CNI lança aplicativo para iOS e Android para explicar a nova legislação trabalhista

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 28 set 2017

Tags:, ,

da Redação
Fonte: Agência CNI de Notícias/CDL (Conteúdo)

Ferramenta interativa e gratuita apresenta, de forma simples e didática, as mudanças nas leis do trabalho. Usuário poderá comparar o antes e o depois da lei, fazer buscas temáticas e compartilhar suas pesquisas

A partir de 11 de novembro, empresas e trabalhadores brasileiros passarão a seguir novas e mais modernas leis do trabalho. As regras que entrarão em vigor prestigiam o diálogo, simplificam burocracias e disciplinam formas de trabalho típicas da era digital. Mas como saber o que há de novo entre os 106 artigos da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) inseridos, alterados e revogados pela Lei nº 13.467/2017, entre outras mudanças em leis esparsas, e que obrigações e direitos regerão a vida de empregadores e empregados?

Com o objetivo de apresentar as mudanças na lei, a Confederação Nacional da Indústria (CNI) lançou, nesta terça-feira (26), o aplicativo Conexão RT. Disponível para os sistemas iOS e Android, a ferramenta interativa permite a quem quiser conhecer a nova legislação pesquisar as novas regras e visualizar a legislação anterior e a posterior à aprovação da Lei nº 13.467/17, comparativamente. Para cada item, são apresentadas as referências, seja na CLT, em leis esparsas ou na jurisprudência.

FUNCIONALIDADES – Ao pesquisar sobre o tema “férias”, o internauta conhecerá todos os dispositivos da nova legislação que alteraram esse item. Por exemplo, o que permitiu a divisão das férias em até três períodos, inclusive para maiores de 50 anos, possibilidade inexistente pela lei atual. Em cada tema pode-se obter um quadro comparativo entre a antiga e a nova lei. Será possível, ainda, marcar assuntos de preferência e compartilhar, enviar por e-mail e imprimir as informações que considerar mais relevantes.

FIEB e Sinduscon promovem cursos gratuitos em Vitória da Conquista

0

Publicado por Resenha Geral | Colocado em Bahia, Brasil, Economia, Sudoeste, Vit. da Conquista | Data: 30 jul 2015

Tags:, , , ,

Da Redação

As capacitações integram as ações do Programa de Desenvolvimento Associativo, uma parceria da FIEB com a CNI e o Sebrae.

fiebCom o objetivo de fortalecer a representação empresarial e estimular o associativismo, a Federação das Indústrias do Estado da Bahia (FIEB), em parceria com o Sindicato da Indústria da Construção do Estado da Bahia (Sinduscon), vai promover dois cursos gratuitos em Vitória da Conquista no mês de agosto.

No dia 06, as normas e procedimentos que devem ser observados pelas empresas desde a admissão de empregados até a rescisão de contratos de trabalho serão debatidos no curso Como evitar problemas trabalhistas?, que será realizado na sede do Sebrae. A capacitação será ministrada pelo advogado trabalhista e especialista em Direito do Trabalho e Processo do Trabalho, André Luiz Dias de Araújo.

Já no dia 11, o curso Como atender a fiscalização do trabalho? vai discutir o conjunto de normas, procedimentos e documentos relacionados à fiscalização trabalhista, além das boas práticas no atendimento ao fiscal do trabalho. …Leia na íntegra

Estudo aponta veículos mais indicados para transporte nas grandes cidades brasileiras

0

Publicado por Roberto Silva | Colocado em Brasil | Data: 01 set 2012

Tags:,

Correio da Bahia

BRT, VLT e monotrilho. As duas siglas e a palavra monotrilho representam não apenas meios, mas sistemas de transportes que podem amenizar as dificuldades do trânsito nas grandes cidades. Hoje, os efeitos negativos vão além da qualidade de vida daqueles que, diariamente, perdem horas tentando se locomover entre a casa e o trabalho ou a escola.

Um estudo da Confederação Nacional da Indústria (CNI) mostra que os problemas de deslocamento dos moradores nas grandes cidades afetam “diretamente” a produtividade do trabalhador e a competitividade do setor produtivo. De acordo com o estudo Cidades: Mobilidade, Habitação e Escala, no Brasil, a situação tem piorado, já que, entre 2003 e 2010, o tempo médio gasto pelo brasileiro em deslocamentos urbanos aumentou 20%.

…Leia na íntegra