Festival quer escolher a melhor comida de boteco de Vitória da Conquista

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 04 ago 2016

Tags:, ,

por Mateus Novais

IMG_1410

Começou nessa quarta-feira (3) o festival gastronômico dedicado à comida de boteco feita em Vitória da Conquista. O Agosto de Buteco que definir qual é o melhor boteco da cidade. E o que definirá está difícil tarefa será a melhor comida.

Até o dia 3 de setembro, os butecos participantes concorrerão com um petisco ou prato desenvolvido especialmente para o concurso. Os clientes irão aos butecos e darão a sua nota em alguns quesitos como o sabor do prato, atendimento e, claro, a cerveja gelada. Ao final do mês serão computados todos os votos e, no mês de setembro, será anunciado o grande campeão.

“A grande ideia do Agosto de Buteco é fazer com que os conquistenses possam conhecer novos butecos e compartilhar essa experiência única que é sentar numa mesa com os amigos num buteco”, explica o organizador do evento Leonardo Tavares. “Convidamos todos os que gostam de uma boa comida de buteco para entrar com a gente nessa tarefa dificílima de eleger o buteco campeão!”, conclui Léo.

Participarão dessa primeira edição do Agosto de Buteco os seguintes bares: …Leia na íntegra

Desafio do Senac testa habilidades de alunos dos cursos de cozinheiro e garçom

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 01 jul 2016

Tags:, , , , ,

por Mateus Novais

IMG_1525

Nesta sexta-feira (1º de julho), o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac)encerrou o 1º Desafio Gastronômico com alunos do curso de Cozinheiro e Garçom. Durante a atividade, os participantes receberam membros da imprensa, instituições e donos de restaurantes da cidade para apresentar parte do que foi aprendido durante os cursos.

O desafio simulou todo o serviço de um restaurante profissional, desde o atendimento até a degustação dos pratos. No cardápio, foram disponibilizadas quatro opções de entrada, cinco pratos principais e três sobremesas, além das bebidas. Tudo foi degustado e as impressões dos convidados foram passadas através de uma avaliação, que será debatida entre os professores e alunos.

IMG_2811

O aluno do curso de garçom, que também é jogador de futebol, Isaías Santos, acredita que uma oportunidade não pode ser desperdiçada. “Não era meu objetivo ser garçom, mas o aprendizado que estou tendo aqui é algo que não se pode deixar passar”. Já a aluna do curso de gastronomia, Hanmera Sander, apontou que, “como o nome já diz, é um desafio realizar toda essa atividade. Trabalhar em gruo é algo muito complicado, e nós tivemos que nos entender e chegar a uma ideia que seja melhor para o que foi proposto, pensando em todos os detalhes”.

Segundo a supervisora pedagógica do Senac, Verônica Silveira, o objetivo dar aos alunos a oportunidade de vivenciar na prática a dinâmica de um restaurante de verdade. “Desde a escolha do cardápio, preparação do ambiente, dos pratos e o serviço nas mesas, tudo foi pensado e elaborado pelos próprios alunos, sob orientação dos professores do Senac”, explica.

IMG_15261

O Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) tem como missão a educação profissional voltada para o Setor do Comércio de Bens, Serviços e Turismo. Na Bahia, o grande destaque é a área da culinária, que é referência para todo o Brasil. Mas além de gastronomia, o Senac ainda oferece diversos cursos nas áreas de beleza, comunicação, gestão, hospitalidade, informática, moda e saúde. Para conferir todos os cursos, basta acessar o www.ba.senac.br/cursos.

Barraquinhas juninas vendem comidas típicas no Centro de Conquista

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Cultura | Data: 10 jun 2015

Tags:, ,

por Mateus Novais
foto: Roberto Silva

DSC_0357

Uma das melhores coisas do São João é a comida. Muita gente aproveita a época para fugir do controle alimentar e cair de boca nas guloseimas quentinhas do período junino. E, para o desespero dos que estão de regime, estas delícias da culinária regional estão por todos os lados, dentro e fora de casa.

Na praça 9 de Novembro, os tradicionais carrinhos de milho verde e pamonha ganharam a companhia de outros produtos. Amendoim, canjica, mingau, curau, entre outros tantos quitutes juninos já estão à disposição nas tradicionais barraquinhas montadas especialmente para a época dos festejos.

Somente nesta que é uma das principais praças da cidade, quatro barracas de instituições filantrópicas da cidade estarão vendendo as comidas durante todo o mês. Entidades, como a Apae e o Movimento Familiar Cristão, funcionarão das 8 às 22 horas, até o dia 26, com muitos produtos preparados na hora. Os comerciantes pretendem atender quem está de passagem pela 9 de Novembro e os que irão assistir os shows do ‘Festival do Forró’.