Morre Dio Leal, antigo comerciante da Av. Otávio Santos

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 16 abr 2018

Tags:, , ,

da Redação

Faleceu neste sábado (15), aos 85 anos,  Dio Leal, miguelense que chegou em vitória da Conquista no final da década de 40. Como todo miguelense preferiu se instalar em uma esquina na Av. Otávio Santos, onde funcionou por muitos anos o Colégio Juvêncio Terra.

Na venda (como era conhecida) de Dio, os alunos da antiga escola da professora Rozália, e mais tarde do Juvêncio Terra, se abasteciam da merenda e até material escolar como lápis, borracha, caneta e cadernos.

Na atualidade, Dio mantinha um barzinho com a comercialização de bebidas, refrigerantes e deliciosos salgados. Sempre muito gentil e gostava de uma boa conversa.

O sepultamento foi realizado na tarde deste domingo (15), no cemitério da saudade. O Blog da Resenha Geral lamenta o falecimento de Dio Leal.

 

Brumado: comerciante é morto a tiros na frente da esposa e da filha

0

Publicado por Editor | Colocado em Polícia | Data: 22 fev 2017

Tags:, ,

Da Redação

Um comerciante, identificado como Levi Carvalho, foi morto a tiros após ter sua casa invadida na noite desta terça-feira (21) em Brumado. Segundo as primeiras informações, o acusado é um homem que estava em um veículo preto estacionado na Rua Turmalina e que aproveitou a chegada da esposa e da filha da vítima para entrar na residência.

Ao chegar na casa, o criminoso chamou Levi Carvalho, que foi alvejado após aparecer para atender ao chamado, na frente da esposa e da filha de apenas 12 anos. O suspeito fugiu do local sem levar nenhum objeto da casa.

A polícia foi acionada, mas o atirador não foi localizado. Este é o segundo homicídio registrado em Brumado neste ano.

Permissionários do Shopping Popular se unem contra expulsão de comerciantes

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 13 dez 2016

Tags:,

por Mateus Novais

Os permissionários do Shopping Popular estiveram reunidos, nesta terça-feira (13), para discutir a ação de despejo anunciada pela Prefeitura Municipal contra os inadimplentes da taxa de condomínio. Segundo a associação, cerca de 150 comerciantes que trabalham no local estão sem conseguir quitar a dívida devido ao baixo faturamento do espaço.

Durante a reunião, os permissionários apontaram que os valores cobrados são exorbitantes e impossíveis de serem pagos. “Tem colega que está com seis parcelas em atraso, totalizando 1.200 reais e estão cobrando 3.800 [reais]. Outro com três parcelas atrasadas que estão querendo cobrar 1.200 reais. E a gente questiona porque esses valores e ninguém na Prefeitura sabe responder”, afirma o presidente da Associação dos Permissionários do Shopping Popular, Rondinelli Mota, completando que eles estão correndo o risco de ter o nome incluído no SPC-Cerasa.

Além dos valores, os comerciantes se queixam de problemas no projeto do espaço e que a Prefeitura não se preocupa em saber o porque de o Shopping não estar dando certo.

O advogado da Associação, Dr. Edmundo Neto, comentou que está analisando os contratos celebrados entre o Município e os permissionários e que a Prefeitura não está respeitando os prazos legais para a realização de um novo sorteio dos boxes do Shopping – já que não está sendo respeitado os 30 dias de intimação da divida e nem foi encaminhado para protesto. O novo sorteio está programado para o próximo dia 22.

Ao fim do encontro, os permissionários criaram uma comissão de sete participantes para discutir com o prefeito eleito, Herzem Gusmão, as medidas para solucionar o esvaziamento do Shopping Popular. O ex-candidato a vereador Ciano Filho, acompanhou a reunião.

Com boxes vazios, Prefeitura segue remanejando comerciantes do Shopping Popular

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Economia | Data: 23 nov 2016

Tags:, ,

por Mateus Novais

Shopping

Na tarde desta quarta-feira (23), mais um sorteio interno foi realizado entre os comerciantes para ocupar os boxes abandonados do Shopping Popular. O local está sofrendo com as baixas vendas e, em consequência, a desistência ou expulsão dos microempreendedores.

Ao todo, 14 comerciantes que estão ocupando boxes do primeiro pavimento participaram do sorteio de oito pontos desocupados no térreo. A mudança foi solicitada pelos próprios comerciantes, visando proporcionar melhores condições de trabalho.

