Impasse entre Cidade Verde e rodoviários já dura um mês

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 18 maio 2017

Tags:, ,

Da Redação


Há exatamente um mês, a população de Vitória da Conquista, que depende do transporte público, vem sofrendo com o impasse que foi estabelecido pela empresa Cidade Verde, uma das empresas que opera o transporte coletivo na cidade, e seus funcionários.

De um lado, os rodoviários querem reajuste salarial. Segundo o Sindicato da categoria, os funcionários pedem 16% de aumento do salário, aumento do valor do o tíquete-alimentação para R$ 450, prêmio de férias, implantação de plano de saúde – 80% pago pelos patrões e 20%, pelos funcionários – e intervalo fracionado de 10 minutos entre as viagens, que, atualmente, são de 2 horas.

Do outro lado, a Cidade Verde, se nega a entrar em um acordo com os funcionários. A situação, inclusive, foi discutida em uma audiência no Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região, em Salvador, na última semana, mas nada foi definido.

Enquanto a situação não é resolvida, a população sofre a duras penas. “A gente vai pro ponto e não se o ônibus realmente vai passar”, afirmou uma usuária do transporte público. Isso, porque, diante da negativa de acordo, os rodoviários continuam realizando paralisações – que tiveram início no dia 18 de abril. Além de reduzir a frota a 30%, em determinados horários, os funcionários recolhem os ônibus, gerando diversos transtornos aos usuários do transporte coletivo.

A pergunta que todos estão fazendo é : “Até quando a situação irá ficar assim?”.

Paralisação dos rodoviários da Cidade Verde pode acabar na próxima terça

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte | Data: 08 maio 2017

Tags:, , ,

Da Redação


Na próxima terça (9),  será realizada uma audiência no Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região, em Salvador, para definir a situação da Cidade Verde Transportes com os seus funcionários. A depender do que for decidido na audiência, a paralisação dos rodoviários da empresa pode chegar ao fim.

Desde o dia 24 de abril, os rodoviários da Cidade Verde estão de greve. Os ônibus das empresa só estão circulando normalmente nos horários de pico, no restante do dia, somente 20% da frota está operando. Segundo o Sindicato dos Rodoviários, o estado de greve foi deflagrado, porque a empresa abandonou as negociações referentes ao reajuste salarial.

Os rodoviários cobram reajuste salarial de 16%,  aumento do valor do o tíquete-alimentação para R$ 450, prêmio de férias, implantação de plano de saúde – 80% pago pelos patrões e 20%, pelos funcionários – e intervalo fracionado de 10 minutos entre as viagens, que, atualmente, são de 2 horas.

Viação Vitória

No último sábado (6), o Sindicato da categoria aceitou a nova proposta apresentada pela empresa Viação Vitória. Durante assembleia, foi aprovado reajuste salarial de 6%, fracionados em 5% de imediato, valendo para o dia primeiro de maio, e 1% para o quinto dia útil do mês de setembro do referido ano. Também foi proposto aumento no ticket alimentação, para o valor de R$ 350,00.

Ainda conforme o Sindicato, as demais clausulas, como plano de saúde e prêmio de férias, serão discutidas no dia 10 de maio.

Impasse entre rodoviários e empresas do transporte municipal segue causando transtorno à população

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte, Vit. da Conquista | Data: 02 maio 2017

Tags:, , , ,

Da Redação


Desde o dia 18 de abril, os usuários do transporte coletivo de Vitória da Conquista vêm enfrentando uma série de transtornos. Por conta da negociação por reajuste salarial, os ônibus que atendem a cidade estão funcionando em horários alternativos, com apenas uma pequena parte da frota.

Após quase uma semana realizando paralisações pontuais, os rodoviários da empresa Viação Cidade Verde decretaram greve por tempo indeterminado no dia 25 de abril, em reivindicação por aumento de salário e melhores condições de trabalho. O comunicado foi feito pelo Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários (Sintravc), sob a justificativa de que os diretores da empresa não participaram da reunião agendada para o dia 24, nem apresentaram propostas de reajuste salarial.

