Primeira parcela do 13º: ajuste suas contas em menos de 30 dias

0

Publicado por Editor | Colocado em Economia | Data: 08 nov 2018

Tags:, , ,

Reprodução do site da CDL

Ainda dá tempo de planejar a melhor forma de aproveitar o seu décimo, férias e restituição do Imposto de Renda também; veja como

Há quem veja no décimo terceiro o milagre que faltava para sair do vermelho antes do ano terminar. Se juntar a restituição do imposto de renda e as férias então… A salvação está garantida! Porém, dinheiro que é bom, não cai do céu. Por isso, especialistas em educação financeira vão dar aquela forcinha para quem quer usar bem a grana extra que vem por aí.

E dá para ficar com tudo no azul em  menos de 30 dias (veja no esquema). Segundo o planejador financeiro da Par Mais Investimentos, Jailon Giacomelli, por pior que a situação financeira esteja é preciso olhar para dentro do seu orçamento. “As pessoas não querem olhar para suas finanças porque elas têm medo do que elas vão enxergar. É difícil, mas necessário. É fundamental conhecer bem a situação que você se encontra para fazer o melhor uso desse dinheiro extra que entra agora no final do ano”, destaca.

Para quem está endividado e acaba gastando mais do que ganha, a regra é usar o benefício para quitar as dívidas de curto prazo, como cartão de crédito, cheque especial e empréstimo, por exemplo. Mas se você é daqueles que gasta tudo o que ganha, o momento é o de começar a fazer uma reserva para não acabar fazendo parte do grupo anterior. “Qualquer deslize ou contratempo vai fazer com que você entre no vermelho. Se apenas com uma parte de 13º dá para fazer uma reserva, ótimo. Aproveite e use outra parte para lazer ou para comprar algo que queira. Mas é importante ter pelo menos de 3 a 6 meses de despesas pagas numa reserva de emergência”, recomenda Giacomelli.

Segundo o diretor da STavares Consultoria Financeira, Sérgio Tavares, é preciso planejamento e controle. “Para reverter um cenário de fluxo de caixa negativo é necessário cortar as despesas supérfluas. Comece criando uma planilha básica, anotando todos os gastos. Liste todas as despesas e classifique por grau de importância. Isso vai dar uma visão geral de onde moram os excessos”.

Após o diagnóstico, defina o teto de até onde você pode gastar, como aconselha a consultora de investimentos da Órama, Sandra Blanco. “Os gastos não podem superar as receitas. Defina objetivos, isso vai incentivá-lo a economizar mais e gastar menos”, pontua.

COM AS CONTAS NO LUGAR

1º passo  Comece anotando todos os gastos a partir de agora. Hoje você pode utilizar aplicativos ou baixar planilhas nos site de finanças pessoais, mas se preferir, também funciona da maneira mais simples possível: lápis e papel, ou até uma planilha no computador. É preciso saber para onde está indo aqueles R$ 100 que você tira no caixa eletrônico e que logo desaparecem da sua carteira como um grande mistério.

2º passo  Defina os objetivos. É a forma de incentivo para juntar dinheiro e gastar menos. Tudo na vida é escolha. Se você tem um objetivo, é preciso fazer a escolha entre gastar ou poupar e entre o que precisa e o que quer. Não significa que não pode ter desejos, pode sim, mas o que é planejado não sai caro.

3º passo  Faça as projeções dos gastos. Quanto mais detalhado melhor. Aí entram despesas como alimentação, transporte, dívidas, assistência médica, educação, lazer, consumo e… investimento. Este último deve estar na lista das prioridades também.

4º passo  Hora de tornar esse acompanhamento um hábito. Analise daqui para frente seu fluxo de caixa, a fim de evitar surpresas no fim do mês. Vale também estudar todas as despesas e separá-las em supérfluas e indispensáveis. Isso vai indicar o que pode ser cortado do seu orçamento e, com certeza, vai garantir uma economia significativa lá na frente. Exemplo: taxa administrativa do cartão de crédito. Por mais que R$ 20 pareça pouco todo mês, se você multiplicar isso por 12, veja só – está pagando uma anuidade de R$ 240 – o mesmo valor da conta de luz e água mais o troco para o boleto do celular. Então,  a dica é fazer este comparativo, buscar soluções dentro do próprio orçamento, revisar o consumo, os gastos, prioridades e fazer estas trocas.

