Famílias carentes de Vitória da Conquista serão prioridade no Cartão Reforma

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Brasil | Data: 19 maio 2017

Tags:, ,

da Redação

Vitória da Conquista é um dos municípios do Estado da Bahia que está relacionado e capacitado a participar da Primeira Etapa do programa Cartão Reforma do Ministério das Cidades – que tem como prioridade as famílias de baixa renda. O prefeito Herzem Gusmão (PMDB), enviou técnico para Brasília, o engenheiro Péricles, para receber toda capacitação que contribuirá para que o programa seja logo iniciado na cidade.

Economia

O Cartão Reforma lançado pelo Governo Federal irá fomentar a economia local pelo dinheiro oriundo da concessão de subsídio para compra de materiais de construção e contratação de profissionais da área de construção civil.

O Ministério das Cidades alerta que os municípios brasileiros, como Vitória da Conquista, poderá participar do processo seletivo, a partir do edital que será divulgado em breve pelo governo federal.  A PMVC iniciou a preparação do projeto, condição indispensável para que os recursos venham.

Os bairros mais carentes serão prioritários e as famílias terão que ter renda familiar bruta de até R$2.811,00 – e a quantidade estimada de famílias que poderão ser atendidas serão identificas e selecionadas pela Secretaria de Desenvolvimento Social. A previsão é que cada família receba cerca de R$ 5 mil para as obras de melhorias de suas habitações.

 

Cartão-Reforma será lançado na quarta-feira, diz ministro das Cidades

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 06 nov 2016

Tags:, ,

Estadão

brunoO ministro das Cidades, Bruno Araújo (PSDB-PE), anunciou neste sábado (5) que o Cartão-Reforma, voltado a reparos em imóveis, será lançado na próxima quarta-feira (9), às 15 horas, em Brasília (DF). No mesmo dia, “vamos assinar os primeiros contratos da faixa 1,5 do Minha Casa, Minha Vida (MCMV)”, acrescentou a jornalistas após participar da solenidade de abertura do 1º Feirão Morar Bem, Viver Melhor, realizado na capital paulista. O evento imobiliário é destinado a servidores estaduais e a inscritos no auxílio moradia.

Araújo detalhou que o orçamento inicial do Cartão-Reforma será de R$ 500 milhões, o que possibilitará atender cerca de 3,5 milhões de moradias em 2017, de um universo de 7,5 milhões de unidades habitacionais que necessitam de reformas em todo o País. Conforme o ministro, serão contempladas famílias com renda mensal de até R$ 1.800,00. O benefício médio deve girar em torno de R$ 5 mil, mas em alguns casos, a depender dos reparos, pode atingir um valor maior.

Sobre a faixa 1,5 do MCMV, Araújo destacou que os primeiros contratos também serão assinados na semana que vem. A contratação de 40 mil moradias inclusas nessa faixa, que considera famílias com renda de até R$ 2.350, foi anunciada pelo governo em agosto. A execução do projeto, porém, só foi autorizada pelo Ministério das Cidades no fim de setembro, quando a instrução normativa foi publicada no Diário Oficial da União (DOU).

Sobre a inadimplência no MCMV, Araújo comentou apenas que o ministério tem buscado fazer “uma campanha educativa, mas longe de ser repreensiva”, sobre o assunto com os beneficiários.