Em julho deste ano, um sorteio com a mesma finalidade remanejou outros 11 comerciantes para boxes na mesma situação.

A falta de ocupação dos boxes no Shopping se dá, segundo os comerciantes que ainda trabalham no local, pela alta taxa de condomínio. A taxa estabelecida em R$ 225 é muito alta, chegando a comprometer a maior parte do lucro, apontam os comerciantes. Devido a isso, os trabalhadores acionaram a Justiça para reduzir as altas taxas cobradas pela administração.

Comerciante é encontrada morta dentro de casa, no Ibirapuera

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Polícia | Data: 08 nov 2016

Tags:, ,

por Mateus Novais

img_1297A proprietária de um bar foi encontrada morta dentro de casa na noite dessa segunda-feira (7), em Vitória da Conquista. Aureni Sousa Dutra, de 48 anos, foi encontrada segurando uma faca e com um profundo corte no pescoço.

A perícia detectou que havia sinais de luta e que Aureni tentou se defender. A Polícia Civil acredita que o autor do crime tentou simular uma cena de suicídio, após cometer o homicídio.

O crime foi registrado no loteamento Nenzinha Santos, no bairro Ibirapuera. O autor do homicídio ainda não foi identificado.

Boxes abandonados do Shopping Popular têm novos donos

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 14 jul 2016

Tags:, ,

por Mateus Novais

IMG_1704

Onze comerciantes do Shopping Popular conseguiram a autorização para mudar de boxe dentro do centro comercial. Os pontos que serão ocupados estavam vagos por abandono, mesmo tendo sido inaugurado há pouco mais de um ano.

A falta de ocupação dos boxes no Shopping se dá, segundo os comerciantes que ainda trabalham no local, pela alta taxa de condomínio. A taxa estabelecida em R$ 225 é muito alta, chegando a comprometer a maior parte do lucro, apontam os comerciantes. Devido a isso, os trabalhadores acionaram a Justiça para reduzir as altas taxas cobradas pela administração.

O sorteio ocorreu na noite dessa quarta-feira (13), no auditório da Casa Memorial Régis Pacheco. Segundo a presidente da Comissão de Ordenamento do Solo Público, Marivone Batista, “todas as pessoas que tinham solicitado este remanejamento de ponto, nós conseguimos atender o desejo de cada um”.

Já os comerciantes, que têm esperança de uma melhorar as vendas, comemoram a conquista de uma melhor posição no empreendimento. “O momento é de felicidade, de vitória. Esperamos por isso e é um motivo de alegria. Agora é aproveitar”, disse a comerciante de variedades, Rosane Carvalho dos Santos, que foi uma das sorteadas para ficar com um boxe na parte térrea.

Guanambi: comerciante é a primeira vítima da H1N1

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Sudoeste | Data: 19 maio 2016

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

GuanambiO município de Guanambi (a 280 km de Vitória da Conquista) registrou a primeira morte pelo vírus Influenza A H1N1. O resultado do exame do empresário Hermínio Batista de Souza Caires, de 59 anos, foi divulgado nessa quarta-feira (18) pela Secretaria de Saúde do município. O paciente morreu no dia 8 deste mês, no Hospital Nova Aliança.

Após a confirmação da causa da morte do comerciante, sobem para oito, os casos de gripe H1N1 confirmados pela Sesab em Guanambi.

Segundo o site, Guanambi Notícias, a Vigilância Epidemiológica do município está preocupada com a dificuldade para concluir a campanha de imunização do grupo de risco. A falta da vacina na rede pública e o alto preço do medicamento têm deixado a população em estado de alerta.

Bandidos invadem mercado e matam comerciante

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Polícia | Data: 02 mar 2016

Tags:, ,

por Mateus Novais
foto: Rafael Gusmão

DSC_0111

Mais um crime bárbaro foi cometido dentro de um estabelecimento comercial de Vitória da Conquista. Dessa vez, um comerciante foi assassinado por bandidos no bairro Patagônia, no final da manhã desta quarta-feira (2).

O crime ocorreu na Rua Farropilha, próximo ao Hospital Esaú Matos. O proprietário do mercado Aky Frios foi abordado por dois homens, que chegaram em uma moto, e levado para o fundo do estabelecimento. Lá, a vítima foi atingida por disparos de arma de fogo. Um deles atingiu a cabeça, levando a morte instantânea.