DICA DA SEMANA: PRINCIPAIS VILÕES DO ORÇAMENTO

Despesas Inesperadas Um pneu do carro que furou, a geladeira que quebrou, um gasto extra com um medicamento… Essas coisas sempre acontecem e para isso é essencial ter uma reserva de emergência. Reserve sempre um dinheiro, independente do valor,  em algum lugar que você possa resgatar rápido para contornar esses imprevistos.

Tentações de Consumo  Resistir às tentações é bem difícil, ainda mais quando você não tem controle das suas finanças é realmente uma tarefa difícil.  A dica para vencer esse vilão do orçamento é fazer uma lista de compras e saber o que realmente precisa e não só o que você vai comprar por impulso. É preciso aprender a diferenciar o que é necessidade e o que é desejo. Sempre faça uma lista toda vez que for ao mercado ou ao shopping e mantenha o foco.

Despesas eventuais  São aquelas que a gente sabe que uma hora, irão surgir. Seguro do carro, IPVA, matrícula e material escolar. No inicio do ano então, a carga é pesada. Mais uma vez, a palavra de ordem é planejamento: Antes de se comprometer com essa despesa avalie se ela cabe no seu bolso. Esse é o principal ponto. Também é importante se preparar para elas e aí vamos defender novamente a necessidade de uma reserva de emergência ou então focada nestas despesas.

Nunca gaste mais do que ganha  Ou seja, não confunda limite do cheque especial ou do cartão de crédito com renda. Isso só aumenta seu risco de cair no endividamento. Para sair de lá, é muito difícil. É preciso adequar o seu salário ao padrão de vida da sua família. Ele é que determina o quanto você pode gastar e não o quanto de crédito seu banco oferta. E aí entra a fórmula para o equilíbrio financeiro: os gastos não podem ultrapassar a receita.

Fonte: *Correio

Coelba reforça que lotéricas não recebem mais pagamento da conta de energia

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia | Data: 21 jun 2018

Tags:, ,


Fonte: Coelba

 

A Coelba reforça que, desde o último dia 1º de junho, as casas lotéricas de Salvador e do interior do estado não estão mais recebendo o pagamento das faturas de energia. Os clientes da Coelba, no entanto, continuam contando com milhares de pontos para quitação das contas em todos os municípios baianos.

As condições impostas pela Caixa Econômica Federal (CEF) inviabilizaram a manutenção do convênio de arrecadação. A CEF apresentou um reajuste de 54% no valor da tarifa por fatura arrecadada. Em decorrência desse aumento, outras empresas de serviços públicos também não renovaram o contrato de arrecadação com as lotéricas.

Atualmente, os clientes da Coelba podem contar com 3.668 pontos físicos para pagamento da fatura de energia em todo o estado, incluindo a rede própria de arrecadação da concessionária com 730 pontos. Até o final do ano, a rede será ampliada para quase mil estabelecimentos credenciados que irão receber o pagamento das faturas de energia.

Além de poder pagar as contas em diversos pontos comerciais como farmácias, mercadinhos e papelarias, os clientes dispõem ainda de toda a rede bancária, correspondentes bancários e bancos postais. A empresa também disponibiliza a possibilidade de quitação das faturas on-line, pelo site, aplicativo Coelba ou por meio de débito automático, sem a necessidade de deslocamento do cliente.

Para consultar os locais credenciados mais próximos para pagamento da conta de energia, em cada cidade, o cliente pode acessar: www.coelba.com.br.

70% dos brasileiros atrasaram alguma conta em 2017

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Economia | Data: 08 fev 2018

Tags:, , ,

da Redação
Fonte: CNDL/CDL (Conteúdo)

Segundo pesquisa, 47% tiveram o nome negativado nos últimos 12 meses. 71% dos brasileiros têm noção equivocada sobre o que é estar endividado


Uma pesquisa realizada pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) revela que sete em cada dez brasileiros (70%) deixaram de pagar ou pagaram com atraso pelo menos uma conta em 2017. As contas mais comprometidas no ano passado foram: cartão de crédito (39%), plano de internet (28%) e plano de celular e/ou telefone fixo (26%).

De acordo com o levantamento, quase metade dos brasileiros (47%) estão ou tiveram nos últimos 12 meses o nome incluído em algum serviço de proteção ao crédito, sobretudo entre as classes C, D e E (50%).