A empresa, porém, alega que foi o próprio sindicato que se distanciou das negociações. Diante do impasse, as atividades dos funcionários da Cidade Verde estão parcialmente suspensas.  Segundo o sindicato, apenas 20% do quadro de funcionários está sendo mantido, que possui cerca de 80 funcionários. Ainda conforme o sindicato, “por consideração à população”, nos horários pico, que compreendem o período de 5h às 8h e 17h às 19h, todo o efetivo está mantido.

Já os rodoviários da Viação Vitória resolveram voltar às atividades nesta terça-feira (2) após terem cruzado os braços na última quinta-feira (27), quando entraram em greve. De acordo com o sindicato da categoria, os funcionários da Vitória decidiram voltar ao trabalho após a empresa se comprometer em apresentar uma proposta de negociação com valores acima da anterior. A proposta vai ser discutida em reunião entre empresa e sindicato, na quarta-feira (3).

Enquanto a situação não é resolvida, a população que depende do transporte coletivo – aproximadamente 100 mil pessoas que utilizam o serviço diariamente -, segue tendo diversos problemas. Em alguns bairros, por exemplo, é necessário esperar mais de uma hora para conseguir se deslocar utilizando um ônibus.

Rodoviários da Cidade Verde anunciam greve por tempo indeterminado

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte | Data: 24 abr 2017

Tags:, ,

Da Redação


Os rodoviários da empresa Cidade Verde, uma das empresas que opera no transporte coletivo de Vitória da Conquista, anunciaram greve por tempo indeterminado.  De acordo com o Sindicato da categoria, a decisão foi tomada na tarde desta segunda (24), após a empresa cancelar a reunião proposta para discutir o reajuste salarial.

Conforme as informações divulgadas, a direção da Cidade Verde alega que a manutenção das paralisações, organizada pelo sindicato da categoria desde a última terça (18), significa “abandono da mesa de negociação, razão pela qual, entende a empresa que está cancelada a reunião agenda para esta data”, informou o ofício da Cidade Verde encaminhado à Prefeitura de Vitória da Conquista. O Blog da Resenha Geral entrou em contato com a Assessoria de Imprensa da empresa, mas até o momento não obteve resposta.

Nesta terça-feira (25), conforme o Sindicato, das 05 às 08 horas, os veículos vão circular normalmente. Das 08 às 17 horas, apenas 30% da frota de veículos vai rodar. Das 17 às 19 horas, os ônibus voltarão a circular com 100% da frota. Já de 19 horas à meia-noite, apenas 30% dos ônibus da empresa atender a população.

Reivindicações

Os rodoviários cobram reajuste salarial de 16%,  aumento do valor do o tíquete-alimentação para R$ 450, prêmio de férias, implantação de plano de saúde – 80% pago pelos patrões e 20%, pelos funcionários – e intervalo fracionado de 10 minutos entre as viagens, que, atualmente, são de 2 horas.

Funcionários da Cidade Verde podem entrar em greve nesta segunda (24)

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte, Vit. da Conquista | Data: 24 abr 2017

Tags:, , ,

Da Redação


Desde a última terça-feira (18), os usuários do transporte público de Vitória da Conquista vêm enfrentando transtornos devido às constantes paralisações dos rodoviários da Cidade Verde. Nos últimos sete dias, nos horários de pico, apenas 30% da frota da empesa está circulando.

As paralisações fazem parte das medidas encontradas pelo Sindicato do Rodoviários para forçar a negociação do reajuste salarial. Conforme a direção do Sindicato, na tarde desta segunda (24), haverá mais uma rodada de negociação, caso não haja acordo, os funcionários da empresa irão entrar em greve.

Reivindicações

Os rodoviários cobram reajuste salarial de 16%,  aumento do valor do o tíquete-alimentação para R$ 450, prêmio de férias, implantação de plano de saúde – 80% pago pelos patrões e 20%, pelos funcionários – e intervalo fracionado de 10 minutos entre as viagens, que, atualmente, são de 2 horas.