Uma das linhas de investigação é de que Jurandir Amaral tenha sido vítima de latrocínio (roubo seguido de morte), mas também não está descartada a possibilidade de ter sido uma execução.

Comerciantes do Shopping Popular protestam contra taxa de manutenção imposta pela Prefeitura

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 14 jul 2015

Tags:, , , ,

por Mateus Novais
fotos: Roberto Silva

DSC_0075

Os comerciantes do Shopping Popular de Vitória da Conquista fecharam as portas de suas lojas e decidiram protestar, nesta terça-feira (14). O movimento dos trabalhadores autônomos reivindica a redução da taxa de condomínio praticada no empreendimento público, que atualmente é de R$ 225.

As reclamações a cerca da taxa vêm desde a época dos sorteios dos boxes. Inicialmente, a Prefeitura estabeleceu o valor de R$ 250, o que foi rejeitado pelos comerciantes. A taxa, então, foi estabelecida em R$ 225, com o compromisso de reavaliação logo após o empreendimento começar a funcionar.

DSC_0116

Porém, desde que foi inaugurado (23 março de 2015), as vendas seguiram muito abaixo do esperado, afirmam os comerciantes. “Nós não temos condições de pagar esse valor. Tem muita gente lá que não tem nem casa própria, como é o meu caso”, garante a comerciante Edna Rocha. Ainda assim, os últimos encontros com os representantes da Administração Municipal não surtiram efeito.

Os representantes dos comerciantes também entregaram um documento assinado pelos permissionários no qual eles informam a devolução dos boletos de cobrança da taxa. O documento ameaça “fechar os boxes por inviabilidade econômica”, caso o Executivo não reveja o valor cobrado.

A manifestação passou por algumas ruas do centro da cidade e terminou em frente ao prédio da Prefeitura Municipal.

Prefeitura é vaiada durante encontro com comerciantes do Shopping Popular

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 09 jun 2015

Tags:, , ,

por Mateus Novais

IMG_1670

Os representantes da Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista foram deixados falando sozinhos uma reunião com os comerciantes do Shopping Popular, logo após receberem fortes vaias. A cena ocorreu durante um encontro, nessa segunda-feira (8), para tratar do valor taxa de manutenção, que atualmente é de R$ 225.

Segundo informações de comerciantes, o secretário de Administração, Gildasio Silveira, e a presidente da Comissão de Ordenação de Ocupação do Solo Público, Marivone Batista, voltaram a apresentar o decreto que estabelece as regras de funcionamento do Shopping Popular e reafirmaram que é inviável a redução do valor da tarifa. Ainda de acordo com os comerciantes, o secretário teria garantido que quem não pagasse o valor estipulado pelo decreto seria despejado do centro comercial.

Após a afirmação, uma forte vaia partiu dos comerciantes em direção aos membros da Administração Municipal. Junto com as vaias, os comerciantes deixaram os representantes da Prefeitura falando sozinhos, retirando-se da reunião. Os comerciantes afirmam que o valor da taxa de manutenção torna o negócio no Shopping inviável.

Comerciantes do Shopping Popular ameaçam fechar as portas

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 02 jun 2015

Tags:, ,


por Mateus Novais

IMG_1001foto: Ascom Câmara

A força-tarefa formada na Câmara de Vereadores para discutir a situação do Shopping Popular se reuniu pela primeira vez nesta terça-feira (02).  Os permissionários de boxes do equipamento reclamam da taxa de manutenção cobrada pela prefeitura – R$ 225. Eles alegam que o valor é alto e que a maioria não tem condições de pagá-la. Além disso, o equipamento foi aberto recentemente e o faturamento dos comércios ainda é baixo.

Os representantes dos comerciantes entregaram aos vereadores um documento assinado pelos permissionários no qual eles informam a devolução dos boletos de cobrança da taxa. O documento ameaça “fechar os boxes por inviabilidade econômica”, caso o Executivo não reveja o valor cobrado.

Um dos comerciantes afirmou que a Prefeitura “passou uma rasteira” neles. “Nós não temos condições de pagar esse valor. Tem muita gente lá que não tem nem casa própria, como é o meu caso”, detalhou Edna Rocha. Segundo Edna, o prefeito deu muito apoio à construção do shopping, mas depois cessou o diálogo com o segmento.