Segundo o último índice de inadimplência divulgado pelo SPC Brasil e CNDL, cerca de 39% da população brasileira adulta está registrada em listas de inadimplência. Segundo o educador financeiro do SPC Brasil e do portal Meu Bolso Feliz, José Vignoli, o endividamento não deve impedir a pessoa de pagar todas as suas contas fixas, caso contrário, corre o risco de resultar em inadimplência. “Além disso, é recomendável poupar uma parte dos ganhos e deixar uma quantia para arcar com as despesas variáveis do mês. E sempre que o consumidor se vir obrigado a pagar juros, o certo é recorrer à reserva financeira ou fazer atividades extras para aumentar a renda e se livrar dessa situação o mais rápido possível”, orienta. …Leia na íntegra

Saques do FGTS inativo já movimentaram quase r$ 14 bilhões somente no pagamento de dívidas

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Economia | Data: 09 ago 2017

Tags:, , ,

da Redação
Fonte: CDNL/CDL/Conteúdo

Usar o dinheiro extra para cobrir despesas do dia a dia é escolha de 35% dos que têm direito ao benefício e somente 20% optam por investir ou poupar os recursos

O pagamento de dívidas segue como uma das principais prioridades dos trabalhadores que sacaram recursos inativos do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço). Um estudo feito pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) aponta que 35% dos trabalhadoresusaram ou pretendem usar o dinheiro dessas contas para quitar compromissos em atraso e 5% para abater ao menos parte dessas pendências. Segundo estimativa das duas entidades, até a segunda quinzena de julho, já foram injetados aproximadamente R$ 13,7 bilhões na economia levando em consideração apenas o pagamento de dívidas. E outros R$ 380 milhões ainda devem ser movimentados com essa finalidade nos próximos meses.

Outra estratégia também utilizada pelos entrevistados é aproveitar o dinheiro extra para antecipar o pagamento de contas não atrasadas, como crediário e prestações da casa ou do carro, mencionado por 12% dos entrevistados.

Cobrir gastos do dia a dia é escolha de 35% dos que sacaram ou vão sacar recursos; comércio e serviços já movimentaram R$ 16,2 bilhões

De acordo com a pesquisa, 47% dos brasileiros usaram ou pretendem usar os recursos do FGTS para consumir. A maior parte (35%), contudo, é para cobrir despesas correntes do dia a dia. Apenas 7% dos entrevistados disseram que gastaram ou iriam gastar com produtos extras como roupas e sapatos e 3% na aquisição de smartphones. Investir ou poupar o dinheiro das contas inativas foi opção de 20%dos trabalhadores consultados.

“O fato de tantos consumidores usarem esse dinheiro extra para gastos frequentes do dia a dia é reflexo da dificuldade financeira do brasileiro que está com a renda menor. Fica o alerta para que o consumidor ajuste o seu padrão de vida para baixo, pois esse dinheiro extra é pontual e serve de alivio momentâneo”, afirma a economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti.

Os setores do comércio e serviços já receberam R$ 16,2 bilhões oriundos das contas inativas do FGTS, estimam o SPC Brasil e a CNDL. E outros R$ 500 milhões ainda devem ser injetados via consumo, projetam as entidades.

28% dos brasileiros já realizaram saques, mas 15% não têm informações a respeito

De acordo com a pesquisa, 28% dos brasileiros já sacaram o benefício. No total, 52% dos consumidores não têm dinheiro a resgatar o FGTS inativo, enquanto 15% desconhecem se têm direito ao saque ou nem mesmo sabiam que o governo havia liberado esses recursos.

O trabalhador que pediu demissão ou foi demitido por justa causa até dezembro de 2015 tem direito ao saque do fundo de garantia. Para descobrir se o consumidor será beneficiado por essa medida, ele deve consultar o site da Caixa Econômica Federal ou procurar qualquer agência física do banco. Caso não retire os recursos até a próxima segunda-feira, dia 31, o trabalhador só terá acesso a esse dinheiro quando for demitido sem justa, em caso de aposentadoria ou doenças graves e para comprar imóveis.

Semana Santa: contas e carnês com vencimento na sexta poderão ser pagos na segunda

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 13 abr 2017

Tags:, , ,

Da Redação

As agências bancárias de todo o país não funcionarão no feriado nacional desta sexta-feira (14), quando se celebra a Sexta-Feira da Paixão, conforme informou a Federação Brasileira de Bancos (Febraban). De acordo com a entidade, as contas de consumo (água, luz, telefone e TV a cabo) e os carnês com vencimento nesta data poderão ser pagos no próximo dia útil, segunda-feira (17), sem incidência de multa.

