Capela Mortuária e Centro de Acolhimento serão implantados no bairro Patagônia

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 28 jun 2018

Tags:, ,

da Redação
Com informações da Secom

Nesta quarta-feira (27), durante visita do padre Valmir Neves, com o vereador Luis Carlos Dudé (PTB), ao gabinete do prefeito Herzem Gusmão (MDB), o padre apresentou uma solicitação ao Governo Municipal para facilitar a permuta de um terreno para construção da Capela Mortuária, e um Centro de Acolhimento no bairro Patagônia.

A área fica  próxima à Paróquia, “É um sonho coletivo que a comunidade da Patagônia tem, e que continua nessa esperança”, disse o padre.

O advogado Ronaldo Soares, como integrante da equipe de procuradores representou a PGM – Procuradoria Geral do Município.

O prefeito Herzem Gusmão atestou que a Prefeitura irá se empenhar para que tudo seja encaminhado o mais rápido possível. “A Prefeitura está criando todas as facilidades para que essa permuta ocorra, pois é de interesse público. A Câmara com certeza aprovará, e essa será sem dúvida uma grande ação, uma grande intervenção naquele bairro, que  vem recebendo atenção especial do nosso Governo”, disse.

Prefeitura transforma reforma do Centro de Acolhimento em construção de CREAS

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 07 ago 2014

Tags:, , , ,

por Mateus Novais
foto: Roberto Silva

DSC_1846

No mínimo um grande equívoco. A reforma da Unidade de Acolhimento Noturno do Programa Conquista Criança, que se arrastava desde 2011, foi modificada do dia para noite. Agora, o Governo Municipal está construindo um Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) na Avenida Bartolomeu de Gusmão, no bairro Jurema.

DSC_1850Como foi mostrado aqui no Blog da Resenha Geral, as intervenções, orçadas em R$ 133 mil, estavam sendo executadas pela Empresa Municipal de Urbanização (Emurc) e tinha previsão para concluir ainda em 2011. Mas, recentemente, uma nova placa foi instalada no local informando a construção (não mais reforma) de um Creas, com um novo repasse do Ministério do Desenvolvimento Social no valor de R$394.281,53.

Duas perguntas surgem neste momento: “Para onde foi o dinheiro da licitação direcionada para a reforma do Centro de Acolhimento, já que a obra não foi concluída?” e, pro fim, “Onde funcionará o tão aguardado Centro de Acolhimento?”.

Segundo foi anunciado pela Prefeitura, a reforma do Centro de Acolhimento previa a implantação de espaços como berçário, recepção, sala para atendimento psicológico e mais um quarto para o sexo feminino para ser utilizado por faixa etária. Além da ampliação do módulo pedagógico, da cozinha e da lavanderia, a troca do piso e a acessibilidade para portadores de necessidades especiais.