Na reunião, o grupo definiu que fará um ofício para a Prefeitura Municipal solicitando uma audiência com o prefeito. Também ficou decidida a pauta a ser levada ao prefeito: redução da taxa de manutenção; congelamento do pagamento da taxa por um período de, no mínimo, de 12 meses; alteração do horário de funcionamento para atender às necessidades dos comerciantes com a antecipação da abertura do espaço, atualmente o Shopping Popular funciona das 8 às 18 horas; alteração no layout do espaço com o objetivo de atrair mais clientes.

 

Comerciante é assassinado dentro da própria loja

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Polícia | Data: 14 abr 2015

Tags:, ,

por Mateus Novais
foto: Roberto Silva

IMG_7669

Um empresário de 44 anos de idade foi morto a tiros no início da noite desta terça-feira (14), dentro de sua loja, um açougue. O crime aconteceu na Rua Área Verde, no bairro Urbis 6.

Segundo testemunhas, Gilvan Francisco Teixeira trabalhava, no momento em que dois homens se aproximaram do estabelecimento comercial montados em uma motocicleta. O autor dos disparos desceu da moto e entrou no açougue, deflagrando os tiros contra a vítima, enquanto o segundo esperava na porta do comércio. Gilvan não teve tempo de reagir e morreu no local.

A Polícia Civil foi acionada e iniciou as investigações. As primeiras suspeitas, de latrocínio e envolvimento com o tráfico de drogas, foram descartadas. Testemunhas levantaram a possibilidade de se tratar de um crime passional, que será apurada pelos policiais.

Despejo foi “erro de comunicação”, afirmou Prefeitura para comerciantes

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 31 mar 2015

Tags:, , ,


por Mateus Novais
foto: Ascom PMVC

SC1_1471O grande constrangimento causado por uma ordem de desapropriação emitida pela Prefeitura aos 27 comerciantes das praças da Bandeira e Hercílio Lima foi justificado como um “erro de comunicação”. Durante a retirada das barracas das duas praças, na última segunda-feira (31), era possível ver no olhar dos trabalhadores a tristeza por ter que abandonar sua única forma de sustento.

O BLOG DA RESENHA GERAL apurou junto aos comerciantes que estiveram presente na reunião realizada na tarde da última segunda-feira (30), que a Administração Municipal teria afirmado que a ordem de desapropriação, emitida no sábado passado com prazo final até as 12h da segunda, era válida apenas para os comerciantes que já haviam mudado para o Shopping Popular. Apesar do pedido de desculpas, os membros do Governo Municipal não souberam explicar o motivo da presença da Polícia Militar no local.

Ainda no encontro foi agendada uma nova reunião entre comerciantes e Prefeitura para debater a ocupação dos 23 boxes restantes no Centro de Comércio Popular e o destino dos 27 comerciantes que ainda estão nas duas praças. A reunião ocorrerá nesta quarta, às 16h, no Salão Nobre do Gabinete Civil.

Prefeitura diz que suspendeu sorteio para analisar casos de comerciantes não contemplados

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 31 mar 2015

Tags:, , ,

por Mateus Novais

DSC_3830O último sorteio dos boxes do Shopping Popular, que iria acontecer na última sexta-feira (27), foi suspenso pela Prefeitura Municipal. Segundo o Governo, o motivo são os casos dos 27 comerciantes que trabalhavam nas praças da Bandeira e Hercílio Lima, que ainda não receberam a carta convite para participar do processo de seleção. A data para o novo encontro não foi definida.

A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), que tem interesse na desocupação da Praça da Bandeira para criação de vagas de estacionamento da Zona Azul, informou que a Prefeitura Municipal lhe encaminhou uma nota dizendo que os casos serão analisados até a conclusão de todo o processo.

“Os casos que não cumpriram os critérios estabelecidos pela Comissão Administrativa Municipal para Ordenação de Ocupação do Solo Público serão analisados pela Comissão até a conclusão de todo o processo de ocupação e desocupação das praças Arlindo Rodrigues, da Bandeira e Hercílio Lima”, afirma a nota.

Comerciantes do Shopping Popular reclamam de baixa venda no espaço

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 31 mar 2015

Tags:, , ,

por Mateus Novais
foto: Roberto Silva

DSC_3877

Assim como ocorreu na Praça Hercílio Lima, comerciantes da Praça da Bandeira não contemplados com um boxe no Shopping Popular receberam o comunicado da Prefeitura para desocupar o espaço. No entanto, quem passa pela Praça da Bandeira pode perceber que nem todos os comerciantes que trabalham nas barracas estão se preparando para deixar o local.