Em relação à Viação Vitória, o Sindicato afirmou que uma proposta já foi feita pela empresa, no entanto, não foi acatada pelos rodoviários. Ainda nesta semana, será realizada uma contra-proposta e, a partir do posicionamento da Viação Vitória, serão analisadas as medidas que deverão ser tomadas.

Motoristas e cobradores voltam a parar as atividades nesta quarta em Vitória da Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte | Data: 19 abr 2017

Tags:, , , , ,

Da Redação


Os trabalhadores da empresa de transporte público Cidade Verde, em Vitória da Conquista paralisaram parcialmente o serviço nesta quarta-feira (19). Segundo o sindicato da categoria, o ato é uma reivindicação por aumento de salário e melhores condições de trabalho.

A Viação Vitória circulou normalmente logo no início da manhã, mas apenas metade da frota a de ônibus da empresa Cidade Verde atendeu a população nas primeiras horas do dia. Motoristas e cobradores pararam das 5 até as 7 horas e prometem voltar a paralisar as atividades das 11 até 13 horas e das 17 às 19 horas.

Os trabalhadores pedem reajuste de 16% no salário, aumento no valor do tíquete alimentação para R$ 450 e pagamento de 80% do plano de saúde pela empresa. Os motoristas da Viação Vitória também devem parar, se não houver negociação no final do dia.

Atualmente, a categoria não tem plano de saúde. As empresas de ônibus dizem que só podem atender às reivindicações se houver aumento na passagem de ônibus, entretanto, um reajuste no valor da tarifa já foi aplicado há três meses. A passagem que custava R$ 2,80 passou para o valor de R$ 3,30.

Incêndio a ônibus é uma “perda para comunidade conquistense”, diz Cidade Verde

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 17 jun 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

IMG_5946foto: Blog do Léo Santos

Um novo incêndio criminoso a um ônibus da Cidade Verde causou revolta dentro da empresa do transporte coletivo de Vitória da Conquista. Por meio de nota, a direção da empresa disse ser lamentável tal ato.

“Lamentavelmente! A comunidade conquistense, usuária do transporte público, perde uma importante mobília pública, nova, em perfeito estado de conservação e que garantia o direito de ir e vir a centenas de pessoas todos os dias. O prejuízo é enorme para a população que contava com três veículos cobrindo aquela linha, principalmente estudantes, cadeirantes e pessoas da melhor idade que contavam com um transporte inclusivo e com acessibilidade, tarifas especiais e até gratuidades”, diz nota da Assessoria de Comunicação da Cidade Verde Transportes.

O veículo foi incendiado no bairro Morada Real, na noite dessa quinta-feira (16). Dois indivíduos renderam o motorista e cobrador e obrigaram os passageiros a deixar o ônibus para logo em seguida atearem fogo.

Cidade Verde tem o seu segundo veículo incendiado em Vitória da Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 17 jun 2016

Tags:, , ,

da Redação
foto: WhatsApp BRG

IMG_6061

Na noite desta quinta-feira (16), por volta das 23 horas, a Cidade Verde, empresa do transporte coletivo em Vitória da Conquista, teve o seu segundo ônibus incendiado em Vitória da Conquista. O veículo foi incendiado no Morada Real/Vila Elisa por dois indivíduos, supostamente adolescentes.

Os dois delinquentes renderam o motorista e cobrador. Todos que estavam no veículo receberam ordem para deixar o ônibus para logo em seguida atearem fogo. A motivação pode estar apenas relacionado a ato de vandalismo já que não ocorreu recentemente nenhum protesto dos moradores em relação ao transporte que serve o bairro. O caso está sendo investigado pela polícia.

primeiro ônibus incendiado da mesma empresa ocorreu  no bairro Cruzeiro no dia 14 de fevereiro de 2014.