A população poderá ainda usar os canais alternativos de atendimento para realizar operações bancárias, como caixas eletrônicos, internet banking, banco por telefone e correspondentes.

Os clientes também podem agendar o pagamento das contas de consumo ou pagá-las nos próprios caixas automáticos. Já os boletos bancários de clientes cadastrados como sacados eletrônicos poderão ser agendados ou pagos via Débito Direto Autorizado (DDA)

Quatro em cada dez desempregados têm recorrido a trabalhos temporários ou ajuda de conhecidos para pagar as contas

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 17 mar 2017

Tags:, ,

da Redação
Com informações CNDL / CDL (Conteúdo)

Segunda pesquisa da série sobre desempregados revela que 73% dos desempregados tiveram queda no padrão de vida após perderem o emprego. Três em cada dez estão com o nome sujo

A forte retração que atingiu os setores de indústria, comércio e serviços em razão da crise econômica fez com que milhões de brasileiros perdessem seus empregos, afetando o consumo das famílias e desafiando os brasileiros a manter em dia as despesas do cotidiano. A pesquisa “Desempregados no Brasil: Padrão de Vida e Impactos no Consumo e Finanças”, conduzida pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) busca identificar o impacto do desemprego nos hábitos de consumo dos brasileiros nesta situação, e o que eles estão fazendo para pagar as contas e compromissos financeiros. O levantamento revela que os desempregados têm recorrido a trabalhos temporários e freelancers (37%, principalmente homens, 47%), ajuda financeira de amigos ou familiares (37%, com destaque para mulheres, 42%) e seguro-desemprego (10%) para honrar seus compromissos. Entre os bicos feitos pelos entrevistados, os mais comuns são serviços gerais (18%, principalmente homens, 28%), revenda de produtos (15%, sobretudo mulheres, 24%) e serviços de beleza (11%, também com destaque às mulheres, 21%). Os trabalhos temporários que têm frequência definida são realizados entre três e quatro vezes por semana, em média, mas 46% dos freelancers disseram não ter regularidade. Para 56% dos desempregados que estão realizando trabalhos informais, está difícil de conseguir até mesmo este tipo de serviço. Somente 6% dizem que está sendo fácil arrumar bicos. …Leia na íntegra

Prefeitura inicia auditoria em contas da Emurc

0

Publicado por Editor | Colocado em Política | Data: 14 mar 2017

Tags:, , ,

Redação
foto: Rafael Gusmão

Na última segunda-feira (13), uma auditoria foi iniciada na Emurc. A informação foi passada pelo diretor-presidente da empresa municipal, José William, nesta terça (14), durante audiência na Câmara Municipal. Segundo William, o procedimento irá apurar a real situação da empresa e não há prazo para término.

A atual diretoria estima que, entre dívidas fiscais e débitos com fornecedores, a empresa deve aproximadamente R$ 36 milhões. De acordo com o diretor-presidente, o volume dos débitos levou a Justiça Federal a bloquear as contas da empresa.

“O prefeito municipal nos acompanhou nessas audiências. Conversamos com os juízes. Estamos fazendo um levantamento da real situação da empresa para que a gente possa, junto à Fazenda Nacional, junto à Receita Federal, estabelecer uma negociação. No momento, está mais ou menos sob controle. Mas a gente tem que enfrentar, porque a situação é grave, os débitos são muitos”, afirmou William.

Contas de telefone ficam mais caras a partir deste mês após mudança no ICMS

0

Publicado por Editor | Colocado em Economia | Data: 08 jan 2017

Tags:, , ,

Da Redação

O ano começou com aumento no custo da telefonia em todo o país. Decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) determinou que as empresas de telefonia fixa e móvel recolham o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre o valor da assinatura básica mensal. Os valores variam de acordo com o estado e o tipo de plano oferecido pelas operadoras. As empresas de telefonia que ainda não recolhiam o imposto estão comunicando aos clientes o reajuste dos planos.

De acordo com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), não se trata de aumento de tarifa ou preço de serviços. Em nota, a agência reguladora esclarece que o reajuste dos planos básicos das concessionárias de telefonia ocorre anualmente e é homologado sem o acréscimo de impostos. O último reajuste aprovado pela Anatel foi em setembro de 2016.