Na Praça da Bandeira, ainda há 15 trabalhadores que não foram contemplados, que somados aos 12 trabalhadores que atuavam na Hercílio Lima (leia aqui), ultrapassa a quantidade de boxes ainda disponíveis no Shopping Popular. Os comerciantes argumentam que ainda há 23 boxes fechados no centro comercial.

Além dos 27 comerciantes que ainda estão de fora, os permissionários que estão estabelecidos no Shopping Popular também querem que esta situação seja resolvida logo. Segundo eles, enquanto houver barracas funcionando fora do centro comercial, o consumidor não frequentará o novo espaço. “Aqui no Shopping não está tendo boas vendas porque ainda existem barracas lá na Praça da Bandeira. O consumidor faz as compras por lá e de lá mesmo vai embora. A solução é vir para o Shopping, para o cliente também vir para aqui”, afirmou o permissionário Eli Lopes.

Com 6 meses de atraso, Shopping Popular começa a funcionar de verdade

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 23 mar 2015

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

IMG_1670Sem cerimônia e muita pompa, o Shopping Popular de Vitória da Conquista foi realmente inaugurado na manhã desta segunda-feira (23). Os 261 permissionários, das praças da Bandeira e Arlindo Rodrigues (Feira do Paraguai), que participaram dos sorteios de distribuição dos boxes, já estão trabalhando no espaço.

A parte complicada da história se trata dos 41 boxes finais. Comerciantes apontam que os métodos de escolha dos permissionários para ocupar o Shopping Popular geraram problemas e excluíram pessoas com décadas de feira.

Apesar da Comissão Administrativa Municipal de Ordenação de Ocupação do Solo Público afirmar que iria avaliar os problemas apontados pelos comerciantes, até o momento não foi informado oficialmente quais serão os métodos adotados para o sorteio dos últimos boxes.

Shopping Popular será inaugurado na próxima segunda (23)

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 20 mar 2015

Tags:, , ,

por Mateus Novais

Shopping PopularA Prefeitura de Vitória da Conquista confirmou a real inauguração do Centro de Comércio Popular (Shopping Popular) para a próxima segunda-feira (23), às 9h. Já estarão trabalhando no espaço 261 permissionários, das praças da Bandeira e Arlindo Rodrigues (Feira do Paraguai), que participaram dos sorteios de distribuição dos boxes.

A parte complicada da história se trata dos 41 boxes finais. Comerciantes apontam que os métodos de escolha dos permissionários para ocupar o Shopping Popular geraram problemas e excluíram pessoas com décadas de feira.

Apesar da Comissão Administrativa Municipal de Ordenação de Ocupação do Solo Público afirmar que iria avaliar os problemas apontados pelos comerciantes, até o momento não foi informado oficialmente quais serão os métodos adotados para o sorteio dos últimos boxes.

Prefeitura admite erros na distribuição dos boxes do Shopping Popular

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 11 mar 2015

Tags:, , ,

por Mateus Novais
foto: Ascom Câmara

shopping-popular-2Durante a audiência pública sobre o Shopping Popular, os problemas gerados pelos métodos de escolha dos permissionários para ocupar o Shopping Popular foram evidenciados pelos próprios comerciantes que participaram do processo de implantação do equipamento público. A partir das questões levantadas pelos lojistas, os responsáveis pela seleção admitiram que erros aconteceram no processo.

A comerciante Edna Rocha lembrou das alegrias e tristezas geradas pela criação do Centro Comercial Popular. Ela afirmou que esteve presente em todas as reuniões para a criação do Centro Comercial Popular e que chegou a ir a Salvador com o prefeito e alguns vereadores para concretização da emenda que seria utilizada para construção do empreendimento, pois era um sonho de todos os lojistas do local. “Quando chovia o esgoto invadia as lojas, era precário. Esperamos por muitos anos por essa obra”.  Ela relatou que pessoas como Dona Francisca, com 35 anos de trabalho na praça, não foi beneficiada devido aos critérios utilizados pela prefeitura. “O sonho de tanta gente virou pesadelo, pois muita gente ficou de fora. Não é justo que sejamos excluídos de um bem que seria nosso”, detalhou.