Em entrevista coletiva, diretor da Cidade Verde condena transporte alternativo em Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 03 fev 2016

Tags:, , ,

Da Redação
foto: Rafael Gusmão

DSC_0007
No fim da tarde desta quarta-feira (03), a direção da Cidade Verde, uma das empresas de ônibus que opera em Vitória da Conquista, realizou uma entrevista coletiva para falar sobre um problema que vem atingindo o transporte público formal na cidade. “Queremos dar para vocês uma noção do que é a complexidade do transporte público e mostrar para vocês o quanto estamos sendo dilapidados, atacados, com essa clandestinidade devastadora encima do transporte público”, disse o diretor da Cidade Verde, Sergio Hubner, sobre o objetivo do encontro.

Assim, durante a entrevista, Hubner destacou as principais questões negativas relacionadas ao transporte clandestino. Em primeiro lugar, o diretor afirmou que as vans que agem clandestinamente são excludentes, pois não transportam várias pessoas, como deficientes físicos, idosos ou estudantes. Além disso, por não terem linhas definidas, elas atuam nos locais que querem e nos horários que os próprios motoristas determinam, deixando o usuário vulnerável.

Para o diretor da Cidade Verde, o trabalho clandestino dos vanzeiros pode provocar um colapso no transporte público de Vitória da Conquista, em um futuro próximo. Segundo ele, as empresas de ônibus, além de pagar todos os impostos e os funcionários, têm que arcar com uma série de ações para promover um transporte coletivo de qualidade para a população. Enquanto que o clandestino não tem nenhum custo. Além disso, com  a ação constante das vans, há um impacto direto no faturamento da empresa, que pode gerar prejuízos para a comunidade. “Então, não é justo a gente conviver com essa situação de refém, de sítio, que a gente vem sofrendo no sistema”, destacou  Hubner.

 

Viação Cidade Verde esclarece prejuízo de R$ 200 mil

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte, Vit. da Conquista | Data: 06 jan 2016

Tags:, , ,

nov_25_pel_banner_site_resenha_feirao_aquitemnegocio_582x65px_jean

da Redação

Sobre a matéria publicada no BRG com a manchetes Cidade Verde opera transporte em Conquista com R$ 200 mil de prejuízo mensal, diz diretor, –  a direção da empresa através da sua assessoria de comunicação solicitou que fossem feitas duas observações. Que a Cidade Verde não está com um prejuízo de R$ 200 mil com diz a matéria e sim, com a atuação das Van e outros transportes clandestinos, tem perda 17% de venda de passagens, o que pode chegar a este valor de R$ 200 mil mês.

A empresa solicitou também, em relação a expressão utilizada cemitério de pneus, que fosse esclarecido os motivos. O BRG, na mesma matéria relatou que os pneus estão sendo danificados por pregos, parafusos, pedaços de ferro (o diretor acha que são jogados de maneira deliberada para prejudicar a empresa). O redator foi o responsável pela expressão cemitério de pneus pela quantidade considerável de pneus inutilizados.

A nossa redação disponibiliza o mesmo espaço para que a empresa, se julgar necessário, possa divulgar uma nota de esclarecimento.

 

 

Cidade Verde opera transporte em Conquista com R$ 200 mil de prejuízo mensal, diz diretor

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte, Vit. da Conquista | Data: 06 jan 2016

Tags:, , ,

nov_25_pel_banner_site_resenha_feirao_aquitemnegocio_582x65px_jean

da Redação

Sergio VerdeEm que pese ter sido beneficiada com a modalidade de licitação da Prefeitura de Vitória da Conquista que permitiu que fosse pago R$ 6,2 milhões (Viação Vitória R$ 37 milhões, e a Serrana que desistiu pagaria R$ 20 milhões), a Cidade Verde Transportes vem encontrando dificuldades para operar o transporte coletivo na cidade.

O deputado Herzem Gusmão (PMDB) que esteve no ano passado na Secretaria de Mobilidade Urbana de Salvador visitou recentemente a garagem da Viação Cidade Verde. O parlamentar agendará nos próximos dias uma visita a garagem da Viação Vitória. “Quero entender porque o transporte coletivo de Conquista não avança”, disse Gusmão.

