Não é momento para viagens internacionais, diz Herzem Gusmão

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 20 fev 2018

Tags:, ,

da Redação
Fonte: Secom/Prefeitura

O prefeito Herzem Gusmão afirmou categoricamente que não possui nenhuma viagem internacional agendada para a Alemanha ou que tenha recebido qualquer convite para ir a Berlim: “Se mantenho a austeridade dentro da prefeitura, cortando gastos desnecessários, como posso viajar com recursos dos cofres públicos?” Disse o prefeito, informando, ainda, que no ano passado recusou uma viajem a Quebec no Canadá, com todas as despesas pagas. Para ele, aquele era o momento de organizar a Administração Municipal, e não de viajar.

A notícia da viagem de Herzem Gusmão foi anunciada no programa Sudoeste Agora, da Rádio Clube FM (95,9). O jornalista Humberto Pinheiro noticiou que o prefeito irá para a Alemanha. “Não recebi nenhum convite oficial e desconheço que ele exista. Nada chegou direcionado, nesse sentido, na prefeitura, portanto não irei me manifestar. Meu trabalho é administrar Conquista, e é isso que tenho feito”.

Por telefone o jornalista Humberto Pinheiro esclareceu que ele soube, através de fonte limpa, que um convite será feito pelo prefeito de Berlim e que as despesas serão pagas pela cidade alemã.

 

Febre Amarela: Secretaria de Saúde anuncia novo critério para a vacinação

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde | Data: 02 fev 2017

Tags:, ,

Da Redação


A vacina contra a Febre Amarela tem como prioridade as pessoas que nunca tomaram a dose ou estão com viagem marcada para regiões identificadas como áreas de risco. No entanto, a partir de agora, segundo a Secretaria de Saúde de Vitória da Conquista,  quem precisa se imunizar para viajar deve comprovar que realmente vai para uma das regiões onde a vacinação é recomendada.

Para comprovação da viagem, podem ser apresentados passagem com o destino, comprovantes de reserva de hotéis ou qualquer outro documento que possa atestar que a pessoa vai viajar. A medida não vale para as crianças, pois elas fazem parte do público- alvo do calendário de vacinação.

De acordo com a pasta, o novo critério tem como objetivo garantir o bem-estar do usuário e ajudar no controle nas salas de vacina da febre amarela para que seja garantida a imunização de todos. A Secretaria de Saúde alerta ainda que o excesso da vacina no organismo faz mal, podendo levar, inclusive, à morte. Por isso é preciso observar se a pessoa já foi vacinada e se já se passaram dez anos desde a última vacina, que é o mínimo para que seja administrada uma nova dose.

Para se vacinar, é preciso procurar um posto de saúde e apresentar cartão de vacina e documento original com foto.