O valor recolhido pelas operadoras com o imposto é repassado aos estados. A cobrança do ICMS é feita conforme regras definidas pelas secretarias de Fazenda estaduais, que definem a alíquota de ICMS que incidirá sobre os serviços de telecomunicações. Segundo o SindiTelebrasil, as prestadoras de telecomunicações apenas recolhem os tributos cobrados sobre os serviços e repassam integralmente aos cofres públicos. …Leia na íntegra

Passo a passo para começar 2017 com as contas em dia

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Economia | Data: 29 dez 2016

Tags:, ,

da Redação
Fonte: CDL / Meu Bolso Feliz

Veja um passo a passo para se organizar e arcar com as despesas do começo do ano – e também o que fazer para quitar dívidas pendentes

Considerando contas a pagar, o começo do ano costuma ser temido. Afinal, depois de aproveitar as festas de Natal e Ano Novo, confraternizações e dias de descanso – que muitas vezes incluem viagens – é preciso lidar com as contas. E nesse período elas não são poucas: IPVA, IPTU, matrícula e material escolar são apenas algumas. Justamente por isso, deve-se reservar um tempo no final do ano para olhar para as finanças. Quem não possui dívidas deve planejar gastos e investimentos para entrar em 2017 sem aperto. Quem está com dívidas em atraso, por sua vez, deve aproveitar o momento para almejar um novo ano mais azul.

Veja o nosso passo a passo para começar 2017 com as contas em dia, organize-se e aproveite também para fazer um balanço deste ano que fica para trás.

1º passo: balanço geral

Se você ainda não possui um controle do seu orçamento, este é o momento de começar um. Pode ser no papel, uma planilha no computador ou até mesmo usando um aplicativo. Isso porque o que você deve fazer é um balanço do seu ano, olhando tanto para o passado quanto para o futuro. Isso significa avaliar o que fez de certo e de errado no ano que passou e começar um planejamento financeiro para o ano que chega. Neste processo, pergunte-se: Quais foram seus principais gastos? Quais as suas despesas fixas? Tem dívidas com juros? Quanto sobra mensalmente do seu salário e para onde está indo esse dinheiro? Avalie em que pode economizar, especialmente considerando que enfrentará despesas extras no começo do ano. Uma ferramenta útil para esse passo é o nosso Simulador Diagnóstico Financeiro.

2º passo: o que vem pela frente

“Anotar os gastos previstos ao longo do ano que está começando permite que você tenha uma visão macro de tudo que vai acontecer, facilitando na hora de se organizar para arcar com cada despesa”, diz José Vignoli, educador financeiro do Portal Meu Bolso Feliz. Assim, liste as despesas que terá, junto com o prazo para pagar cada uma. Coloque-as junto às outras despesas já listadas. Abaixo, uma sugestão de possíveis itens: …Leia na íntegra

TCM rejeita contas e multa prefeito de Encruzilhada em R$20 mil

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Política | Data: 18 out 2016

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

DSC_0066Na tarde desta terça-feira (18), o Tribunal de Contas dos Municípios rejeitou as contas da Prefeitura de Encruzilhada, da responsabilidade de Alcides Pereira Ferraz, todas relativas ao exercício de 2015.

O prefeito Alcides, além de descumprir mais uma vez o limite para os gastos com pessoal, ultrapassando o limite legal de 54%, em todos os quadrimestres de 2015, com os percentuais de 63,68%, 65,94% e 64,59%, não investiu o mínimo de 25% exigido constitucionalmente em Educação, aplicando apenas 23,96% dos impostos e transferências na manutenção e desenvolvimento do ensino. Também não foi comprovada a publicidade de dez licitações, no montante total de R$ 11.516.350,20. Por esta razão, por sugestão do conselheiro relator Paolo Marconi, os conselheiros aprovaram a formulação de denúncia ao Ministério Público Estadual, para apuração sobre cometimento de crime de Improbidade Administrativa.

O gestor foi multado em R$20.000,00 e deverá restituir aos cofres municipais a quantia de R$ 19.336,75, referente a juros e multas no atraso de pagamento de obrigações da Prefeitura. Terá que pagar ainda uma segunda multa, no valor de R$ 42 mil por conta das despesas exageradas com pessoal – como prevê a Lei de Responsabilidade Fiscal.