Na visita que fez a Cidade Verde o deputado conquistense ouviu do diretor da empresa, Sergio Hubner, muitas reclamações. “Deputado a minha equipe está desmotivada. Nós estamos desmotivados”, foram às primeiras palavras de Hubner. O desânimo estava estampado no semblante do diretor que revelou as principais dificuldades que vem encontrando para tirar a empresa do vermelho. A cada mês são contabilizados R$ 200 mil de prejuízo.

Herzem repetiu para o diretor o que sempre comenta na Resenha Geral da Rádio Clube FM (95,9). “A Prefeitura já quebrou a VCL, Passaredo, Serrana, Viação Vitória e a próxima vítima será a Cidade Verde”. De imediato Hubner retrucou: “Antes que isto nos ocorra iremos embora”.

Para entender melhor as dificuldades da empresa a assessoria do deputado Herzem Gusmão anotou as principais reclamações do diretor da Cidade Verde.

Em relação ao custo operacional revelou que a folha de pagamento dos trabalhadores corresponde a R$ 1 milhão (46% do faturamento), e o diesel R$ 600 mil (24%) que na planilha são as principais despesas.

Sobre as dificuldades operacionais revelou ainda:

a) De quase 1 milhão de passageiros a empresa perde para o transporte clandestino 17%

b) A tarifa de R$ 2,80 continua insuficiente. O que faz a tarifa subir é a redução de passageiros; quanto maior o número de passageiros menor o valor da tarifa revelação feita pelo diretor da empresa

c) Trânsito travado, excesso que quebra molas e outros obstáculos

d) A dinâmica do terminal de passageiros precisa ser melhorada

e) Muitos corredores permanecem sem asfalto

f) Registro alarmante de pneus danificados por pregos, parafusos, pedaços de ferro (o diretor acha que são jogados de maneira deliberada para prejudicar a empresa).

No pátio pode ser visto um verdadeiro cemitério de pneus danificados. Segundo Hubner este fenômeno só ocorre em Conquista. O caso está sendo investigado pela própria empresa.

Pela manifestação do diretor, ao expressar desânimo da direção e equipe, fica evidenciado que a Prefeitura precisa acompanhar mais de perto o SIT – Sistema Integrado de Transporte  e desenvolver uma gestão eficaz e competente. São 20 anos de propaganda que não mais consegue enganar a população.

Cidade Verde divulga nota de esclarecimento

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte, Vit. da Conquista | Data: 13 nov 2015

Tags:, ,

Assessoria de Imprensa

Cidade VerdeA Viação Cidade Verde vem a público esclarecer o real motivo da paralisação dos ônibus da sua frota. A empresa de transporte coletivo sempre prezou pela legalidade da sua atuação em Vitória da Conquista e por este motivo se exime de quaisquer transtornos que esteja acontecendo com a população conquistense.

O transporte coletivo é tratado pela lei como um direito social, portanto o transporte público é uma atividade muito séria. O que aconteceu nos últimos dois dias foi um desrespeito à população, a empresa Cidade Verde e aos poderes públicos, que nem sequer foram informados pelo Sindicato, sobre a paralisação que ocorreria na última terça-feira, 10/11 e 12/11. Por lei, quando há intenção de uma paralisação ou greve, todos os envolvidos (empresa, poderes públicos e população) devem ser informados com 72 horas de antecedência, visando amenizar os transtornos que serão causados a todos.

O Sindicato alega que a Cidade Verde não cumpre as leis trabalhista em relação ao seus funcionários, motoristas e cobradores. A Viação Cidade Verde esclarece que cumpre todas as leis da CLT e se coloca à disposição dos órgãos responsáveis, o Ministério Público e Ministério do Trabalho, bem como a Secretaria Municipal de Transportes ou qualquer outro órgão capacitado para reconhecer os direitos trabalhistas desta categoria. …Leia na íntegra

Funcionários da Cidade Verde mantêm as paralisações

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte | Data: 12 nov 2015

Tags:, ,

Da Redação
Foto: Rafael Gusmão

DSC_0420
Na manhã desta quinta feira (12), houve mais uma paralisação dos funcionários da empresa de ônibus Cidade Verde. Como tem acontecido durante a semana, apenas 30% da frota da empresa circulou normalmente na cidade entre as 5 e às 8 horas. No mesmo horário, o Sindicato dos Rodoviários de Vitória da Conquista voltou a protestar na porta da Cidade Verde contra a intransigência da empresa em estabelecer o intervalo de intrajornada e fracionamento ideal para seus funcionários.

