, foi liberado após ser ouvido.

Cartão de crédito é principal gerador de dívidas: como não cair nessa armadilha

0

Publicado por Roberto Silva | Colocado em Brasil, Economia | Data: 31 ago 2014

Tags:

Agora São Paulo

cartoesDe acordo com a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o cartão de crédito lidera o ranking das principais dívidas dos consumidores.

Em março deste ano, essa modalidade representou 74,2% das dívidas, embora tenha sofrido uma retração, comparado ao mesmo período de 2013 – 76,3% –, ainda é um alto índice.

Outra notícia que assusta e requer uma conscientização urgente é a de que a população de classe baixa gasta 10% do salário com compras parceladas no cartão de crédito, e as parcelas da fatura, por sua vez, representam 36% dos gastos no cartão.

…Leia na íntegra