STF: competência para julgar contas de prefeito é da Câmara de Vereadores

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Justiça | Data: 11 ago 2016

Tags:, , , ,

da Redação

STFO Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu em sessão plenária desta quarta-feira (10), no julgamento conjunto dos Recursos Extraordinários 848826 e 729744, para definir competência de julgamento das contas de prefeitos, se a Câmara de Vereadores ou o Tribunal de Contas, ficou a cargo de cada Câmara Municipal nos 5.570 municípios do Brasil.

Os recursos colocaram em discussão se a desaprovação das contas pelo Tribunal de Contas gera inelegibilidade do prefeito, nos termos da Lei da Ficha Limpa, em caso de omissão do Poder Legislativo municipal. Por maioria de votos, o Plenário decidiu, no Recurso Extraordinário 848826, que é exclusivamente da Câmara Municipal a competência para julgar as contas de governo e as contas de gestão dos prefeitos, cabendo ao Tribunal de Contas auxiliar o Poder Legislativo municipal, emitindo parecer prévio e opinativo. Para ser derrubado a decisão do TCM terá que ter 2/3 dos vereadores.

Neste caso, as aprovações ou não das contas dos gestores municipais, serão por decisão política. O prefeito que possuir maioria nas Casas Legislativas do País poderão ter facilidades na aprovação de suas contas.

Prefeitura disponibiliza contas de 2015 a população até 31 de julho

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 20 maio 2016

Tags:, ,

por Mateus Novais

SC2_3246-1

Até o dia 31 de julho qualquer cidadão poderá ter acesso a toda a documentação referente à execução orçamentária de 2015.  Planos, orçamentos e leis de diretrizes orçamentárias e relatórios e prestação de contas estão organizados numa sala da Secretaria Municipal de Finanças e já foram vistoriados por representantes do Ministério Público.

Segundo o Ministério Público, a Prefeitura deve atender aos requisitos legais, tornando acessíveis ao público inventários, balanços, relatórios e outros documentos, conforme apontados pelo Tribunal de Contas dos Municípios. Além disso, o local deve ser adequado e confortável, com mesa, água e servidores qualificados para atender as pessoas.

As informações podem ser acessadas até o dia 31 de julho, numa sala da Secretaria Municipal de Finanças. Para ter acesso à Sala da Transparência, a pessoa interessada deve encaminhar um ofício à Secretaria de Finanças, solicitando o agendamento.

Em nota, Prefeitura de Anagé diz que rejeição de contas não tornará prefeita inelegível

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Política | Data: 08 abr 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

Andrea-OliveiraNesta sexta-feira (8), a Prefeitura de Anagé se manifestou sobre a rejeição das contas do exercício 2014 daquele município pelo Tribunal de Contas dos Municípios. Segundo a repercussão da informação, a rejeição das contas tornaria a prefeita Andrea Oliveira inelegível para o processo eleitoral 2016. No entanto, a Assessoria de Comunicação de Anagé garantiu, em nota, que a decisão do TCM não tem relação com impedimentos eleitorais.

Confira a nota:

A Prefeitura Municipal de Anagé vem, através deste, esclarecer fatos acerca da rejeição de contas, realizada pelo Tribunal de Contas dos Municípios, referente ao ano de 2014, divulgada na tarde do dia 05 de Abril.

O Governo Municipal apresentou toda a prestação de contas referente ao exercício, que foi avaliada pelo tribunal e rejeitada, única e exclusivamente, quando considerado o fator “Gasto com Pessoal”.

Ressaltamos, ainda, que o motivo de tal rejeição de contas não se caracteriza como ação dolosa da gestora, o que afasta de plano quaisquer questões relacionadas a supostos impedimentos eleitorais, conforme dispõe a LEI COMPLEMENTAR Nº 135, DE 4 DE JUNHO DE 2010, em seu artigo 1º, inciso I, letra “g”, em que traz que serão inelegíveis “os que tiverem suas contas relativas ao exercício de cargos ou funções públicas rejeitadas por irregularidade insanável que configure ato doloso de improbidade administrativa”, o que não é o caso das contas relativas ao município de Anagé referentes ao ano de 2014. …Leia na íntegra

Prefeita e Câmara de Anagé têm contas rejeitadas pelo TCM

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Justiça | Data: 04 dez 2015

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

Andrea-OliveiraAndréa Oliveira, prefeita de Anagé. Foto: Brumado Agora

As contas da prefeita de Anagé, Andréa Oliveira Silva, relativas ao exercício de 2014, foram rejeitadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios, nessa quinta-feira (3). O TCM multou a gestora no valor de R$ 3 mil por ultrapassar o percentual de 54% em despesa com pessoal, estabelecido na Lei de Responsabilidade Fiscal.