De acordo com o Sidicato, caso as negociações não avancem, as paralisações continuarão a acontecer e uma greve também pode ser deflagrada. A Cidade Verde, por sua vez, acionou a justiça e conseguiu uma liminar, determinando que nos horários de pico 70% dos carros estejam nas ruas e nos demais horários de menos movimento 30% atenda a comunidade.

No entanto, essa determinação só passará a valer quando o Sindicato receber oficialmente a liminar, o que ainda não ocorreu.

Cidade Verde repudia paralisação dos rodoviários

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 08 maio 2015

Tags:, , , , ,


por Mateus Novais

cidade-verde-vitoria-onibus-151

Logo após o fim da paralisação dos rodoviários, na manhã desta sexta-feira (8), a empresa de transporte coletivo Cidade Verde emitiu nota repudiando a atitude da categoria. Segundo a empresa, “mais uma vez, a sociedade conquistense sofre com uma ação ilegal perpetrada pelo sindicato”.

A Cidade Verde aponta que os trabalhadores e patrões estão em um momento de negociação salarial e que o “cenário econômico é totalmente desfavorável”, de “crise econômica”. Ainda segundo a empresa, as concessionários do transporte coletivo local “buscam otimizar recursos disponíveis para continuidade do serviço e manutenção de sua qualidade e dos empregos. Por estarem as negociações ainda em andamento, não há razões para greves e paralisações como a ocorrida hoje”.

A empresa garante que “tem cumprido com todas as suas obrigações e mantido a qualidade do serviço essencial que presta”.

Por fim, a nota ressalta que “mais uma vez o sindicato paralisa o serviço público de transporte, causa transtornos aos cidadãos e trabalhadores da cidade, sem observância da Lei e da Justiça. Fazendo dessa barganha extremamente prejudicial à população, algo rotineiro e desrespeitando assim o direito de ir e vir de milhares de cidadãos”.

Propostas das empresas do transporte coletivo devem ser entregue hoje (21) à tarde

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 21 maio 2014

Tags:, , , , ,

por Mateus Novais
Foto: Roberto Silva

foto0854O Sindicato dos Rodoviários de Vitória de Conquista (SINTRAVC) esperam a entrega da proposta das empresas do transporte coletivo urbano e intermunicipal para hoje (quarta-feira, 21) à tarde. Estas reuniões definirão o futuro do movimento.

Advogados da empresa Novo Horizonte pediram o prazo de até as 13h para apresentar sua proposta para a categoria. Após a solicitação (foto), os rodoviários liberaram os portões da garagem da empresa de transporte intermunicipal. Já a reunião com as empresas do transporte urbano (Cidade Verde e Vitória) devem acontecer às 15h.

De acordo com o SINTRAVC, “não havendo uma proposta viável, a greve será deflagrada imediatamente”.

Empresa de ônibus diz que não pode conceder aumento sem autorização da Prefeitura

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 16 maio 2014

Tags:, , ,

por Mateus Novais

DSC_1204A empresa de transporte coletivo Cidade Verde emitiu nota respondendo as demandas da paralisação dos rodoviários de Vitória da Conquista. Segundo a nota, a empresa tem participado de todas as reuniões com o Sindicato dos Rodoviários e “busca uma solução que seja satisfatória aos funcionários e que não cause transtornos aos usuários”.