A Comissão Administrativa Municipal de Ordenação de Ocupação do Solo Público explicou que a distribuição dos boxes está sendo realizada a partir de alguns critérios que levam em conta, por exemplo, a posse de alvará, a atuação efetiva na feira e o cadastro regular junto a Prefeitura Municipal. “No afunilamento, algumas pessoas não foram contempladas”, afirmou o membro da comissão de distribuição dos boxes, Kléber Monteiro Braga.

Mas a presidente da Comissão, Marivone Ribeiro Vieira Batista (foto), reconheceu que erros podem ter ocorrido. “Se existiu algum problema durante o processo, vamos reavaliar. Somos humanos, erramos e estamos abertos para rever os casos”, concluiu.

Comerciantes criticam métodos de escolha da Prefeitura sobre Shopping Popular

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 11 mar 2015

Tags:, , ,


por Mateus Novais*
foto: Ascom Câmara

shopping-popular-1

Na Audiência Pública desta terça-feira (10), no plenário da Câmara Municipal de Vitória da Conquista (CMVC), os comerciantes da Praça da Bandeira apresentaram os problemas gerados pelos métodos de escolha dos permissionários para ocupar o Shopping Popular. O principal questionamento se trata do não beneficiamento de casais que trabalhavam em boxes separados.

shopping-popularA comerciante Alcione Correia (foto) foi a primeira a fazer uso da Plenária. Ela afirmou que tem uma permissão no solo da prefeitura há 10 anos e disse que “fui informada verbalmente que não serei relocada por ser casada com um também permissionário”. Finalizou seu pronunciamento criticando que quando o político quer o voto “quer de toda a família”.

A comerciante Natrízia Marques reclamou da avaliação feita pela Comissão. Segundo Maques, o órgão alega que ela não trabalha na Praça da Bandeira e que, por isso, não teria direito a um box no Shopping Popular. “Eu tenho mais de 200 testemunhas que provam que eu trabalho na praça”. Ela afirmou que é feirante desde criança, tendo tomado chuva e enfrentado enxurrada e esgoto na praça e que sua situação é regular: “Minha documentação está toda em dia. Eu estive ausente [da praça] alguns dias, mas meu box nunca ficou parado”.

A também feirante Gisele Durval reclama o direito de acesso a um box por já trabalhar há mais de dez anos na Praça da Bandeira. Ela explicou que somente o marido foi contemplado e que a Comissão tem proibido a distribuição de boxes para casais. Segundo Durval, ela e o marido já eram feirantes antes do casamento o que garantiria o direito dos dois. “Tenho dois filhos. Quem vai pagar as minhas contas?”, questionou a comerciante que se sente injustiçada por ser mulher.

Essa é mesma situação de Geraldo Silva, que também é casado com uma feirante. Ele informou que conheceu a esposa trabalhando na feira e que cada um têm direito a um box. “Ser casado com uma permissionária vai me impedir de receber um box”, detalhou. Silva reclamou também da demora da Comissão em dar respostas. O feirante entregou um dossiê, explicando sua situação, no dia cinco de dezembro de 2014 e até o momento não obteve retorno.

*informações Ascom Câmara de Vereadores

Shopping Popular será inaugurado com 74 boxes vazios no dia 20 de março

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 25 fev 2015

Tags:, , ,

por Mateus Novais

DSC_2937

Mais 32 permissionários do Shopping Popular descobriram os boxes que ocuparão a partir do dia 20 de março, nova data da inauguração do empreendimento público. Com o sorteio desta quarta-feira (25), somente 228 comerciantes estarão aptos a ocupar o espaço até a data oficial de abertura dos portões.

O Shopping Popular foi entregue à Prefeitura pelo Governo do Estado no dia 26 de setembro de 2014, poucos dias antes das eleições. O evento foi tratado como uma inauguração. Porém, desde lá, novas datas foram anunciadas para a real inauguração (2 de janeiro, 10 de fevereiro, 23 de fevereiro e 10 de março). Outros problemas surgiram nesse período, o valor do condomínio, de R$ 250, pro exemplo, foi recusado pelos comerciantes. Por fim, foi acordado em R$ 225, com o compromisso de ser revisto futuramente.

Com todos estes problemas, a Administração Municipal foi forçada a definir que o espaço será aberto ao público com 74 boxes vazios no dia 20 de março. Para os novos permissionários, a Prefeitura afirmou que o último sorteio ocorrerá “em breve”, mas não soube informar as datas.