Segundo o relator, conselheiro Paolo Marconi, no 1º quadrimestre de 2013, a prefeitura aplicou 55,23% da receita corrente líquida em despesa com pessoal. Desta forma, a gestora deveria eliminar pelo menos 1/3 do percentual excedente no 1º quadrimestre de 2013 e os 2/3 restantes no 3º quadrimestre de 2013, o que não foi feito.

O TCM ressaltou que nos três quadrimestres de 2014, a despesa de pessoal permaneceu acima do limite de 54%, o que constitui infração administrativa contra as leis de finanças públicas.

Câmara

Na mesma sessão, as contas da câmara de Anagé, da responsabilidade de Enoque Nolasco Moreira, referentes ao exercício de 2014, foram reprovadas pelo TCM. O demonstrativo apontou que foram empenhadas despesas no montante de R$ 1.199.676,46 e as pagas R$ 1.189.515,08, havendo restos a pagar de R$ 10.161,38, sem saldo suficiente para a quitação, descumprindo o art. 42 da LRF. O gestor também superou o limite máximo para despesa total da câmara (R$ 1.198.333,39), promovendo gastos na ordem de R$ 1.199.676,46.
Cabe recurso da decisão.

Prefeito de Encruzilhada é multado em mais de R$ 20 mil pelo TCM

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Política | Data: 01 dez 2015

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

DSC_0066

As contas do prefeito de Encruzilhada, Alcides Pereira Ferraz, relativas ao exercício de 2014, foram rejeitadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios, na sessão desta terça-feira (1º de dezembro). Ao todo, o prefeito foi multado em mais de R$ 20 mil e terá que devolver quase R$ 6 mil aos cofres públicos.

O gestor foi multado em R$ 3 mil, por irregularidades apuradas nos documentos apresentados, e em R$ 17.280,00, por não ter adotado medidas visando a redução da despesa com pessoal. Também foi determinado o ressarcimento de R$ 5.979,22 aos cofres municipais, com recursos próprios, decorrente do pagamento indevido de juros e multas por atraso no adimplemento de obrigações devidas ao INSS.

As contas foram rejeitadas em razão da não aplicação do percentual mínimo em educação, saúde e no pagamento dos profissionais do magistério. O gestor investiu apenas 11,84% nas ações e serviços públicos de saúde, quando o mínimo exigido é 15%, aplicou somente 22,89% na manutenção e desenvolvimento do ensino, sendo o índice mínimo exigido 25%, e utilizou apenas 59,88% dos recursos do Fundeb para pagamento da remuneração dos profissionais do magistério, quando o mínimo é de 60%.

A relatoria também destacou que houve descumprimento à Lei de Responsabilidade Fiscal, devido a não recondução da despesa total com pessoal ao limite de 54% no 3º quadrimestre de 2014, tendo em vista que o dispêndio alcançou o montante de R$ 22.845.732,17, correspondente a 65,66% da receita corrente líquida de R$ 38.967.933,30.

Cabe recurso da decisão.

TCM rejeita contas e multa prefeito de Itambé em R$ 31 mil

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Sudoeste | Data: 26 nov 2015

Tags:, , ,

BannerResenhaGeral_600x65px

por Mateus Novais

DSC_5230

As contas do prefeito de Itambé, Ivan Fernandes Couto Moreira, relativas ao exercício de 2014, foram rejeitadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios, em sessão realizada na tarde desta quarta-feira (25). O relator do parecer, conselheiro José Alfredo Dias, multou o gestor em R$25.920, em razão da não redução da despesa total com pessoal, e em R$ 5 mil, pelas irregularidades contidas no relatório técnico.

A relatoria apurou a abertura e utilização de créditos sem a existência de recursos disponíveis para suporte das despesas no valor de R$ 834.496,97, e a não recondução dos gastos com pessoal ao limite previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal.

A despesa total com pessoal, no 3º quadrimestre de 2012, alcançou o percentual de 70,09% da receita corrente líquida, extrapolando o limite de 54%, previsto na LRF. Com isso, a despesa em abril de 2014 alcançou o montante de R$26.841.126,96, correspondendo ao percentual de 78,48% da RCL, superando, mais uma vez, o percentual máximo permitido.

A decisão ainda cabe recurso.