A Cidade Verde também diz que não pode atender, de acordo com o artigo 624 da CLT, as solicitações feitas pelas classes sem “declaração prévia da Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista” e lembrar que “desde 2011 nenhum reajuste de tarifa foi realizado no Município”. Confira a nota completa abaixo: …Leia na íntegra

Sindicato dos Rodoviários anuncia possibilidade greve na segunda (19)

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 15 maio 2014

Tags:, , , , ,

por Mateus Novais

DSC_1206O presidente do Sindicato dos Rodoviários de Vitória da Conquista, Álvaro Souza, anunciou que há a possibilidade de que seja deflagrada uma greve por tempo indeterminado a partir da próxima segunda-feira (19).

“Já tivemos quatro reuniões para negociar, mas eles (as empresas de transporte coletivo, Cidade Verde e Serrana) se negam em discutir a questão salarial, porque dizem estar em negociação com a prefeitura para o aumento da tarifa de transporte”, disse o presidente. Caso a mobilização de hoje e sexta, quando irão realizar uma catraca livre, “não surta efeito, na madrugada de segunda para terça, estaremos deflagrando uma greve, sem data e hora para terminar”, completou Souza.

Os rodoviários pedem equiparação com o salário da categoria de Feira de Santana, que atualmente é de R$1.613 mil e aqui é R$1.290; vale refeição de R$300 e plano de saúde.

Cidade Verde lamenta incêndio a ônibus, que era a única linha para o Cruzeiro

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 15 fev 2014

Tags:, ,

por Mateus Novais
Foto: Roberto Silva

IMG_3937A Viação Cidade Verde emitiu nota lamentando o episódio do incêndio ao ônibus da empresa na última sexta-feira (14). A empresa não se posiciona sobre as medidas que serão tomadas para evitar possíveis incidentes e quando a operação da linha Centro – Cruzeiro será retomada.

A nota informa: “O que conforta é saber que não tivemos nenhuma pessoa ferida. Mas infelizmente centenas de pessoas ficaram sem um equipamento moderno de transporte público. O ônibus que foi destruído tinha pouco mais de 30 dias de uso, e fazia a única linha para aquele bairro.

Ônibus das Viações Vitória e Cidade Verde desfilaram por algumas ruas de Vitória da Conquista na manhã de hoje

0

Publicado por Resenha Geral | Colocado em transporte, Vit. da Conquista | Data: 05 jan 2014

Tags:, , ,

Da Redação

desfile

Vários ônibus da Viação Vitória e Cidade Verde trafegaram por algumas ruas de Vitória da Conquista na manhã deste domingo (05). As duas empresas juntas compõem a frota do transporte público municipal totalizando 180 veículos.

Uma coletiva de imprensa está marcada para acontecer às 09h desta segunda-feira (06), no anexo da Casa Memorial Régis Pacheco, situada na Praça Tancredo Neves. Na oportunidade, o prefeito Guilherme Menezes, o secretário municipal de Mobilidade Urbana, Luis Alberto Sellmann, e representantes das empresas Viação Vitória LTDA. e Cidade Verde Transporte Rodoviário LTDA. vão esclarecer todas as questões referentes às novidades implantadas no que diz respeito ao transporte público.

Imprensa conhece modelos da frota da Cidade Verde

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral, Saúde, transporte, Vit. da Conquista | Data: 18 dez 2013

Tags:, ,

da Redação

Lançamento 1B

Na noite desta 3ª feira (17), a Cidade Verde, empresa de transporte coletivo, reuniu a imprensa e convidados para apresentar a estrutura e os serviços que serão prestados na cidade de Vitória da Conquista a partir do dia 6 de janeiro. O evento foi realizado na Churrascaria Trilha do Sul.

Segundo informações da assessoria de imprensa da própria empresa, a frota é totalmente nova e todos os ônibus contam com câmeras de segurança, GPS, degrau retrátil e assentos para obesos.

Além disso, a frota é toda adaptada para portadores de necessidades especiais e todos os motores atendem o padrão Euro 5, que reduz a emissão de poluentes.

Diretor 1BO diretor da empresa, Paulo Bongiovanni (foto), garantiu que mais de 90% dos funcionários da Serrana serão contratados. A empresa inicia os trabalhos de transporte coletivo no dia 6 de janeiro.