Poções: vereador não veste saia, não renuncia, e povo protesta

0

Publicado por Editor | Colocado em Política | Data: 30 out 2015

Tags:, , ,

da Redação

Poções protestofoto: Portal Poções

A Câmara de Vereadores da cidade de Poções, na noite da última segunda-feira (19),  viveu clima de grande tensão. O Movimento Civil Organizado (MCO),  ocupou o auditório da Casa para protestar e exigir que o vereador Antônio Lemos (Toinho) renunciasse o mandato e vestisse uma saia.

O vereador Toinho teria garantido que se as contas do prefeito Oto Magalhães (PCdoB) não fossem aprovadas ele vestiria uma saia e renunciaria ao mandato. O vereador usou da palavra e no discurso provocou os manifestantes que reagiram e foi preciso a presença da Polícia Militar para acalmar a situação que ficou tensa.

TCM rejeita contas do prefeito de Itapetinga

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Sudoeste | Data: 30 out 2015

Tags:, , ,

por Mateus Novais

jose-carlos-moura-600x400

O Tribunal de Contas dos Municípios, nessa quinta-feira (29), opinou pela rejeição das contas da prefeitura de Itapetinga, da responsabilidade de José Carlos Cruz Cerqueira Moura, relativas ao exercício de 2014. O relator do parecer, conselheiro Raimundo Moreira, imputou ao prefeito multa de R$ 64.800,00, equivalente a 30% dos seus subsídios anuais, pela não redução da despesa total com pessoal, e de R$ 6 mil pela falhas remanescentes no relatório técnico.

As contas foram rejeitadas em função do descumprimento do disposto no art. 212 da Constituição Federal, vez que foram investidos apenas 24,83% das receitas de impostos e transferências na manutenção e desenvolvimento do ensino, quando o mínimo exigido é de 25%, e em razão da ausência de recolhimento de multa e ressarcimentos da sua responsabilidade impostos pelo TCM.

Sobre a despesa total com pessoal, o gestor não conseguiu reduzir os gastos na forma e no prazo estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal, sendo multado em 30% dos seus subsídios anuais. Ao final do exercício de 2014, a despesa alcançou o percentual de 68,04%, caracterizando a reincidência na extrapolação do limite imposto pela LRF e absoluta falta de iniciativas para reduzir os gastos com pessoal. O prefeito foi advertido que a não recondução da despesa ao índice máximo de 54% ensejará a rejeição das contas do próximo exercício.

Cabe recurso da decisão.

Dilma Rousseff tem contas de 2014 reprovadas pelo TCU

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Política | Data: 07 out 2015

Tags:, , ,

Folha Online

650x375_dilma-rousseff_1410687

O TCU (Tribunal de Contas da União) reprovou na noite desta quarta-feira (7) as contas da gestão de Dilma Rousseff à frente da Presidência da República. É a segunda vez que o TCU rejeita as contas de um presidente. A primeira foi em 1937.

Fazendo o trabalho pela 80ª vez, o tribunal considerou por unanimidade (8 votos) que a presidente descumpriu no ano passado a Constituição e as leis que regem os gastos públicos, o que impede a aprovação da prestação de contas de 2014.

Com isso, ainda que não haja nenhum efeito imediato para Dilma, politicamente sua situação se complica. O principal pedido de impeachment em análise hoje no Congresso se ampara justamente nas “pedaladas fiscais”, um dos itens reprovados nesta quarta (7). …Leia na íntegra

Contas de 2013 da Prefeitura de Vitória da Conquista são aprovadas com ressalvas

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Justiça | Data: 01 set 2015

Tags:, ,

por Mateus Novais
foto: arquivo BRG

prefeitura

Os conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios decidiram na tarde de hoje (1º de setembro) acatar o pedido de reconsideração feito pelo prefeito de Vitória da Conquista, Guilherme Menezes, e reformular a decisão de rejeição para aprovação com ressalvas das contas do município no exercício de 2013. A multa aplicada ao prefeito por falhas na execução orçamentária, antes de R$5 mil, foi reduzida para R$3 mil.

As contas tinham sido rejeitadas basicamente por conta da abertura de créditos adicionais suplementares sem a existência dos recursos correspondentes. No recurso, no entanto, o prefeito afirmou que houve equívoco dos técnicos na apuração do tanto de arrecadação, e que há excesso suficiente para cumprir os R$ 8,1 milhões de créditos suplementares.